quarta-feira, 20 de abril de 2011

CARNE BOVINA DO ACRE

Vejam as condições sanitárias, em Rio Branco (AC), do frigorífico JBS-Friboi, maior empresa global de carne bovina. Imaginem como é a situação nos frigoríficos menores ou clandestinos do Estado. Merece fiscalização dos ministérios do Trabalho e da Saúde. Clique nas imagens.








22 comentários:

DoAcre disse...

Altino, com essa denúncia, não sei como você não virou boi também.
Que horrível. Vou rever meu interesse em comer carne.

Carlos disse...

Bem, podemos observar nas imagens que esta área trata-se do local onde são "descartados" os "buchos" do animais abatidos. É uma área isolada e que não mantém contato com a área onde é feito o abate e o manuseio da carne que vai para o consumo humano. Também por ser tratar de uma área de "descarte" onde lida-se com o "bucho" (ou intestino onde ficam os resíduos da alimentação do animal, ou no português claro: merda) é impossível que esteja perfeitamente limpa e brilhando. O importante é que neste local não há manuseio da carne que consumimos.

Holden Brito disse...

Qual o motivo para, um ou outro, levar imagens distorcidas e maldosas sobre o nosso Acre? nossos problemas, mesmo que sérios, são menores..( Tião Viana). essa deve ser pra Você Altino, essas imagens nunca sairiam num jornal daqui do Acre, ainda bem que um ou outro existem, nosso governador parece que se perdeu,acha que ainda somos ignorantes, a ponto de não percebe as imoralidades que acontecem aqui.

cplauto disse...

Essa higiêne toda tem um preço... e pagamos todos os dias nos supermercados.
Ainda bem que a saúde é de primeiro mundo e estes problemas menores.

desocupadooo disse...

O problema não é o Acre, sr. Holden. Perceba que se isso acontece no Acre quem garante que não acontece em outros lugares do país??

Ana Cláudia Pupim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréa Fátima Theodoro disse...

A questão aqui não é o Acre,é o frigorífico. Quem disse que aqui no RJ, em SP ou no RS não existe algo parecido. O problema é fiscalização, ou melhor, falta dela.

Andrea-Niterói-RJ

Luiz Matos disse...

Não entendi o "maior empresa global de carne bovina". Quer dizer que eles exportam isso?
A propósito, tem como descobrir quais supermercados/açougues este frigorífico abastece?
Sobre o bucho, é o mesmo que compro para fazer buchada?
Por que pago no Araújo o dobro do preço do kg do filé que pago no mercadinho aqui do bairro?

Por favor, me ajudem com estas perguntas.

@eutogorda disse...

altino, visitei segunda feira a jbs e não vi nada disso, apesar de não ter tido coragem de entrar na sala de triparia, mas acompanhei todos os outros processos e não vi coisas dessa natureza :X

Holden Brito disse...

desocupadooo disse...
O problema não é o Acre, sr. Holden. Perceba que se isso acontece no Acre quem garante que não acontece em outros lugares do país??
Resposta: Esse é o grande erro do PT e das pessoas( inclusive jornalistas) de arranja desculpas e olhar e equipará os erros nossos, de nossos políticos,aos de outros estados. Estou pouco me importando se em determinado estado também acontece,vejo meu estado e quero que esses problemas sejam resolvidos. nosso povo já sofreu muito e ainda sofre. merecemos no mínimo respeito, isso exige de nossos políticos e autoridades estabelecidas.

Alberto disse...

Altino se voce quer criticar os frigorificos coloque imagens das areas de processamento da carne, e nao das areas inferiores de um frigorifico que e para onde vao(como se ve na foto) o bucho, couro e outras partes nao comestiveis de um bovino.

Ser ou Não Ser... disse...

Luiz Matos acesse o site www.jbs.com.br, que o senhor verá o tamanho que é a multinacional JBS que adquiriu o combalido Friboi.

A propósito a rotatividade dos colaboradores por lá é altíssima, os devidos cuidados com com a saúde ocupacional não é prioridade nessa empresa.

A Vigilância Sanitária Estadual e a Delegacia Regional do Trabalho bem que poderia fazer uma visita por lá.

Je vois tout disse...

@eutogorda, você acha que depois dessas fotos tudo vai ficar como era antes, claro que não. Todo mundo sabe que depois de uma denuncia como essa a empresa seria estúpida de não procurar fazer alterações.

Débora Costa disse...

Ainda não entendi o espanto em ver essas imagens. A primeira imagem trata-se da sala onde fica os buchos que logo em seguida são feitos farinha de osso para se produzida ração para peixes.A quinta foto mostra apenas o local onde coloca o couro para depois se levado para o curtume onde serão processados ate fica utilizaveis para venda. E as duas ultimas fotos nem preciso falar o que é.

E com certeza não seria direcionado para consumo humano.

elson disse...

Olha trabalhei lá em outro setor já andei no abate na desossa câmara Fria não era sujo assim não...

Elson

elson disse...

Na terceira foto tem um saco de ráfia com o sif 3297 que é o sif do jbs friboi no acre então...Entendesse que realmente é o Friboi, agora cabe saber realmente o que está acontecendo.

Elson

beth5050 disse...

Altino do Céu!Genteee! então vamos mudar para peixe! olha, não sei se parto para o deboche, mas..., Pela declaração do ultimo colocado na eleição para o senado e presenteado pelo alto clero com uma das Secretarias mais importante do governo, por se tratar de desenvolvimento do Estado, Sr. Edvaldo Magalhães, este quando na recém fundada COOPERPEIXE, disse "vai tranformar o Acre no maior produtor de peixe em cativeiro do mundo, passando das ATUAIS 5.000 TONELADAS PARA 20.000 TONELADAS EM UM ANO E MEIO E 100.000 EM 5 ANOS E AINDA QUE DAI PRA FRENTE O CÉU É O LIMITE". Ai eu fiquei aqui com meus botões.. 100.000 toneladas de peixe seria 10.000 caminhões que colocados um atraz do outro daria uma fila de 150 kilometros, ou seja daqui até quase na Vila Extrema.
O pior é que pessoas menos esclarecidas acabam acreditando neSta piada de mau gosto!- OU ELE CONTINUA OBTUSÃO OU PENSA QUE OBTUSIDADE DELE PASSOU PARA NÓS.

Edilza Nascimento disse...

Muito bom trabalho. Continue denunciando que estaremos aqui lendo e apoiando sua iniciativa de denunciar essas atrocidades no seu estado ou em qualquer parte do nosso Brasil!

Edilza Nascimento disse...

E lamentavel ver tudo isso. Realmente há que se rever o costume de se comer carne! Fico imaginando como são tratados os empregados desse abatedouro...

Indra disse...

Independente de ser um lugar para descarte, tem que estar limpo! As carnes devem ser colocadas em locais adequados, mesmo que não sejam para consumo humano, certamente o chão não é esse lugar! Não é apenas uma questão de consumo (fato importantíssimo, mas uma questão de condição de trabalho! Isso só acontece por dois motivos, falta de fiscalização e impunidade!

Marjorie disse...

carimbo QUADRADO do sif!!!!!!!!!
se vai falar bosta, nem fala!

silene disse...

No tempo da minha infância quando queríamos comer carne íamos direto no matadouro, o boi amarrado numa árvore e o matador com um machado aplicava o golpe fatal na testa do animal...desde daí sou cismada com a tal carne, mas a carne era fresquinha e quentinha...de noite eu não conseguia dormir , lembrando o boi urrando e revirando os olhos