domingo, 6 de fevereiro de 2011

VÍDEO MOSTRA ÍNDIOS ISOLADOS DO ACRE

5 comentários:

Janu Schwab disse...

Fantástico!

Rosangela Barros disse...

Simplesmente divino!... As minhas palavras não são suficientes para descrever este vídeo... Fiquei pensando quando os portugueses atracaram suas naus em Porto Seguro, pois é: agora (500 anos depois) no século 21 é um Céu Seguro e pelas imagens os índios já estão se familiarizando com o avião... ‘Liberdade, liberdade abra as asas sobre nós e que a voz da humanidade seja feita a nossa voz’, creio que LIBERDADE seja bem adequado para designar a vida livre dessa gente, conforme disse o narrador (acho que é o Meirelles)... Mas uma coisa me desperta muito a curiosidade, segundo o narrador ‘o futuro dos isolados não depende mais deles, depende mesmo da gente (será) porque o pior seria eles entrarem em contato com garimpeiros e madeireiros’, isso é verdade!... Só fiquei confusa porque ao mesmo tempo ele diz, aí está ‘a lembrança viva de que é possível viver de outra forma’, bem: acho que não é mais possível, não!...

Com isto estou totalmente de acordo: ‘É importante para a humanidade que esses povos existam, pois eles são os últimos povos livres desse planeta’, e cabe aos senhores do poder garantir a segurança desses povos contra os ataques dos madeireiros e garimpeiros!...

Nilson Mesquita disse...

Impressionante! Coloquei o link em meu blog para espalhar mais essa situação. Como abordar essa questão? de que forma devemos nos relacionar com eles? devemos deixá-los como estão ou oferecer a eles nossos avanços científicos, tecnológicos? é justo deixá-los a mercê de tantos riscos da "civilização"?
Por fim, é uma grande alegria poder estar com eles no mesmo planeta!
Obrigado pela oportunidade de vê-los Meirelles e Altino.

nataliemessias disse...

O vídeo me emocionou....
Sr. Meirelles é um exemplo de pessoa! tem uma sensibilidade que quase não vemos nos dias de hoje.

Thiago Silva disse...

show!

Agora posso assistir seus vídeos!

dá pra viajar nesse mundo 'isolado'... quanta coisa...

paz e bem!