terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Caminhão do Exército tomba com soldados, jabuti, cobra, macaco e tatu na carroceria

Soldado retira tatu pelo rabo

Leia no Blog da Amazônia.

3 comentários:

Carlos Floresta disse...

Seu Altino, fique quieto que o senhor não entende nada de guerra!
Os bichos em questão, são prisioneiros de guerra e estavam sendo levados para interrogatório na cozinha do quartel!
Os presos mais perigosos são o jabuti e o tatu, por isso tontos (ops) tantos soldados pra conduzir "os elementos de alta periculosidade"!

HerpetoBrasil disse...

Uma palhaçada sem precedentes, estão com medo de autuar o EB? Porque? Se eu ainda fosse servidor aí eu os multaria sem nenhum problema. UMA VERGONHA!!!!! UMA INSTITUIÇÃO QUE DEVERIA PROTEGER O MEIO AMBIENTE TRANSPORTANDO ANIMAIS SILVESTRES PORQUE SABE QUE EM VEÍCULO OFICIAL EXISTE POUCA REVISTA...UMA VERGONHA!!!

altvR disse...

Ironias à parte, aguardemos a 'notinha' do Exército, quanto ao episódio em tela, a qual terá o teor do tipo: "Os animais silvestres em referência estavam sendo levados para o seu habitat natural, nas proximidades do Comando do Exército, na capital acriana, os quais foram apanhados em plena estrada, sob o risco iminente de atropelamento..."
Feliz natal, Altino!