sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Autorizados

Pessoas questionando em redes sociais a presença, em Orlando (EUA), de Marcelo Menezes, membro do governo do Acre preso e indiciado pela Polícia Federal na Operação G-7. Menezes viajou com a família, mas obteve autorização do juiz federal Jair Facundes, da 3ª Vara da Seção Judiciária do Acre. Aliás, o juiz explicou ao Ministério Público Federal que todos os indiciados da G-7 estão liberados para viagens porque são proprietários de patrimônio considerável e não haveria risco de fuga do Estado. (Foto: Instagram/Reprodução)

4 comentários:

Carlos Floresta disse...

Perfeito!
Os criminosos acreditam na Justiça e a Justiça acredita nos criminosos...
Sem tornozeleira eletrônica, um passaporte nas mãos, muitos dólares no bolso pra gastar nos States e uma mala cheia de impunidade.
Viva a Democracia dos ladrões!

bruno breki silva disse...

só no brasil.....

uma pergunta, esse tbm não mora na chácara ipê ñ, pois muitos políticos e empresários do acre que residi nesse condomínio de luxo estão sendo beneficiado com uma obra de extensão do canal do tucumã, pelo o que eu vi só vai beneficiar os que la moram.

No lugar de entra no TELEXFREE, vamos entra no G7 ou na FPA, assim todos nos vamos morar no IPE e ser beneficiado, ou ate mesmo viajar pro STATES


Prefiro trabalha com honestidade, do que com bandidagem.

Gleiciane disse...

Podem ir pra onde forem, aqui ou nos Estados Unidos eles sempre serão parte daquela turma que roubou o dinheiro dos acrianos.

ELSOUZA disse...

Não esqueçam que a ação penal continua tramitando. E por acreditar na Justiça em breve ela dará resposta à sociedade. Vem chumbo grosso por aí. Aguardem.