segunda-feira, 20 de maio de 2013

Operação G-7 divide a colônia japonesa

Chama atenção a quantidade de descendentes de japoneses na lista de réus em decorrência da Operação G-7.

Carlos Takashi Sasai, Sérgio Yoshio Nakamura e Sergio Tsuyoshi Murata foram presos pela Polícia Federal na sexta-feira (10) e permanecem na Papudinha.

Mario Tadachi Yonekura, Adriano Sasai e Fabiano Sasai (filhos de Carlos) foram indiciados, mas respondem o processo em liberdade.

Sábia decisão da Polícia Federal e da Justiça em prender três e deixar três em liberdade. Imaginem se todos estivessem na Papudinha, enjoassem da alimentação e exigissem comida japonesa.

Um comentário:

Janio Pinheiro disse...

Quem não sabe quem sao estes japoneses? Eu vou lembrar são os mesmos japoneses da madeireira floresta e da floresta engenharia que estiveram sempre envolvidos nos escândalos e rombos e tombos de governos dedte a eoica do Edmundo Pinto. E faliram a fabrica de compensado e a floresta engenharia e os bens como aquele imovel no aviário onde funcionava o juizado de pequenas causas estão postos em leilão para pagar dívidas e continuam atuando ativamente com outras empresas e esses santos do pau oco ocupam presidencia de federação das indústrias e estes empresários votam e escolhem esses picaretas e ladrões de nosso dinheiro para presidir entidades de classe e representar os Empreendimentos de corrupção. Vamos dar um basta e um bastão nestes larápios e vhega de PT.