sexta-feira, 17 de maio de 2013

Anotações da semana

HOJE É SEXTA-FEIRA De novo? Dá para imaginar alguns machões poderosos sentindo cólicas ao ouvirem as sirenes dos carros da Polícia Federal agitados nas ruas de Rio Branco.

EXPLIQUEM Como alguém, na faixa dos 30 anos, com salário de R$ 3,5 mil, consegue comprar cobertura de R$ 1,5 milhão e olhar a ralé de cima para baixo?

EXPECTATIVA O habeas corpus do diretor de Análise Clínica da Secretaria de Saúde, Tiago Viana Neves Paiva, sobrinho do governador do Acre, Tião Viana (PT), preso pela Polícia Federal durante pela Operação G-7, já foi distribuído no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Alguns torcendo para que a ministra Maria Teresa mande soltá-lo na hora que apreciar a liminar. Três advogados experientes que consultei acham que não vai sair a liminar. Caso o prognóstico se confirme... Explico depois.

DESOBEDIÊNCIA Deputado estadual Moisés Diniz (PCdoB) passou a defender que o governo do Acre declare desobediência civil à decisão do STF que determina a demissão de 11 mil funcionários públicos estaduais. Terá no governador Tião Viana e no PT aliados de larga experiência em desobediência. São eles que desobedecem o referendo em que o povo do Acre decidiu por restabelecer o fuso horário antigo, de duas horas a menos em relação a Brasília.

VEADO Depois do guisado de tatu na Papudinha e da decretação da prisão de Nilson Areal, é torcer para que o pessoal preso pela Polícia durante a Operação G-7, não invente de comer carne de veado, caso o ex-prefeito de Sena Madureira seja transferido para Rio Branco. Com prisão preventiva decretada, Areal continua foragido, possivelmente na floresta, onde ainda caçam veados apesar da proibição.

DESTAQUE Comentário do leitor Antonio Marinho:

- Quem sabe agora pare de aparecer buracos na BR-364 e no programa Ruas do Povo, pois comeram o tatu.

HAJA E AJA Alguém avisa ao Sindicato dos Engenheiros do Estado do Acre que o correto é o imperativo "haja", do verbo haver, e não "aja", do verbo agir. Eis trecho da nota:

- Respeitamos o trabalho da polícia judiciária e da Justiça, mas não pactuamos com a condenação prévia, por meio de setores da imprensa, sem que aja (sic) o direito sagrado da presunção da inocência, da ampla defesa e do contraditório.

LAMENTOS por conta da patifaria no Acre:

- Está tudo dominado. Se eu já queria ir embora do Acre antes, agora quero ainda mais.

Outro:

- Vou fazer igual minha avó. "Meu filho, vou é embora pra Bolívia. Lá as coisas são mais sérias".

FATO HISTÓRICO Não há campanha de assessores e bajuladores, aliados ao silêncio da imprensa, capaz de ocultar um fato histórico no Acre: faz uma semana que empreiteiros, secretários de estado e servidores públicos do governo do Acre foram presos pela Polícia Federal durante a Operação G-7 acusados de formação de cartel, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, fraude à licitação e desvio de verbas públicas. A História será implacável ao lembrar esses fatos.

VITIMA Desabafo de alguém cujo parente foi preso pela Polícia Federal durante a Operação G-7.

- Ele é inocente nessa história toda. Acreditamos nele. Tudo que pesa contra ele é superficial.  Pra você ter ideia da situação que ele se encontra, vira frequentemente o mês com a conta no vermelho. A família e amigos mais próximos fizeram recentemente uma vaquinha pra poder arcar com o custo de uma de suas internações. O que ele tem é uma casa e um carro na garagem. Suas duas paixões materiais. Além de uma família que o apoia. Os "amigos" agora devem desaparecer. Acredite, ele é vítima do seu próprio partido. Infelizmente. Para a decepção dele.

5 comentários:

joaomaci disse...

Bom trabalho Altino, parabéns.
Muitos negam e rejeitam, mas seu trabalho contribui um milhão de vezes mais para a política, do que fazem os “políticos profissionais” de oposição no Acre.

neto Escócio disse...

Altino.
Tenha cuidado pois o Areal pode colocar com areia no seu.

Altemar disse...

Por aqui passou um procurador federal que, inclusive comentado há muito neste blog, chegou a subir em uma maquina de pavimentação a procura de indicios similares. Pois é, a máquina, a obra, o dono, o contratante, a época e outras informações ficam como exercício de fixação para os argutos leitores, porém esse senhor lançou em 2003 um "folheto" de 1152 páginas que traz um estudo muito rico das cousas e das gentes do mundo e acredito que parte do material foi daqui. A booleana sugerida para os usuários do Google é utopia+cristã.
A agenda da semana ficou bem interessante e felizes estão as ressalvas subliminares, parabéns seu Altino.
Curtamos nossa querida, aconchegante e perene friagem e que venha o verãozão.

. disse...

Altino. Não sou advogado de ninguem e muito menos fazendo defesa. Mas em relação ao apartamento, parece que foi assim. O pai dele era dono do terreno aonde foi construido o predio. Como pagamento recebeu da empresa 2 apartamentos (no caso 2 coberturas)... Não estou afirmando, mas já tinha ouvido isso há algum tempo de um parente do rapaz.

Unknown disse...

Muito bem Altino Parabens, aqui de Rondonia eu bajulava e sempre falava muito bem desse governo PT dai do Acre, pois sou descendentes de filhos acreanos do vale do Purus exatamente Sena Madureira, porque aqui em Rondonia exatamente em Porto Velho esse partido acabou com a cidade capital do Estado, e agora vejo vc e as noticias vindo do Acre que mostra o verdadeiro PT que nao difere dos demais no Brasil, infelizmente queimei minha lingua em falar bem desse PT que e igual aos demais, Parabens por seu blog e nao deixe de mostrar a realidade nao seja como muitos dai do Acre que se vendem a troco de CDS.