sexta-feira, 13 de maio de 2011

"ALDO É LEVIANO E USA MEIOS TORPES"

Acre reage em defesa de Marina Silva e Fábio Vaz


O secretário-adjunto de Desenvolvimento, Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia do Acre, Fábio Vaz de Lima, marido da ex-senadora Marina Silva (PV), disse em Rio Branco que avalia a possibilidade de mover uma ação judicial contra o relator do projeto do novo Código Florestal, o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que o chamou de “fraudador de contrabando de madeira”.

- O deputado Aldo Rebelo foi leviano, mas não posso agir da mesma maneira como ele agiu. Não posso pensar com o fígado. Estou avaliando se devo recorrer ou não à justiça. Infelizmente tenho que conviver com esse ambiente da política brasileira - afirmou em conversa exclusiva com o Blog da Amazônia.

Fábio Vaz, como é mais conhecido, disse que Aldo Rebelo deveria gastar energia no mérito dos grandes temas.

- É lamentável que o deputado esteja se desviando por meios torpes. Em vez de debater, o deputado busca subterfúgios para desviar a atenção da opinião pública daquilo que está acontecendo de grave no País, que é essa mudança açodada do Código Florestal Brasileiro.

O secretário-adjunto do governo do Acre disse que tem “plena clareza” de que Aldo Rebelo e alguns ruralistas querem usar o nome dele para atingir a “justa luta” de Marina Silva.

- Eles julgam que é mais fácil atacar a mim, que o público não conhece, o que torna mais fácil fazer com quem pairem dúvidas sobre a minha conduta. Nunca respondi a nenhuma denúncia formal como “fraudador de contrabando de madeira”. Essa é uma leviandade apócrifa que tem sido recorrente na tentativa de atingir Marina e agora foi reverberada de forma torpe pelo deputado. No Acre, onde as pessoas me conhecem mais, estou contando com a solidariedade até do segmento que o deputado defende.

Fábio Vaz é adjunto do secretário Edvaldo Magalhães, ex-deputado estadual e candidato derrotado ao Senado pelo PCdoB. No Twitter, a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), casada com Magalhães, disse que Fábio Vaz é mais que o braço direito do secretário. “É o esquerdo inteiro”.

Leia mais:

Em nota, governador Tião Viana é solidário a Fábio Vaz

Jorge Viana discursa em defesa de Marina e Fábio Vaz

PCdoB apóia Fábio Vaz

7 comentários:

Pietra Dolamita disse...

Hum...Quem tem telhado de vidro, é isso que dá. Mas injusto contra a senhora Marina. Deveria haver uma lei proibindo as pessoas de falarem mal dos maridos ou esposas dos politicos...Eles nunca estão envolvidos com nada...mesmo? E seria bom se defedesem outros assuntos, taís como: Os indigenas que morrem "a míngua" nas florestas...

Paulinha disse...

Onde há fumaça há fogo... Todo mundo sabe que a política de proteger a floresta no Acre é conversa pra boi dormir...Só funciona para os pequenos produtores...agora quem tem dinheiro essa lei não vale.

ALTINO MACHADO disse...

Para o leitor que assina comentários como "Estou sabendo": vamos fazer o seguinte: você deixa de usar apelido, me fornece meios para localizá-lo e eu passo a ser menos cauteloso em liberar todas as ssuas denúncias, ataques, etc. O que não posso é responder judicialmente por você, entendeu?

Acreucho disse...

Então o que se lê no endereço: http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?incidente=2215579 deve ser algum engano?

Altemar disse...

Então, em consulta ao link sigerido pelo Acreucho, vale a expressão "diz-me com quem andas" ou melhor "diz-me com quem te processam"?
Eu hein!!



Altemar Vasconcellos de Souza
Rua Coronel Alexandrino 171
Bosque - Rio Branco AC
CEP 69909-730

Enzo Mercurio disse...

Esse assunto tem que ser mais discutido com a sociedade , nao pode ser no atropelo.
Agora a Marina deve dar uma resposta a altura.

Marcel Marques disse...

"Nunca respondi a nenhuma denúncia formal", o problema é que com a internet, a mentira não tem perna curta, ela não tem perna alguma, é pior que o saci coitada, ai, inocentado ou não, depois pega mal né?