quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O FENÔMENO DILMA

Fátima Almeida

Se Dilma Roussef for eleita será a mulher mais poderosa do mundo,  será Midas, e tudo que tocar vai virar ouro, como o pré-sal, uma jazida cujo conteúdo está estimado em 100 bilhões de barris de petróleo. Isso poderá colocar em descanso as prolongadas tensões no Oriente Médio e deixar aquelas populações, finalmente, em paz. Poderá, com sorte, desacelerar os investimentos na Amazônia voltados para a extração madeireira, num efeito parecido com o da Zona Franca. E como a Zona Franca, vai patrocinar milhares de toneladas de lixo. A indústria automobilística subirá ao pico da montanha e as organizações ambientalistas e científicas deverão sair dos esconderijos e vir às ruas, às escolas, mobilizar os jovens e a população em geral. O pré-sal é a causa motriz do acirramento dessa campanha.

Dilma tem formação clássica e nunca concorreu a cargos eletivos, não tem aquela formação típica do Serra cuja vida política se constituiu passo a passo com a evolução política do Brasil, ainda desde o movimento estudantil, passando pela Constituinte, afora os ministérios e cargos executivos. Não, a Dilma não tem esse tipo de experiência, muito menos preocupações com o discurso e as práticas da democracia formal. Por isso mesmo, ela sabe que nossa democracia é simplesmente formal. E, pelo modo como se deu a sua ascensão meteórica no cenário nacional, cujo pontapé inicial foi sua atuação como secretária de Minas e Energia no Rio Grande do Sul, não é o tipo que ficará refém de parlamentares, em especial do próprio PT, como disse Arbex Jr., na Caros Amigos, edição de setembro.

Aliás, ele mesmo sinalizou para a possibilidade oposta quando disse que Lula sempre teve autonomia frente ao PT, ou seja, sempre fez o que bem quis, como emplacar o clã Sarney no Maranhão, deixando os petistas maranhenses de cabeça baixa. O PT é outra coisa totalmente diferente do que foi enquanto durou sua escalada ao poder, sob o patrocínio da Igreja, desde o próprio instante em que colocou José Alencar na vice-presidência, uma referencia substantiva para o universo evangélico. A cama está muito bem feita para Dilma. O PT não é mais o “PT”.

Dilma é economista, pensa, respira, age como economista, não é e nunca será uma política de carreira, mesmo porque esse modo de fazer política já desgastou ao ponto de se perder por completo total credibilidade no uso ou modo de usar desse receituário antigo de boticário.

Os petistas históricos, não têm mais papel nenhum a desempenhar na história, foram para o armário, são peças de museus andantes. Dilma é um fenômeno típico, divisor de águas nesse processo. A iminente derrota de Serra não tem a ver com plebiscito como se pensava nessa campanha e sim com o fim desse modo de jogo político quando cada qual vinha com seu currículo, seja de esquerda, seja de direita. Isso não vale mais nada. A política e a economia hoje são uma mesma coisa. Lula percebeu isso de cara porque é mesmo um pragmático e não quis ser peça de museu numa sociedade desmemoriada.

Ninguém pode prever o que virá daqui para frente. Quanto ao Acre, veremos como Dilma irá tratar um estadozinho que se constituiu para beneficiar as famílias falidas com a derrocada do extrativismo para manter e ampliar seu patrimônio e que nunca, até mesmo por falta de uma formação clássica, teve inteligência para se auto-superar. Veremos como Dilma vai tratar um Estado que apresenta como desenho e aporte econômico no jogo da economia nacional um mero corredor para o Pacífico, um mero consumidor da indústria alimentícia, automobilística e eletrônica, um mero depósito de lixo.

Fátima Almeida é historiadora


Destaque para o comentário de Josafá Batista: "Concordo plenamente. O Acre, talvez mais do que nunca, precisa ser colocado diante da sua imagem real no espelho. Nossa primeira necessidade é substituir pela REALIDADE os devaneios febris de um ufanismo provinciano e inútil injetado nas nossas artérias ao longo dos últimos 10 anos. Reconhecer nossa imagem real, a realidade como ela é, nua e crua, é o primeiro passo para a organização política racional, objetiva, mobilizadora da sociedade porque lhe diz respeito diretamente. Eu tenho grande esperança nesse processo de desintoxicação."

12 comentários:

Daniel disse...

Excelente texto. Por vezes demonstra certa paixão, mas ainda é um ótimo texto. Apresenta um visão muito coerente do cenário atual e, principalmente, descreve bem o prefil da candidata do PT. Me identifiquei com texto também por trazer questões que me fizeram optar pela Dilma e não pelo Serra. Parabéns.

zentishiki disse...

Darcy Ribeiro tem uma frase que vem bem a calhar nesse momento, onde já perdemos, tendo que escolher entre Serra e Dilma ( já que o brasileiro não sabe usar o voto nulo, o mais inteligente numa hora dessa): "Meus fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu"

Josafá Batista disse...

Concordo plenamente. O Acre, talvez mais do que nunca, precisa ser colocado diante da sua imagem real no espelho.
.
Nossa primeira necessidade é substituir pela REALIDADE os devaneios febris de um ufanismo provinciano e inútil injetado nas nossas artérias ao longo dos últimos 10 anos.
.
Reconhecer nossa imagem real, a realidade como ela é, nua e crua, é o primeiro passo para a organização política racional, objetiva, mobilizadora da sociedade porque lhe diz respeito diretamente.
.
Eu tenho grande esperança nesse processo de desintoxicação.

Ozi disse...

Darcy Ribeiro tem uma frase que vem bem a calhar nesse momento, onde já perdemos, tendo que escolher entre Serra e Dilma ( já que o brasileiro não sabe usar o voto nulo, o mais inteligente numa hora dessa): "Meus fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu"

Lindomar disse...

Caro Altino e caríssima Fátima,

O que mais causa tristeza é saber que ambos, Dilma e Serra, estão absolutamente distantes do que espera o nosso povo. Ambos representam modelos autoritários que buscam o "desenvolvimento" a qualquer custo. No fundo o projeto é o mesmo, neoliberal. Ambos esbanjam arrogância e, por ela, desdenham todas as formas de organização social que não lhes sejam subservientes. Infelizmente penso que essa mesma subserviência continuará marcando e determinando nossas relações com o poder central.

Bom trabalho

Lindomar Padilha

Marcos Afonso disse...

Gentes,
... Quantas energias e dificuldades para justificar um voto no Serra...
Ou na nulidade... Ou na ausência de cor... Não tem problema. Na Democracia pode-se dizer: "Vou votar no Serra, sim senhor!", "Vou votar nulo, óbvio", "Vou votar branco, claro". Eu vou votar Dilma presidente, e penso que isso ainda não é proibido.
Um afetuoso e sincero abraço em todos, deste amigo.

Ativistadacre disse...

Fátima Almeida,IRREPREENSÍVEL !!!
Dilmei...Dilmei...Dilmei Novamente!

Vamos Liderar Um Governo Paralelo!

Fátima Almeida a ARTICULISTA !

Voto Em Voçê Também Fátima Almeida
e, VOTO EM QUEM 'EU QUISER'...

O Voto Obrigatório Ainda É Um Dever
Constitucional Neste Brasil...

Grande Abraço e Voçê Patrocina as
'Comemorações, Vitória Eleitoral'

Sucesso Sempre Mais Fátima Almeida

Joana D'Arc Valente Santana,Eu Sou

Hamilton disse...

Isso aí, esqueçam o passado da Dilma, esqueçam que ela foi uma terrorista da Colina e VAR-Palmares, que ela pegou em armas não pela democracia e liberdade, mas para substituir uma ditadura militar por uma comunista, esqueçam que ela quebrou Porto Alegre enquanto secretária de Finanças, esqueçam que a Erenice, braço direito dela, deixada no lugar de Dilma a pedido dela, transformou a Casa Civil em um balcão de negócios, esqueçam que o compadre dela, o Sr. Cardeal, amigo a mais de 20 anos, fez 1001 maracutaias na Eletrobras, incluindo um calote milionário em um banco alemão. Esqueçam tudo e votem com fé, porque quando falta razão para se votar, substitui-se pela fé!

Para mim, a Dilma deveria estar é na cadeia pagando pelos seus crimes e não concorrendo a presidência, e para piorar, em breve com uma polpuda indenização da Comissão de Anistia (coisa que o Serra recusou, pesquisem).

Viva José Dirceu,Collor, Sarney, Malluf, Genoino, Lulinha (o Ronaldinho dos negócios, segundo o papai Lula), Temer, Erenice, Cardeal, Renan Calheiros e outros tantos pilantras que estão com a Dilma!

Viva o Brasil que perdeu um presidente e ganhou um cabo eleitoral! Com certeza o povo o elegeu para isto!

Viva a Venezuela, porque com o controle social da imprensa, proposto pelo PNDH3 e tão sonhado pelo PT, logo estaremos como eles, lá começou assim! O embrião será o Estado do Ceará, posteriormente o Brasil! Viva!

Viva o loteamento político de estatais e agências regulamentadoras, como a Anvisa, que hoje leva o triplo de tempo para aprovar um genérico, cria-se dificuldade em tudo para poder vender facilidade! Esse é o Brasil que dá certo!

Esse é o Brasil que o povo brasileiro merece se eleger Dilma presidenta!

Por fim, mesmo que o pior aconteça dia 31, o povo acreano não é bobo, pelo menos aqui o Serra vai vencer com folga.

Francisco disse...

A FORÇA DA MULHER BRASILEIRA,EM CASA E NA PRESIDÊNCIA

LEMBRE-SE QUE AO SEU LADO VOCÊ TEM O AMPARO DE UMA GRANDE MULHER QUE O FEZ ASCENDER NA SOCIEDADE E SAIR DA BASE DA PIRÂMIDE SOCIAL E ASSIM PASSOU A CONHECER O SIGNIFICADO DE UM SALDO BANCÁRIO,UMA VIDA MAIS CONFORTÁVEL.

MUITOS SÃO OS MARMANJOS QUE AO LADO DESSAS GLORIOSAS MULHERES PASSARAM A INFLUENCIAR NO MEIO SOCIAL,PASSARAM A TER POUCO TEMPO PARA O TRABALHO E HOJE,AS AUXILIAM NO GERENCIAMENTO DO PATRIMÔNIO CONSTRUÍDO POR ELAS.

TAÍ,PENSE NISSO!DEIXE DE SER PRECONCEITUOSO E NO DIA 31 DE OUTUBRO,NESTE DOMINGO PRÓXIMO,VOTE TAMBÉM NUMA GRANDE MULHER - DILMA 13 PARA DAR CONTINUIDADE AOS PROJETOS ECONOMICOS E SOCIAIS DO PRESIDENTE LULA.

SE AO SEU LADO VOCÊ TEM UMA GRANDE MULHER,ESCOLHA UMA OUTRA GRANDE MULHER PARA O BRASIL CONTINUAR MUDANDO!

VOTE DILMA PRESIDENTE!!!

jletto disse...

Só se for o fenômeno da mentira e corrupção!!!

Leandro Chaves disse...

Hamilton, seu discurso é o "mais do mesmo". Reproduz as sujas ideias propagadas pela grande imprensa golpista, que apoia uma elite derrotada que comandou este país durante séculos e que agora não consegue imaginar ter que compartilhar os frutos com o povo.

Além de ser cheio de inverdades, seus discurso é um desrespeito ao povo brasileiro.

Como dizem, cada eleitor escolhe o candidato que merece...

Hamilton disse...

@Leandro Chaves

Meu caro, me informei antes de formar minha opinião, li o PNDH3, você deveria ler também antes de falar besteira. Tem alguns absurdos misturados com muita coisa boa, jogada para aprovar coisas deploráveis, essa estratégia é velha.

É fato que Dilma fez parte da Colina e VAR-Palmares, inclusive se relacionou amorosamente com alguns de seus líderes. O presidente do Superior Tribunal Militar, ministro Carlos Alberto Marques Soares, colocou em um cofre o processo que levou Dilma Rousseff à cadeia, para que não pudéssemos ter provas documentais do que essa bandida fez, algo completamente inconstitucional.

É fato que a própria Dilma entrou com pedido de indenização na Comissão de Anistia, e pediu para parar o processo durante a eleição, coisa que o Serra não fez, ele abriu mão de qualquer indenização. Já falei, pesquisem.

Segundo você nenhuma das pessoas que citei está com Dilma, OK, continue fechando os olhos para a verdade. Procure saber quem indicou um dos diretores da BR Distribuidora, com consentimento da Dilma, só para você ter uma surpresinha, e se não é descoberto ia indicar o presidente logo após a Dilma vencer, viva o fisiologismo e o loteamento político do PT.

Por fim, já que não há loteamento político de estatais, agências regulamentadoras, fundos de pensão, entre outros, prove o contrário. Vamos lá, tenta!

Indique as inverdades que comentei aqui e no comentário anterior, faça-me este favor. Estou esperando.