sexta-feira, 13 de agosto de 2010

RISCO DE DESABASTECIMENTO DE ÁGUA



O presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb), Semy Ferraz, alerta que o desperdício de água pela população poderá resultar no desabastecimento da cidade.

A baixa capacidade de captação de água do Rio Acre para abastecer Rio Branco se agravou nos últimos por causa da intensidade da estiagem amazônica. O nível do rio está tão baixo que o Saerb já começou a usar bombas flutuantes para captar a água consumida na cidade.

O Acre está cheio de gente que se julga herói na política e no ambientalismo, mas nenhum deles até agora fez algo para evitar a morte anunciada do rio Acre. Não são capazes de respeitar as leis e proteger um aqüífero existente na cidade sobre o qual se constrói, entre outros, hospital e rodoviária.



No centro de Rio Branco, é possível atravessar o Rio Acre a pé

Causa e efeito: caminhão atravessa ponte carregado de toras de madeira para exportação

Lixo toma conta do rio no trecho do centro, onde o esgoto da cidade é lançado in natura

9 comentários:

Dantas disse...

Parabéns pelo alerta meu amigo Altino Machado! Grande abraço.

Gleice de Rezende disse...

O que? O governo florestano, que deu início ao conceito de sustentabilidade no Acre, vê passivamente o recurso hídrico que mantém a vida da capital, se esvair? Que coisa mais contraditória!

Pelo marketing do referido governo pensei que estivéssemos no "país das maravilhas". Como disse Marcos Vinicius Neves, na barra lateral direita da pág. do blog, vivemos um "mundo" que não é o nosso.

silene.farias disse...

A falta de abastecimento regular do líquido pecioso na capital do Acre, em plena AMAZÔNIA , nos desqualifica quanto povo .

Thiago Silva disse...

Ficaria melhor na foto da 'causa' um caminhão "toureiro" (transporte bovino)... e não um toreiro (transporte de toras)...

parabéns pelo alerta.

paz a todos.

naldo disse...

na verdade essa pseudo preocupação do presidente do Saerb é apeas prá inglês vê. Se realmente estivesse preocupado estava combatendo os vazamento nas ruas, que são muitos. esse disperdicio Isso merecia até uma providência mais enérgica dos órgão Publicos resposnáveis pela preservação da água. é impressionante como agente faz a reclamação no Saerb e eles nem aí. O resto é média prá encobrir a inoperância.

joaomaci disse...

É nessas horas que os proprietários de caminhões-pipa, que enriqueceram com a exploração dos habitantes dos bairros mais pobres de Rio Branco durante a maior parte do ano (pois nestes lugares não chega água do SAERB nunca)passam a ameaçar também as reservas de águas subterrâneas que ainda há na capital, e que eles extraem como bem querem.

VÍTOR FARIAS disse...

Fala-se em desperdício, mas faz-se pouco, muito pouco, para combatê-lo. Em minha rua há um cano que jorra água copiosamente nos dias de abastecimento. Apesar das inúmeras ligações, o SAERB ainda não veio resolver o problema. Houve dias em que milhares de litros se perderam durante as mais de 8 horas em que a água foi bombeada para nossas casa. Isso é só um caso nessa cidade de canos arrebentados e, agora, ofuscada por toda essa fumaça. Lastimável!

Victor disse...

LINDO PRA CARA dos Petistas que ligam sua imagem à preservação ambiental.

Sempre foi o maior defeito dos Militantes Vermelhos, tanto PCdoB, como PT: O tal do PREGA, mas NÃO EMPREGA! São bem piores que pastor de 'igreja de segunda'

Victor disse...

Ahhh, eu ainda ia me esquecendo do principal.

Tudo que o SAERB faz, é pela metade, basta dar uma voltinha pela cidade, mas pra quem não percebe vou relembrar em 3 tópicos:
-> Cava, mas nao tapa. (buraqueiras, alegando investimento em saneamento)
-> Estora, mas não conserta. (vazamentos por toda a cidade)
-> Promete mas não cumpre. (desenvolvimento sustentável Recursos naturais para todos, sem falta, e sem desperdício)