quinta-feira, 29 de maio de 2008

RACINHA MISERÁVEL

O UOL e a BBC reproduzem hoje o furo internacional que este modesto jornalista deu com a reportagem publicada na semana passada por Terra Magazine sobre uma das últimas tribos isoladas da Terra, os "índios invisíveis", que foram fotografados em Feijó (AC) e reagiram a flechadas contra um avião.

- Altino, desde que a sua reportagem foi publicada no seu blog e em Terra Magazine, meu telefone não pára de tocar cinco minutos. São ambientalistas, advogados, amigos de faculdade e jornalistas de rádios, jornais e TVs do Brasil e do Exterior. Estou vivendo os meus 15 minutos de fama para chamar a atenção para a vulnerabilidade de nossa fronteira com o Peru, onde os madeireiros estão causando danos graves à floresta e aos índios isolados. O pior de tudo é que eu falo uma coisa e eles escrevem outras - disse o sertanista José Carlos dos Reis Meirelles.

A reportagem do UOL (leia), feita por telefone, a partir de São Paulo, sequer confere o crédito das fotos ao repórter fotográfico Gleilson Miranda, da Assessoria de Comunicação do Governo do Acre, mas à agência AP. Quer dizer que a AP está comercializando as fotos? Miranda não faria isso sendo funcionário do governo.

Por sua vez, quem diria, a BBC (leia) diz que as fotografias de um grupo isolado de índios na Amazônia foram divulgadas "pela primeira vez" por um funcionário da Funai, que sobrevoou a região em uma missão financiada pelo Governo do Acre.


Ninguém menciona que Terra Magazine foi a primeira a publicar reportagem e as tais fotografias. Como vocês podem ver, a sordidez e a má fé da imprensa perpassam Rio Branco, São Paulo e Londres.

Êta racinha miserável. Espera passar um tempo (cinco dias) e depois publica como se fosse furo deles. Seguem tratando a Amazônia como uma terra exótica, pois não aprofundam na questão que mais preocupa ao sertanista José Carlos dos Reis Meirelles Júnior, que é "O começo do fim da Amazônia peruana", publicado por Terra Magazine antes do furo internacional de sua reportagem.

Leiam a mensagem que recebi hoje do jornalista
Tom Phillips, correspondente no Brasil do diário inglês The Guardian:

- Caro Altino, tudo bem com você? Você tem o contato do José Carlos dos Reis Meirelles Júnior por acaso? Um grande abraco.

E assim foram dezenas de outros pedidos de contato com o sertanista que atendi por causa da reportagem sobre os índios isolados. Os russos são honestos. Confira aqui. Ou o brasileiro José Murilo Júnior, do Global Voices.

O episódio me fez lembrar de outra reportagem que foi um furo internacional: o incêndio de Roraima, em março de 1998, quando eu era correspondente da Folha em Manaus. Ao encontrar comigo em Boa Vista, o correspondente do Le Monde no Brasil à época foi logo se explicando:

- Meu caro, usei o seu relato todo e foi a primeira vez que o Brasil foi manchete do jornal.

O pessoal que faz "recortagem" a partir do que escrevo já tinha feito o mesmo comigo no começo deste mês. Leia o post "Bonito de ver e muito singular".

16 comentários:

Anônimo disse...

Passando para apreciar o blog e desejar uma ótima noite, abraços.
wilsonrezende.blogspot.com

Academia Internacionalista disse...

Achei estranho, ontem e hoje passei o dia acompanhando as notícias sobre os isolados e em nenhum momento ví alguém citar sua matéria. No site da Folha até os créditos das fotos estavam errados.
muita sacanagem.

Anônimo disse...

O importante é que o trabalho foi bem feito, deixa o lucro pra eles.

Luiz Matos disse...

Altino,
pra quê chorar? O que é bom tem que se divulgar.. afinal, uma notícia não tem proprietário e uma vez publicada, tem que ser disseminada.

Vai dizer que não era esse destaque que o sertanista almejava? Ver sua causa divulgada nos principais meios de comunicação do país..

Se o UOL "esqueceu" a fonte ou deu uma conotação diferenciada ao fato, já são outros trezentos. O que só ilustra a conduta de seus profissionais.

Como a moda é divulgar.. recomendo fortemente a reprodução (com os devidos créditos) da reportagem abaixo. Foi a primeira, da série que o JN está exibindo esta semana, sobre o uso das TICs no Brasil.

O vídeo trata exatamente da guerra entre indios e madeireiros aí no alto Juruá! Tudo bem que não é o foco da reportagem.. mas creio que o conteúdo é muito válido. Principalmente, por tratar-se de um fato antes inusitado (indio enviando e-mail em massa)!

E para nós, criticos de plantão, vale convocar uma salva de palmas para o editorial da Rede Globo (que fique claro: exclusivamente para este caso).

http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/
0,,MUL537286-10406,00-EMAIL+EVITA+GUERRA+NA+
FRONTEIRA+DO+BRASIL+COM+PERU.html

Abraços e sucesso!
Luiz Matos
(Torcendo para ver outros furos seus na alta mídia brasileira!)

Jose Porfiro disse...

Luto: faleceu Toinho Alves

http://jc.uol.com.br/2008/05/29/not_170137.php



José Porfiro: http://jporfiro.blog.uol.com.br

Academia Internacionalista disse...

olha, o yahoo também publicou sem citar as fontes corretas. Agora virou moda falar desses índios. Uma dúvida: essa Survival International também está envolvida neste trabalho? Porque a Folha deu o crédito das fotos a essa instituição.
http://br.noticias.yahoo.com/s/29052008/40/mundo-funai-alerta-exterminio-indios-na-fronteira-peru.html

já divulguei seu protesto em todas as redes que consegui acessar. Agora, vamos ver se esssas redes realmente funcionam.

ALTINO MACHADO disse...

Que nada, amiga. Essa organização nunca fez nada pelos isolados do Acre. Está apenas surfando na "descoberta", diferente do Meirelles e deste blog que há anos vêm tentando chamar a atenção da mídia para a questão da fronteira.

morenocris disse...

Bom dia, Altino.

Deu agora no Bom Dia Brasil. Era o seu post. Sem os créditos do fotógrafo e o seu, claro.

Beijos.

Sacanagem!

Anônimo disse...

É por essas e outras que tem Indio cobrando pedágio, cortando com terçado engenheiros, bloqueando estradas e etc...Tem Indio até morando na praia já. Com aldeia e tudo.

Estão dando muita confiança a esses indios.

Ainda bem que esses novos não tem televisão nem internet pra ver a palhaçada que fizeram por causa deles, senão iriam querer 2 tratores, 1 avião, a pista de vôo, uma agencia do BB pra receber dinheiro, 10 ONGs e muito mais.

Vão morar perto de índios pra vocês verem... roubam até roupa molhada dentro de baldes. Os moradores do bairro da Escola Técnica que o digam, aqui em Cruzeiro.

Ô racinha!

Dauro Veras disse...

Altino, parabéns pela sua trajetória em defesa da Amazônia e dos índios. Minha solidariedade neste episódio lamentável da cópia sem crédito. Reproduzi o fato e sua crítica no meu blog. Abraço de Santa Catarina.

. disse...

Parabens Luiz, voce escreveu na essencia oque é o indio, acrescento, ainda roubam a naçao, pois as terras que eles dizem ser deles, sao do estado Brasileiro, vendem nossas riquezas e o dinheiro dos impostos, o estado recebe pelas riquezas?... o racinha

Anônimo disse...

Amigo leandrius, sem desmerecer sua opinião penso o seguinte somos uma só raça, então não vamos usar essa oportunidade para ciar mais preconceitos nessa vida. Somos todos índios.

Joelita disse...

Altino,

O Terra Magazine é massa. O problema é que ele fica escondinho no site Terra, sem nenhum destaque paras reportagens ótimas. O destaque todo fica pra bunda de umas e outras, e coisas do tipo.Uma pena. Leio o site todo dia, mas na correria muitas vezes o Magazine passa batido. Os editores tinham de repensar isto. Parabéns pela matéria e parabéns para o Gleilson, o fotógrafo, que fez fotos belíssimas e únicas.

. disse...

Amigo anonimo, por favor nao diga que sou indio, devo ser de origem africana (tenho muito orgulho) por parte de mae sei que somos de origem europeia (portugal, espanha e polonia)... se existem preconceitos na vida sao por que os que se sentem excluidos afrontam nossa sociedade, como os homessexuais, os comunistas etc.

Academia Internacionalista disse...

leandrius,
nem sei porque perder tempo me dirigindo a algém como você. Porque, além de racista você é homofóbico. E deve ser um covarde, escondido atrás de algum fake. Que horror!!! Em que mundo você vive? Nós já estamos no sec XXI e você parou na idade média. Cai na real, cara. Te atualiza.

. disse...

Ecogeek, nao sou covarde, nao me escondo atras de fakes, sou autentico, serio e patriota. Estou na modernidade, mas antes de tudo tenho temencia a Deus, tenho como principio basilar a familia. Nao sou hipocrita, nao sou covarde, sou patriota, sou progressista.

se quiser saber quem sou

wwww.doacreparaomundo.blogspot.com

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=12470087777851013317