quarta-feira, 24 de maio de 2006

RECEITA CAPIXABA

Imaginem se a moda pega. Sete vereadores de Capixaba, um minúsculo município a 77 quilômetros de Rio Branco, foram presos porque realizaram um protesto inusitado: removeram o único terminal eletrônico do Banco do Brasil existente na cidade, que estava instalado na sede da prefeitura, mas não funcionava há 20 dias.

Foram presos Liberato Filho (PFL), Carlos Alves de Brito (sem partido), Ivonilson Silveira de Farias (PPS), Ocimar Slavim (PMN), Francisco Gomes de Oliveira (PTB) e Rômulo Ramos (PT).

A tropa de choque da Polícia Militar teve que proteger a delegacia. Parte da população tentou invadi-la para libertar os vereadores. Eles foram liberados após o pagamento de fiança no valor de R$ 350,00.

- Um sufoco extraordinário foi vivido pelos vereadores depois que cada um deles assinaram (sic) a Nota de Culpa - relata o site Notícias da Hora, epa!, Erros da Hora.

É revoltante a precariedade dos terminais eletrônicos do Banco do Brasil no Acre. Parece que não há fiscalização ou manutenção.

Um comentário:

Saramar disse...

Altino, boa noite.
Eu não gosto de políticos, de maneira geral.Mas, gostei desses vereadores. Não sei a motivação foi pessoal ou cidadã, porém, a atitude foi uma quebra na rotina de aceitação do desrespeito aos diretos do consumidor, tão praticado pelos bancos.
Parabéns a eles.
Mas, como estamos no Brasil, foram presos. Ai, ai! Quantos outros deveriam estar presos, como aquele jornalista que matou a namorada, e continuam tranquilos por aí, não?
Ai, falei demais, pra variar. Chega.

Beijos