quarta-feira, 29 de maio de 2013

Secretário preso pela PF durante Operação G-7 goza de acesso à internet no presídio


O empresário e secretário Adjunto de Gestão da prefeitura de Rio Branco, Assurbanipal Barbary de Mesquita, mais conhecido como Assur, é um dos 15 réus presos pela Polícia Federal durante a Operação G-7 - o grupo de sete empresas de construção civil que atuava de modo articulado para fraudar licitações de obras públicas no Acre.

Indiciado por formação de cartel, Assur está preso na Papudinha, em Rio Branco, mas nada o impede de passar o dia conectado à internet.  Está desde as primeiras horas da manhã conversando com amigos via Gtalk, o mensageiro instantâneo do Google.

Com a palavra o diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre, Dirceu Augusto, que costuma ameaçar a imprensa com ações judiciais. O diretor acoberta esse tipo de privilégio?

Transcrição ipsis litteris de um dos tantos trechos do relatório do inquérito da Polícia Federal em que Assur é mencionado:

"Foi demonstrado através das interceptações telefônicas que os investigados SALOMÃO (empresa ELEACRE), CARLOS SASAI (empresa CONSTRUTERRA), SÉRGIO NAKAMURA (empresa ÁBACO), ADRIANO (empresa MAV), juntamente com VLADIMIR em associação com seu pai Jorge Wanderlau (empresa ENGECAL), SÉRGIO MURATA (empresa ETENGE) e JOÃO BRAGA (procurador da empresa ALBUQUERQUE ENGENHARIA), realizaram acordos e ajustes em detrimento da concorrência visando à contratação de obras públicas. Este grupo de empresas conta ainda com a colaboração de ASSURBANIPAL (empresa Vectra) e de CARLOS AFONSO (empresa AGE)."

2 comentários:

Victor Silva disse...

Altino meu camarada, eles estão é presos e não mortos. Eu ficaria surpreso se fosse do além!!rsrsrs

altvR disse...

Altino, com todo o respeito à matéria e a você, mas poderíamos até brincar com tal situação, dizendo que se trata de serviço de internet Wi-Fi da própria penitenciária, via "Floresta Digital", haja vista a contumácia de tal nos presídios nacionais; não nos esqueçamos do serviço de telefonia celular, tão comum quanto àquele!