quinta-feira, 5 de maio de 2011

SERVIÇO PÚBLICO

De camiseta, bermuda e chinelo, conduzindo carro com emplacamento oficial, às 17h25 desta quinta-feira (5), o sujeito veio jogar lixo na Estrada Raimundo Irineu Serra. Não temos a quem recorrer contra este estado de coisas. É o Acre.


Atualização às 18h29

O secretário de Serviços Urbanos, Cezário Braga, promete identificar o motorista, o órgão público a que pertence o carro e comunicar o caso ao Ministério Público Estadual.

Braga disse que fiscais, que usam motocicletas, atuam em quatro pontos da cidade onde costumam jogar lixo.

O secretário reconhece que a estrada da Área de Proteção Ambiental Raimundo Irineu Serra é uma das mais críticas.

Há duas semanas, avistei dois homens obstruindo o começo do trecho de barro da estrada. Preocupado em se livrar de possível multa, o dono da pick-up removeu o entulho um dia após o flagra.

Os R$ 70 que recebeu como pagamento para transportar o lixo foram usados para pagar o dono de uma pá mecânica que fez o trabalho de remoção.

Recentemente, um morador do bairro, com mais de 70 anos, levou um soco no rosto ao pedir para alguém não jogar lixo na margem da estrada.

O fato é que não existe sequer placa informando que se trata de Área de Proteção Ambiental ou que é proibido jogar lixo.

A 7 quilômetros daqui, a limpeza do centro da cidade encanta os turistas que não percorrem a periferia.

4 comentários:

Thiago Silva disse...

q absurdo!

indignação antiga e sentimento de impotência!

rogo a Deus que suas fotos ajudem a acabar com esse CRIME!!!!


paz e bem!

Acreucho disse...

Altino, imagine "se não fosse uma área de proteção ambiental"!

@eutogorda disse...

não dizem que o acre é sustentável?
ah é , esqueci que aqui no acre tudo que parecer ser não é, realmente vivemos em um mundo perdido! haha

kemmil disse...

Verdade!