sábado, 6 de novembro de 2010

HOSPITAL VIRA INFERNO EM NOME DE JESUS

E assim acordei após anestesia geral na Fundação Hospital do Acre. Evangélicos aproveitam o horário de visita para suas pregações barulhentas. Fazia quase 40 graus na sala.

13 comentários:

Ativistadacre disse...

Altino,o Brasil É Um País LAICO,mas
Isso Aí É Esculhambação e Assinte à
Saúde Mental e Pública do Cidadão!!

Sem Comentários Maiores,o Hospital
Evangélico Serviria Prá 'Isso Ai'??

Realmente,Estimo Suas Melhoras!

Grande Abraço,Joana D'Arc

silene.farias disse...

Lembrei de uma visita que fiz ao Hospital para pessoas com problema mental. Gostei do diretor, fez uma reunião com as visitas e avisou que era proibido qualquer manifestação religiosa, pois poderia agravar os problemas dos doentes, quem estivesse interessado em orar ou rezar que o fizesse em silêncio ou em voz baixa.Bem poderia ser uma regra geral para todos os hospitais.

Fátima Almeida disse...

Todo Hospital é considerado zona de silêncio, eté onde sei, não é permitido sequer buzinar nas cercanias. Imaginem se eu fôsse internada e entrasse uma turma de cabeça raspada entoando Hare Krshna hare hare, hare rama, rama Krshna,rama rama, hare hare, com aqueles guizos todos..eu ficaria felicíssima mas a direção do hospital iria proibir. os direitos devem ser iguais. Altino, estimo suas melhoras.

Ozi disse...

Lembro-me de quando tive que passar oito meses hospitalizada. Aconteceu de tudo. Eu poderia escrever um livro sobre as insanidades que presenciei e tive que aguentar. Ainda bem que tb pude usufruir de coisas boas e sou grata por isso. Lembro de várias vezes ter "aceito Jesus" em meu coração e em seguida dizer: "mas não vou virar evangélica, obrigada!" a cada vez que tentavam me converter. Levava na esportiva, mas observava a expressão dos devotos que praticamente diziam: "Ela não vai se salvar, mas tentamos". Altino, esse tipo de paciência que vc está tendo que ter, tb faz parte do processo de cura. Faz parte do tratamento "humanizado" da saúde no Brasil, infelizmente.

Marcel Marques disse...

Altino, espero que recupere-se o mais rápido possível, não desejo castigo como esse nem mesmo ao meu pior inimigo.

Quanto ao Brasil ser laico, bom, na carta magna pede-se proteção divina. Não pode-se debater assuntos atuais e de grande interesse coletivo como o aborto, união de homossexuais, e etc., sem a CNBB se meter no meio (O que tem grande peso na hora da decisão dos nossos deputados, já que católicos representam boa parte do eleitorado), para os fanát.. ops, digo, protestantes a ascensão de um pastor é ser político levantando a bandeira "evangélica", é duro, imaginem um diretor proibir tal comportamento, ainda mais aqui no Acre onde tudo é perseguição e munição para oposição, só nos resta lamentar.

Andarilho disse...

Melhoras para vc Altino.
Queria que tivesse vários Altinos, por perto quando tivesse um paciente ou parente desses fossem destratados nas enfermarias e leitos.
O tratamento seria outro.
Uma das faltas nessas unidades de saúde é que as pessoas fingem que trabalham e quando não conseguem destratam os pacientes. Não sou todos funcionários.
Falta organização, padrão de trabalho, normas a serem seguidas dentro e fora da unidade. Não queremos ver funcionários de saúdes saindo do local de trabalho pra fumar ou outra coisa, vestidos com seus jalecos. Trazendo e levando sugeiras para dentro das unidades. E nem andando pelos corredores sem ter um objetivo, que não seja, de atender bem um paciente, para o bom andamento do lugar.
Será que esse diretores que são nomeados tem conhecimento mesmo da area?

Vingador disse...

Bem,
Eu acredito que eles erram com a intenção de ajudar, neste caso só nos resta ter paciência e apelar para o bom senso de cada um.
Quanto a questão da laicidade do estado realmente ele é laico e não ateu.

Janu Schwab disse...

Melhore, guerrilheiro. E livre dos delírios delirantes dessa neo-cruzada cristã. Abraço.

ACRE GOSPEL disse...

não fala oque você não saber deixa.

Cartunista Braga disse...

Ovelha sem pastor, berra demais e atrai alcatéia. Mas pastor atento, proteje e ensina seu rebanho a não ir longe demais.

Daniel Mello disse...

Calma, que depois do purgatório vem o céu.
Melhoras!

FLÁVIO SANTOS disse...

Isso é só um aperitivo de como SERÁ O INFERNO, IMAGINA A BARULHEIRA?????

Lindomar disse...

Caríssimi Altino,

Que situação lamentável! às vezes me pergunto se não é o caso de percebermos quem está mais doente: os que estão internados ou os que gritam, falam ao leo como se jogassem pedra na lua com a intenção de derrubá-la. A você, paciência e muita sorte (sorte melhor que essa). Acho mesmo que já passou da hora das autoridades tomarem providências no sentido de garantirem a lei do silêncio nos hospitais, enfermarias, ambulatórios... Desejo melhoras e prata recuperação.

Lindomar Padilha