terça-feira, 18 de dezembro de 2007

MALDITO PAC


Caso você tenha algo a receber a partir de São Paulo, por exemplo, não caia na desgraça de aceitar que alguém recorra ao PAC - o serviço de encomenda da linha econômica dos Correios para o envio exclusivo de mercadoria.

Foi postada para mim, no dia 7 de dezembro, a partir da Avenida Paulista, uma de minhas máquinas fotográficas digitais. Os prazos de entrega variam de acordo com as localidades de origem e destino.

Embora o prazo para o Acre seja de oito dias, até hoje não recebi a encomenda, cuja postagem custou R$ 29,00. Maldito lojista, a quem recomendei que enviasse via Sedex, que não demora tanto.

A encomenda, acreditem, vem de São Paulo ao Acre pela estrada. São mais de 3 mil quilômetros de chão. Desde ontem encontra-se em trânsito, entre Cuiabá e Rio Branco.

Telefonei ontem para a sede dos Correios em Rio Branco e me informaram que a encomenda chegaria hoje em avião. Fui lá na hora marcada e nada. Disseram que virá num caminhão e que poderá demorar mais um ou dois dias.

A tortura maior é acompanhar a incompetência da empresa a partir do histórico do objeto. Nada confiáveis o PAC dos Correios e o PAC do governo federal.


Confira aqui o histórico.

4 comentários:

Saudades do Acre disse...

Cidadão cardíaco + PAC dos Correios + PAC do Lula = PAC(Pronto Atendimento Cardiológico)

Jonas Amado Araújo disse...

Caro Altino,

Esse PAC também me deu uma dor de cabeça. Imagine só:

Minha esposa tinha que enviar um pacote pequeno para uma amiga em SP (interior) e como vou para SP toda semana, ela me pediu que postasse de lá. Com o intuito de chegar mais rápido.

Postei em SP, tudo certo...

Depois de 10 dias, pra nossa surpresa, chegou na minha casa (em Natal - RN) o pacote de novo. Os correios em vez de enviarem para o destinatário, enviaram pro remetente. Resultado? Prejuízo. Até hoje estamos tentando receber o dinheiro de volta. Pediram até foto, imagina, foto da caixa. Até hoje não me devolveram o dinheiro.

Vai ver enviaram o dinheiro por PAC, e o dinheiro voltou pra eles mesmos.

Estatal = ???

Abraços,

Jalul disse...

Altino, isso é questão de sorte. Meu irmão pediu um objeto das Americanas, recebeu em 4 dias. O HP daqui de casa chegou mais de um mês depois.
É sorte (ou azar) do consumidor.
O caso da máquina é de irresponsabilidade da empresa, mesmo.
Agora, o pior é comprar e nunca receber. Aliás, em que pé está o caso do laptop?

Unknown disse...

Sei não, viu? Mas, estou duvidando que o Altino esteja, de fato, reclamando do PAC. Eu acho que ele quer mesmo é mostrar o "maquinão" que comprou. Eu, tivesse uma dessas, mostrava prá todo mundo.