terça-feira, 30 de maio de 2006

MISTÉRIO DA CLARIDADE



Antonio Alves

O que significa este céu azul em que passeiam leves nuvens de branquíssimo algodão, esta luz espalhada por sobre o verde limpo, este brotar repentino de flores amarelas por toda parte?

O que quer dizer uma chuva forte na tarde do derradeiro domingo de Maio? Por que essa insistente cantoria de passarinhos, essa algazarra de crianças, esse pé-de-vento que resolve, de repente, espalhar as folhas no terreiro?


Há algo inexplicado na cor muito viva dessa parede nua, que exibe seus tijolos, e na maneira como o sol faz e desfaz e refaz sobre ela desenhos de sombra e luz.

Aqueles cachorros brincando na beira da estrada, o modo com saltam e correm, o olhar que me dirigem quando passo, sem medo, como se me convidassem a entrar no jogo, isso certamente é um enigma.


Há, sem dúvida, um motivo para que justamente agora aquela linda moça desça do ônibus e sorria para o namorado que a esperava e se abracem e saiam caminhando de mãos dadas, conversando tão alegres.

E o sabor desta fruta, que fica na memória muito tempo depois de ter estado na boca, traz uma mensagem e quer comunicar alguma coisa muito importante.


O que há, afinal, por trás de tudo isso?


Li o texto do Toinho Alves, no blog O Espírito da Coisa, e fiquei com água na boca ao lembrar do cupuaçu colhido ontem. Quebrei-o na tentativa de encontrar dentro dele alguma dica para decifrar os enigmas. Permanece o mistério da claridade.

5 comentários:

Saramar disse...

Ai, Altino, e ele ainda pergunta o que há, depois de nos encher os olhos, a boca, a alma de tanta doçura e luz e beleza?
Estou aqui escolhendo com o que me deleito: com o cupuaçu (essa foto me encheu a boca d'água) ou com esse canto do Antônio cheio de delícias para todos os sentidos.
Que maravilha!

Eliane Fernandes disse...

Também fiquei com água na boca ao ver esta fruta maravilhosa. Me lembro de um creme de cupuaçu preparado por uma acreana com todo o carinho. Que maravilha.... oh saudades deste Acre!

Aleta disse...

Humm eu também estou aqui com água na boca só de ler e ver a foto do Cuapuçu.

Sergio Souto Sempre disse...

Depois que a tarde escancarou sua alegria.
O sol que por todo dia se despiu.
Deixou as estrelas espelharem-se, sobre
o leito calmo do aquiri meu rio.

sergio souto disse...

Ô altino !
O cupuaçu está deliosamente lindo. Mas
este céuzão maravilhoso visto com as lentes do toinho, me desculpe...
são do carrrrrraaawwoodczxsd !!!