sábado, 9 de maio de 2015

No Acre, soldados do Exército jogam lixo do 4º BIS em Área de Proteção Ambiental


Uma guarnição formada por três soldados do Exército Brasileiro, em caminhão toco do 4º BIS (Batalhão de Infantaria e Selva), se deslocou do quartel para despejar lixo, às 15h40 desta sexta-feira (8), na estrada da Área de Proteção Ambiental Raimundo Irineu Serra.

A vergonhosa operação dos homens do 4º BIS foi presenciada pelos moradores da APA. A Estrada Raimundo Irineu Serra chegou a ficar obstruída e os moradores tiveram que deslocar a montanha de lixo para a margem, restabelecendo o tráfego no final da via, que não é asfaltado.

Uma equipe da Semeia (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) foi acionada, vasculhou o lixo, mas anunciou aos moradores que nada poderia ser feito porque não havia indícios que pudessem permitir a identificação de qual batalhão é a autoria do crime.

Na manhã desta sábado (9), à luz do dia, ainda continua exposto na estrada documentos do Exército Brasileiro, camisetas, cabos de impressoras, disco rígido, controle remoto, livros e outros materiais descartados pelos militares.


Num dos documentos, intitulado “Quadro da rede rádio do comando de fronteira Acre 4º BIS”, além da escala, consta os telefones para contato dos “destacados”. No final do documento, trecho da Oração do Guerreiro da Selva: “Mas se defendendo esta brasileira Amazônia/ Tivermos que perecer, ó Deus/ Que façamos com dignidade/ E mereçamos a vitória! Selva!”.

Os moradores esperam que a Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente da Bacia Hidrográfica do Baixo do Acre, chefiada pela promotora de Justiça Meri Cristina Amaral Gonçalves, adote as providências que julgar necessárias para apurar a ação criminosa dos homens do Exército Brasileiro.

Também esperam que o comandante do 4º BIS, tenente coronel Medeiros Júnior, identifique qual de seus subordinados ordenou que a guarnição fosse jogar lixo na estrada da Área de Proteção Ambiental.




Um comentário:

Thiago Silva disse...

vergonha desse total desrespeito!