terça-feira, 26 de novembro de 2013

PCdoB pode abandonar a Frente Popular do Acre, diz Edvaldo Magalhães

Encontrei o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços, Ciência e Tecnologia do Acre, Edvaldo Magalhães. Ele é casado com a deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC). Digamos que o casal é dono do PCdoB no Estado.

Questionado sobre a disputa no Acre por uma vaga no Senado, Magalhães não pediu segredo:

- Só resta uma opção ao PT: desistir da candidatura do senador Anibal Diniz e apoiar a candidatura da Perpétua ao Senado. A candidatura dela é pra valer, irreversível. É uma decisão da direção nacional do partido. Caso o PT nos impeça disso, vamos entregar os cargos que ocupamos no governo, abandonar a Frente Popular do Acre, e a Perpétua vai disputar o Senado apoiando outro candidato ao governo.

2 comentários:

Jose Antonio disse...

É mais fácil chover canivete do que isto acontecer, no final vão ganhar mais cargos e finito.

altvR disse...

Bom dia, Altino!
Gostaria de propor a vc uma 'aposta':
com todo o respeito ao senhor secretário em questão, acredito que nem ele nem os seus irão entregar os cargos; ainda, que o Partido dos Trabalhadores não irá desistir daquela candidatura! Por favor, e vc?
Abraço forte e bom trabalho!