quarta-feira, 18 de setembro de 2013

4º Fórum Sicoob Norte em Rio Branco

3 comentários:

Carlos Floresta disse...

Até o cooperativismo é desvirtuado no Acre, lembram daquela "cooperativa que tinha UM dono" e que ganhava uma granaça pra cuidar do Parque da Maternidade? A cooperação em questão era entre o Poder Público e o "dono". O restante dos cooperados eram trabalhadores com carteira assinada mesmo: muito trabalho, pouco dinheiro.
Tem também a história de uma dessas cooperativas aí, um banco especificamente, ligado à Segurança Pública, que faz empréstimos "diferenciados" (a maior) para uns poucos ungidos e com taxas bem menores e prazos mais extendidos... Teve até um cooperado que trabalhava lá que resolveu meter a mão no dimdim do pessoal...
É preciso cooperar caráter, honestidade e lisura porque "dinheiro na mão é vendaval" segundo Paulinho da Viola.

Carlos Floresta disse...

Onde se lê "extendido", leia-se "estendido".

cleitonPena disse...

O velho ditado diz que gato escaldado tem medo de água. Mas, quero dar meu depoimento, a respeito do Sicoob, já que acabo de me associar. E fiz isso porque senti grande responsabilidade nas pessoas que comandam o processo e fiscalizam as cooperativas de crédito. Portanto, entendo o o que @Carlos Floresta quis dizer, mas peço que faça como eu e observe quem são as pessoas que estão envolvidas na organização do Sicoob e veja que os tempos são outros.