segunda-feira, 15 de abril de 2013

GOVERNO CALA ELIANE SINHASIQUE NO RÁDIO

Pressionada pelo governo estadual, a jornalista Eliane Sinhasique, vereadora mais votada de Rio Branco pelo PMDB, se despediu nesta tarde de seus ouvintes na Gazeta FM, onde apresentava há 25 anos o programa de maior audiência da cidade. Há 18 anos, paga R$ 5,8 mil mensais por três horas diárias na programação da emissora.

- Para que você tenha ideia, quando o governador Tião Viana telefonava para avisar que visitaria a direção, no prédio onde funciona o jornal A Gazeta e a rádio, perguntava: "A Eliane está aí? Se estiver não vou". A situação se tornou insustentável para mim e para direção da emissora. Eleita vereadora, a "radialistazinha" passou a ser encarada como alguém que devia ser calada. Vou continuar terceirizando as três horas na emissora, mas, a partir de agora, será um programa água com açúcar, sem qualquer questionamento ou crítica. Compreendo a situação da direção, que possui uma empresa de comunicação num Estado onde o governo é usado para tentar controlar a vida de todos. A maioria dos empregados depende de contracheque e a iniciativa privada não tem força para manter veículos minimamente livres ou independentes. É lamentável, no Acre, que a política de convencimento tenha sido suplantada pelo cercearmento descarado. Isso apenas expõe a crise que vivemos no Estado, mas a vida continua.

O PT é burro demais

No governo de Jorge Viana, por exemplo, surgiu em Rio Branco o site Notícias da Hora. O radialista e editor Roberto Vaz era um dos sócios.

Inconformados com a linha editorial, que não era plenamente subserviente, o que fizeram o governo e os estrategistas de sua comunicação?

Convenceram um dos sócios a comprar a parte de Vaz. Custou R$ 150 mil. Com o dinheiro, Vaz abriu o AC 24 Horas, que logo se tornou o mais acessado do Acre, e o Notícias da Hora fechou desde então.

Vaz é sócio da Gazeta FM, embora não apite em nada, pois não contrata nem demite. Apenas recebe o pró-labore.

É mais ou menos o que vai acontecer com Eliane Sinhasique. Além de ganhar fermento para a pretensão de ser prefeita de Rio Branco, vai fazer o programa dela na rádio Boas Novas, da deputada Antonia Lúcia (PSC-AC).

- Não pensem que me tirando do ar da Gazeta FM vão me calar. Enquanto eles fecham uma porta, Deus abre um portão - disse em entrevista na Boas Novas.

Eliane Sinhasique se despediu no Facebook com a mensagem a seguir:

"Boa tarde meu povo!

Decisões precisavam ser tomadas.

Tomei.

Hoje será o ÚLTIMO PROGRAMA da Eliane Sinhasique na 93,3FM.

As 14 horas, de hoje,entro no ar para encerrar um ciclo de 25 anos na mesma emissora.

A situação estava desconfortável para mim e para a direção.

Não posso prejudicar a emissora e nem o jornal (com meus artigos veêmentes) que me deram tantas oportunidades e alegrias mas, também não posso permanecer no ar sem ser eu mesma, sem poder me expressar, sem poder dar voz e vez ao povo como eu fazia (sempre de forma respeitosa)...

Hoje sou vista não mais como uma "radialistazinha", mas como uma inimiga política do PT pelos meus posicionamentos coerentes com os meus princípios éticos, morais e partidários.

Como representante do povo, encontrarei outros caminhos, outras formas, para denunciar o que precisa ser denunciado e falar o que precisa ser falado.

Saio com meu coração partido mas com minha cabeça erguida.

Obrigada Sílvio, Obrigada Ivete Martinello. Sei que a questão não é pessoal e nossas relações comerciais permanecerão inalteradas."

4 comentários:

Francisco Dias disse...

Lá vem aquele pato que aparece toda hora
Pura firula dura de colar
Gravata e sapatinho, etá moço bom!
Que só fala

Querendo encher o bolso
De sangue e de bala
Com a sua cara lisa digna de dó
Me empresta bem depressa um santinho bom
Mas demora

E a gente se atola ô ô
Até o pescoço ô ô
Se mantendo vivo
Sem perder o riso

O que preciso fazer o nobre cidadão? (cidadão, cidadão)
De que preciso fazer o nobre cidadão?
De que preciso fazer o nobre cidadão?
De quem preciso fazer o nobre cidadão?

Preciso ter coragem de acorda todo dia
Lavar a cara, recomeçar
Um pouco de vontade já vai ajudar, será?
Com tanta gente contra a gente dança
E muita gente vai se envergonha
De ver essa lambança se multiplicar
Se multiplicar, se multiplicar

E a gente se esfola ô ô
A gente roe o osso ô ô
Toma prejuízo
Mas não larga o vício

O que preciso fazer o nobre cidadão? (epa, epa)
De que preciso fazer o nobre cidadão? (tem que tá na lida, tem que tá na lida)
O que preciso fazer o nobre cidadão? (é todo o dia, é todo o dia)
De quem preciso fazer o nobre cidadão?

Preciso ter coragem de acorda todo dia
Lavar a cara ,recomeçar
Um pouco de vontade já vai ajudar, será?
Com tanta gente contra a gente dança
E muita gente vai se envergonha
De ver essa lambança se multiplicar
Se multiplicar, se multiplicar

E a gente se atola ô ô
Até o pescoço ô ô
Se mantendo vivo
Sem perder o riso

E a gente se esfolla
Mas larga o osso

O que preciso fazer o nobre cidadão? (é cidadão, é cidadão)
De que preciso fazer o nobre cidadão? (é todo dia , é todo o dia)
O que preciso fazer o nobre cidadão? (tem que tá na lida, tem que tá na lida)
O que preciso fazer o nobre cidadão?


Se diz o bom, só lembra do povo em ano de eleição, na contramão
Se diz nobre cidadão, afundando nação
Na maleta, na cueca cabe mais de um milhão
O jogo vai virar chega de corrupção, o povo faz jus e quer o pão
Vocês vão vivendo só na gozação
chega de papo e vem na nossa condição


O que preciso fazer o nobre cidadão (tem que tá na lida, tem que tá na lida)
O que preciso fazer o nobre cidadão (é todo dia , é todo o dia)
O que preciso fazer o nobre cidadão (tem que tá na lida, tem que tá na lida)
O que preciso fazer o nobre cidadão.
SAMBÔ...

Fred Viana disse...

É interessante ver que, no final, os "tiros" que o Governo da nos seus opositores acabam saindo pela culatra, acabando por prejudicar a eles mesmos.

eliomar m. disse...

Meu caro Fred Viana, esses tiros não deveriam nem sair das bazucas do governo. Mais como estamos sendo governado por um ditador que é fan do coronel Hugo Chaves, que o submundo dos quintos dos inferno o levou não podemos espera mais nada nesse império.

Alugueis, produtos e serviços disse...

Se a FUNAI não pode fazer 40 horas semanais não deveria tê-lo feito no edital e sim regime de turno initerupto em escala de trabalho, a verdade é que imaginavam ficar na cidade e cumprir missões em campo periodicamente e não permanentemente. É injusto culpar trabalhadores quando houve incompetência da FUNAI em formular edital. Agora querem convencer o Brasil de que é errado lutar por direitos???? Isso é ditadura !!!