sexta-feira, 15 de março de 2013

NO ACRE, UMA BIBLIOTECA SEM LIVROS


O prédio de três andares cercado de vidro fumê, com 1,5 mil metros de área construída, se destaca pela sua arquitetura em meio às demais edificações no centro de Cruzeiro do Sul (AC). No prédio, já deveria estar funcionando a Biblioteca Pública Estadual, mas por enquanto, as salas continuam vazias. O governo informou que a inauguração da obra, que custou R$ 4,9 milhões, está dependendo da compra de móveis, equipamentos e acervo bibliográfico, que sequer foram licitados.

Sem exotismo, repórter Genival Moura, do G1, expõe um Acre real. Clique aqui e leia mais.

Meu comentário

Escola fechada por falta de água, biblioteca sem livros, carros da polícia sem sirene, giroflex e xadrez (leia) e eu a lembrar da declaração de Tom Zé, em setembro do ano passado:
- Rapaz, eu estive em Rio Branco! É indescritível. O Brasil tem braços pra leste e pra oeste. Nunca vi brasileiros tão brasileiros. Aquilo é uma espécie de futuro. As administrações têm alimentado o público com um largo programa cultural de artistas do Brasil e de fora, em diversas áreas. Biblioteca pra todo lado, crianças lendo, estudando, brincando. O Acre é um País do Primeiro Mundo. Se eu pudesse, moraria lá.

4 comentários:

Julio Cesar dos Santos Fernandez disse...

É uma nova criação do nosso governo estadual, agora temos UM ELEFANTE PRETO, o que já é uma grande novidade, o normal são os elefantes branco, uma grande inovação da administração petista.

Julio Cesar dos Santos Fernandez disse...

Caro Altino agora em Cruzeiro do Sul, temos a criação de uma grande novidade, um ELEFANTE PRETO, estava acostumado com elefantes brancos, mas como são novos tempos, vamos comemorar.
obs.: Somos um estado muito rico, podemos gastar alegremente quase cinco milhões (se não teve aditivo), nesta nova criação, parabéns aos nossos administradores estaduais.

simplesmensagens disse...

Uma coisa temos que admitir e podemos estar certos: As propagandas "iluso-fantasiosas", da mídia corporativista realmente é forte. Até Tom Zé (grande músico intelectual - assim considerado por muitos) caiu no conto do vigário.
Agora imagine como será que entra essas mesmas propagandas na cabeça dos chamados analfabetos funcionais que representa a massa votante de nosso estado???
Resultado: Isso que está aí.

Albuquerque disse...

Sou professor da rede pública estadual há dois anos, Altino na escola onde trabalho nós professores fazemos cota para comprar água, copos e café, os banheiros dos alunos ficaram quase seis meses quebrados, os alunos usam o banheiros dos professores em caso de 'necessidade', trabalhamos todo o ano de 2012 com salas de aula com até 52 alunos no primeiro ano, algumas sem ventilador, um calor insuportável, mesmo pela manhã, fico imaginando meus colegas da tarde. O diretor se esforça mais sempre diz que a SEE nega seus pedidos por melhorias. O ano letivo começou e a SEE mandou construir mais duas salas de aulas para atender os primeiros anos do ensino médio, ocorre que as obras iniciaram uma semana antes do ano letivo e somos obrigados a ministrar aulas para duas turmas juntas no auditório, sem ventilador, nem ar-condicionado um caos. Sem falar que ainda falta professores em algumas disciplinas. O ano se inicia e os velhos problemas tornam-se 'novos' agora, quase nada foi corrigido. Infelizmente, a educação não é tratada como uma política de Estado, e sim, de conveniência política,projetos e programas que não têm continuidade, se acabam em curtos períodos, para criar frases de efeito na mídia, como fazia o Binho, uma enganação a realidade de sala de aula é totalmente diferente e, a nossa educação está em falência completa. E não é culpa dos professores não, têm professores competentes, inovadores, com mestrado, especialização, mas a coisa trava na falta de condições material, apoio pedagógico etc, pra vc ter uma idéia não têm mais pagela nas escolas usa-se uma cópia com os nomes dos alunos, uma vergonha. Quando vejo milhões gastos com propagandas e eu pagando para beber água na minha escola, é dificil, triste realidade. Abraço Altino leio seu blog todos os dias, é blog mais democrático da Acre.