quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

MARCUS VIANA

Contado pela historiadora Fátima Almeida, vale para quem critica o prefeito de Rio Branco, Marcos Alexandre (PT), que acrescentou ao nome o patronímico "Viana":

"O indigenista Abel Kanaú me contou que esteve, em Rio Branco, num grande encontro de indígenas em mil novecentos e tantos. Daí chamou a atenção um conhecido dele, da etnia kulina, que estava com o crachá trocado, quando o índio disse: "Não, esse é o meu nome mesmo". E o Kanaú indagou: "Teu nome não é fulano de tal?" E o índio respondeu: "Eu enjoei daquele nome".
 

Deve ser coisa somente dos Kulina, lá do Igarapé do Anjo, onde o Kanaú ficou por nove anos, findo os quais publicou a gramática da língua kulina. Essa etnia, ao que parece, não tinha sido atrelada ao extrativismo de borracha, como ocorreu com os kaxinawá e outras."

Perguntei ao líder indígena Joaquim Tashka Yawanawa se o povo dele troca de nome quando enjoa.

- Nome e coisa muito relativo. Tenho um cunhado que se chama Rodiney, filho de seringueiro, que nasceu lá mesmo pelas bandas do Rio Gregorio. Minha irmã, não sei por qual motivo, resolveu dar um nome Yawanawa para ele e o chamou de Wasaro Keneya. A galera da aldeia não perdoou e começou a chamar ele de Assaram o Kanaro, outros chamaram de Mataram o Keneya, e assim por diante. I
sso tudo pra ele, que aceitou o nome, tomar jeito e não ficar inventando moda.


Comentário do engenheiro Roberto Feres, perito da Polícia Federal:

- Minha irmã não adotou o nome do (ex) marido e continua Cláudia Feres. O filho dela, Rafaelle Stasi Neto, por ter o nome do avô, não é Feres. Quando separaram, ele teve um segundo filho com uma moça, também de sobrenome Feres, com quem não se casou. O menino se chama Giacomo Feres. Mamãe, Josette Feres, é muito conhecida por conta dos cursos que ministra para professores de música e, certa vez, a professora do Giacomo perguntou a ele: você é parente da Josette? O menino, que devia ter uns quatro ou cinco anos, no máximo, respondeu: "Eu não sou não, professora, mas meu irmão é neto dela".

2 comentários:

cplauto disse...

Muito boa Feres.
O garoto Marcus Alexandre está sendo oportunista. Como diria a propaganda "Quanto mais Coca-Cola melhor".

@MarcelFla disse...

O Santo Vigário de Cristo quando é nomeado a essa posição muda o nome, até porque na bíblia quando Deus muda o nome de alguém lhe confere função especial, tal qual Abraão (Antes só Abrão.) e Israel (Antes Jacó.), lembrando que qualquer semelhança é mera coincidência.