terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

NA UFAC, TEMOS VAGAS EM MEDICINA



A Universidade Federal do Acre (Ufac) vai divulgar nesta quarta-feira (8) a segunda lista de chamada na tentativa de preencher as vagas no curso de Medicina. Na sexta-feira (3), quando encerrou o prazo para matrícula, nenhum dos 40 estudantes aprovados no processo seletivo apareceu para se matricular no curso.

No processo seletivo do curso mais concorrido da Ufac, feito com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), apenas dois acreanos conseguiram ser aprovados. Ambos preferiram se matricular em universidades no Ceará e Pará.

Dos 1.620 candidatos aprovados para o campus da capital Rio Branco, matricularam-se 1.024 alunos, o equivalente a 63,21 % do total. No campus de Cruzeiro do Sul, no extremo-oeste do país, matricularam-se 292 estudantes, o que corresponde a 67,91 % das 430 vagas disponíveis.

O vice-reitor da Ufac, Pascoal Torres Muniz, esperava que ao menos 35 vagas em Medicina seriam preenchidas após a primeira chamada.

- Nossa seleção foi nacional. Os alunos tiveram opção de concorrer a duas vagas pelo pelo Sisu, mais a da Ufac como bônus. O problema foi a Ufac ter feito desnecessariamente um processo seletivo próprio. Vamos chamar 40 na quarta, mas é provável que não vamos conseguir preencher as vagas. Caso isso aconteça, vamos proceder a terceira ou quarta chamadas, de dois em dois dias, sempre com 40 pessoas na lista - afirma.

O curso de Medicina, que dura seis anos, é ministrado no campus da Ufac em Rio Branco. A maioria dos alunos é oriunda de outros Estados.

- Esses alunos têm, em média, 24 anos de idade. Participaram durante anos de cursos preparatórios com carga horária de 40 horas semanais. A sociedade acreana não oferece tais oportunidades e geralmente busca o caminho mais curto, que é enviar os filhos para estudar no exterior, principalmente na Bolívia - avalia.

Veja a entrevista com o vice-reitor no Blog da Amazônia.

5 comentários:

Felipe disse...

Um grande problema que está ocorrendo é que as pessoas qie passaram fora das vagas ofertadas, não sabem a sua classificação, assim como quem é a pessoa que está na sua frente ou atrás, essa lista deveria ser divulgada junto com a lista que divulgou os aprovados.

José Oceli disse...

Com todo esse movimento do Sisu a cabeça do aluno se entorta. Muita gente tem enlouquecido, por esses dias, tem desperdiçando suas chances de cursar medicina na cidade aonde reside: estão colocando suas escolhas de primeira e segunda opção em cidades que não são as suas. Tá fora da nota de corte?! Relaxa: a nota cai absurdamente já na segunda e terceira chamadas. Mantenha sua escolha na sua própria cidade. Você se desespera e vem um cara que tirou uma nota menor que a sua pra morar ali ao lado da sua casa. É uma questão de administração, que a ansiedade da pouca idade joga toda fora. Coloque pra sua cidade! A nota cai absurdameeente! Pode confiar! Muita gente passou pra medicina no ano passado com 6.5 / 6.6, etc. Isso aconteceu em Minas Gerais, em Fortaleza e em vários outros lugares. Isso pra não falar da segunda abertura do SISU em maio; ou seja, uma nova chance!

José Oceli disse...

Com todo esse movimento do Sisu a cabeça do aluno se entorta. Muita gente tem enlouquecido, por esses dias, tem desperdiçando suas chances de cursar medicina na cidade aonde reside: estão colocando suas escolhas de primeira e segunda opção em cidades que não são as suas. Tá fora da nota de corte?! Relaxa: a nota cai absurdamente já na segunda e terceira chamadas. Mantenha sua escolha na sua própria cidade. Você se desespera e vem um cara que tirou uma nota menor que a sua pra morar ali ao lado da sua casa. É uma questão de administração, que a ansiedade da pouca idade joga toda fora. Coloque pra sua cidade! A nota cai absurdameeente! Pode confiar! Muita gente passou pra medicina no ano passado com 6.5 / 6.6, etc. Isso aconteceu em Minas Gerais, em Fortaleza e em vários outros lugares. Isso pra não falar da segunda abertura do SISU em maio; ou seja, uma nova chance! Sm contar que vc perde a chance de ficar na lista de excedentes quando coloca como primeira opção uma cidade que não a sua. Relax!

José Oceli disse...

Com todo esse movimento do Sisu a cabeça do aluno se entorta. Muita gente tem enlouquecido, por esses dias, tem desperdiçando suas chances de cursar medicina na cidade aonde reside: estão colocando suas escolhas de primeira e segunda opção em cidades que não são as suas. Tá fora da nota de corte?! Relaxa: a nota cai absurdamente já na segunda e terceira chamadas. Mantenha sua escolha na sua própria cidade. Você se desespera e vem um cara que tirou uma nota menor que a sua pra morar ali ao lado da sua casa. É uma questão de administração, que a ansiedade da pouca idade joga toda fora. Coloque pra sua cidade! A nota cai absurdameeente! Pode confiar! Muita gente passou pra medicina no ano passado com 6.5 / 6.6, etc. Isso aconteceu em Minas Gerais, em Fortaleza e em vários outros lugares. Isso pra não falar da segunda abertura do SISU em maio; ou seja, uma nova chance!

José Oceli disse...

Com todo esse movimento do Sisu a cabeça do aluno se entorta. Muita gente tem enlouquecido, por esses dias, tem desperdiçando suas chances de cursar medicina na cidade aonde reside: estão colocando suas escolhas de primeira e segunda opção em cidades que não são as suas. Tá fora da nota de corte?! Relaxa: a nota cai absurdamente já na segunda e terceira chamadas. Mantenha sua escolha na sua própria cidade. Você se desespera e vem um cara que tirou uma nota menor que a sua pra morar ali ao lado da sua casa. É uma questão de administração, que a ansiedade da pouca idade joga toda fora. Coloque pra sua cidade! A nota cai absurdameeente! Pode confiar! Muita gente passou pra medicina no ano passado com 6.5 / 6.6, etc. Isso aconteceu em Minas Gerais, em Fortaleza e em vários outros lugares. Isso pra não falar da segunda abertura do SISU em maio; ou seja, uma nova chance!