sexta-feira, 8 de abril de 2011

MPF DENUNCIA ORLEIR CAMELI E CÉSAR MESSIAS

Primos, o ex-governador do Acre, Orleir Cameli, e o atual vice-governador César Messias (PP), foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por peculato. Segundo a denúncia, ambos desviaram R$ 811 mil, em valor atualizado, com a troca de material usado no asfaltamento das ruas de Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do Estado.

A denúncia decorre do período em que Messias era prefeito de Cruzeiro do Sul (AC) e Cameli dono da construtora Colorado envolvendo a execução de convênios do município com o Ministério da Integração, entre 2001 e 2004, e que já motivaram ação por improbidade administrativa contra os dois.

A empresa de Cameli executou um dos contratos do convênio por sub-rogação dos serviços da empresa Terraplena, que foi a vencedora da licitação.

A execução do asfaltamento representava pelo menos metade do valor do contrato, tendo sido dada, posteriormente à licitação, à empresa do primo do ex-prefeito. Em outro contrato, a Colorado foi a vencedora do certame licitatório.

O material pago, nos dois contratos, seria do tipo CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), mas foi utilizado o tipo AAUQ (areia asfalto usinada a quente). O tipo CBUQ é três vezes mais caro que o tipo AAUQ. Além disso, o revestimento teria sido aplicado em quantidade aproximadamente 30% menor do que foi efetivamente pago.

Responsável pela denúncia, o procurador da República Anselmo Henrique Cordeiro Lopes afirma que “os fatos são incontestáveis”, porque Cameli contou em depoimento que sempre usou o asfalto mais barato, pois o outro tornaria a obra inviável do ponto de vista financeiro.

Também foi declarado por Cameli e outras testemunhas, que o então prefeito César Messias chamou para si a responsabilidade pelas obras, além de ser o ordenador de despesas e pagador.

Cameli, que é um dos maiores empreiteiros da região Norte, quando governou o Acre, de 1995 a 1999, era o principal alvo de acusações de corrupção feitas pela oposição liderada pelo PT.  Messias, que presidia a Assembléia Legislativa, também era alvo constante da artilharia do PT.

Logo que conquistaram o governo estadual, a partir de 1999, os petistas trataram de se aliar a ambos por causa do poder econômico e da influência que exercem no segundo colégio eleitoral do Estado. As empreiteiras de Cameli participam da execução de várias grandes obras do PAC no Acre e Amazonas.

Se forem condenados por peculato, os dois réus podem pegar até 12 anos de detenção, além de pagamento de multa.

14 comentários:

ICEMAM disse...

Olha com quem tu andas PT!

Antonio disse...

Uai, cadê o post com o comentário das barrigadas meteorológicas? tirou do ar, foi? kkkkkkk quem tomou a barrigada mesmo? Kkkkkkkkkk

ALTINO MACHADO disse...

Tá com a cabeça na barriga, Antonio? Não publiquei nada a respeito.

Je vois tout disse...

Vocês que fazem parte dessa massa,
Que passa nos projetos, do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais, do que receber.
E ter que demonstrar, sua coragem
A margem do que possa aparecer.
E ver que toda essa, engrenagem
Já sente a ferrugem, lhe comer.

Eh, ôô, vida de gado
Povo otário, ê
Povo feliz

Eh, ôô, vida de gado
Povo otário, ê
Povo feliz

Antonio disse...

Você publicou sim, porque eu li. Mas tirou assim que começou a chover e o noticiário nacional anunciar frente fria vinda de São Paulo. O Friale não é fria kkkkkkk mas dá dor de barriga em alguns kkkkkkkkkk

Luciano Carioca disse...

Cadê as Cameli!!! De férias, fazendu prova, de atestado, sem internet... cadê??????????????????

Abraçoc!

BárbaraCameli disse...

Luciano Carioca, estás a se referir a minha pessoa?não tenho comentado, pq diferentemente do que muitos de vcs pensam eu tenho que estudar pra ser alguém na vida, pq depender de sobrenome meus querido ta bem complicado. No entanto, essas notícias me dão preguiça até de comentar, pq minha opinião é a mesma sempre :) "hipocrisia não é mais cinismo, eu chamo de multilateralismo" segundo móveis coloniais de acaju :*

Antonio do Carmo disse...

E como disse Pedro Demo em sua obra Pobreza Política: "Presos, depois, reeleitos, voltam nos braços do povo! Mas até quando?

Paulinha disse...

Faço das palavras de Bárbara as minhas palavras...=D
Já ta chato ficar comentando as mesmas coisas...

Luciano,
realmente eu ando muito ocupada meu casamento e minha mudança do Acre nesta semana.

Independente de ser da familia cameli (tenho muito orgulho, pois a historia dela e as pessoas que fazem parte dela não apenas se resumem no assunto política) tenho minha opinião própria.

Altemar disse...

Prefiro ACREditar em papai Noel. Uacriardi (viva Antonio Alves)

Je vois tout disse...

Realmente Bárbara não tiro sua razão, e até admiro sua franqueza em admitir que pra subir na vida você tem que estudar. Agora só porque em uma família existem pessoas de posses que todos os familiares também tem, da mesma forma que nas famílias existem pessoas que fazem coisas que não são corretas que os demais devem ser taxados disso ou daquilo. Na vida temos que saber como abordar as coisas, pois um bom exemplo foi o que aconteceu no Rio de Janeiro. A irmã do assassino das crianças teve o muro da sua casa pinchada. Mas eu pergunto o que ela teve a ver com o crime que o irmão cometeu? A mas ela é irmã dele! Certo é irmã, mas ele teve participação no crime? Ela o ajudou ele a executar o crime? Que isso sirva de reflexão.

João disse...

O problema das Cameli é que elas se paresentam como defenssoras da moralidade, adoram criticar o tal "governo do PT", mas ficam caladas diante da corrupção da família. Não dizem nada sobre seus parentes Orleir e Cesar. Não dizem porque foram engordadas nas tetas da corrupção. Só são o que são e só estão onde estão porque foram alimentadas com o sangue e o suor de nosso povo
E tenho dito!

Luciano Carioca disse...

Opa!!! João você falou exatamente o que ia responder ao "Je vois toit".

Concordo que membros da familia não tem nada haver, mas... quando vamos criticar nas redes sociais o errado, opa! peraí, mas... minha familia terminou de afundar o Banacre, e está envolvida em milhares de pilantragens, não... recentemente o ex-gov. Cameli teve suas contas aprovadas pela assembléia e pelo o Tribunal de Contas... ahiahiahi a Naluh dorme tranquila, com os vencimentos de quase 40 mil por mês pra vida toda!!! baum demais,... santa paciência.

Um abraço bem grande ao inferno a hipocrisia, a falsidade e aos interesses individuais.

Aqui no blog do Altino, os leitores tem um alto nivel de conhecimento... eu considero q tenho um poquinho, e não eh fácil de enganar, como os jornalecos sensacionalistas da TV acreana transmitem a população que desconhece os bastidores da informação.

Abraço!

Janu Schwab disse...

Que coisa feia. Não se coloca no mesmo saco quem não quer e faz por onde não ser colocado. Um pouco de respeito a história de cada um.

Pra turma que adora jogar pedra no alheio (seja o alheio dos vermelhos ou dos azuis), vale aquele papo de que o mundo dá voltas, etc, etc.