segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

MPF QUER EXPLICAÇÕES DA OI E DA ANATEL

Serviço de telefonia e internet está pior no Acre

O Ministério Público Federal no Acre (MPF-AC) instaurou procedimento administrativo nesta segunda-feira (7) para acompanhar a qualidade do serviço de telefonia e transmissão de dados oferecido pela operadora Oi aos consumidores do Estado.

O procedimento é motivado pelas constantes interrupções no fornecimento do serviço, o que tem prejudicado consumidores, empresas e cidadãos que precisam de serviços on-line e tem sofrido prejuízos de todas as ordens com as falhas.

O procurador da República Ricardo Gralha Massia deverá se reunir na próxima sexta-feira (11) com representantes da operadora, bem como da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo o procurador, a expectativa é que tanto a empresa quanto a Anatel apresentem, além das justificativas para as frequentes interrupções, as providências que estão sendo tomadas para solucionar o problema.

Segundo se tem noticiado, a causa das quedas seriam rompimentos de cabos de fibra óptica na rede da operadora.

A intenção da reunião, de acordo com o MPF, é conduzir o problema a uma solução rápida, e que a empresa e o órgão de fiscalização assumam compromissos com a qualidade do serviço prestado ao consumidor acreano, sem a necessidade de adoção de outras medidas.

5 comentários:

Chalil Costa disse...

e a Eletrobras e Eletroacre ???

ISAAC RONALTTI disse...

Estamos realmente passando por uma fase complicada: problemas com quedas de energia, da internet...problemas de infraestrutura que nos limitam...um Ceasa recheado de melancia e abóbora - os únicos produtos oferecidos em um CEASA desabastecido.

Bem, enquanto problemas sérios como a ponte do Madeira não nos é apresentada uma solução por parte do governo, pois é uma questão integralmente de responsabilidade do governo, principalmente por se tratas de infraestrutura, uma equipe de consultores jurídicos montada por Tião, Jorge e Aníbal tenta a todo custo conseguir argumentos jurídicos para dar continuidade a um dos maiores erros políticos de Tião. Ocorre que essa equipe jurídica prepara ação judicial com o objetivo de manter o horário modificado por Tião...a alegação se embasa que houve um erro no processo legislativo sendo que o intrumento jurídico que revogou a mudança no horário é hierarquicamente inferior no campo jurídico do instrumento jurídico que consumou a mudança.

Essa é só mais uma prova que Tião e Companhia não respeita a opinião do povo, tendo em vista que no final do ano passado, o horário novo foi solidamente derrotado em uma votação aberta que revelou a verdadeira opinião da população.

Ainda é tempo de não cometer este novo equívoco nobres autoridades.
Do contrário vossas senhorias só demonstrarão mais uma vez o desrespeito e a falta de consideração a opinião popular.

Sei que tem muita gente de olho nisso!

Vamos montar uma campanha:

"Tião pensa na ponte do Madeira e esquece do horário!"

Uma quentinha rápida: Sabe quem foi uma das maiores atrações na cerimÔnia de posse da nova presidência do Tribunal de Justiça do Acre?

a) Tião Viana;
b) Jorge Viana;
c) Nenhum dos Vianas;
d) a Cruviana;
e) o Petecão;

Quem acertar cortará com o Governador a faixa de inauguração da futura ponte sobre o madeira.

rsrsrsrrs

Elivan disse...

ISAAC RONALTTI,tião não seria tão aldacioso se isso acontecer ele não se elegerar nem pra presidente de bairro.mas como no Acre acontece de tudo não é bom duvidar.

Slackware disse...

"Audacioso" provavelmente ele é...

"aL", impossível...

Suzane disse...

Precisamos mesmo defender nossos direitos.