segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

JORGE VIANA

"Para democracia se consolidar não é preciso alternância de poder"

Entrevistado pelo jornal A Crítica, de Manaus, o senador eleito Jorge Viana (PT) foi questionado sobre se ele, seus familiares e companheiros se enxergam como "coronéis de barranco" após 12 anos no comando do governo do Acre.

Resposta do ex-governador:

- Ao contrário. Nós desmontamos essa figura que tinha no Acre e que se mantém em algumas regiões da Amazônia. Em primeiro lugar, tem uma diferença grande. Para democracia se consolidar de verdade, não é preciso ter essa alternância de poder. O que é preciso é respeitar os princípios da democracia. Tanto eu, quanto meu irmão (Tião Viana) e o Binho (Binho Marques, atual governador do Acre), éramos vistos como os “Meninos do PT”. Baseados nos ideais de Chico Mendes, nós conseguimos promover uma mudança visível no Acre e isso nos levou a ocupar espaços de poder. A própria Marina Silva (PV) saiu desse meio. Não temos uma “familiocracia” nem um grupo de coronéis. E isso nunca vai acontecer no Acre.

Jorge Viana poderia ter acrescentado: "porque eu não deixo".

Clique aqui para ler a entrevista.

11 comentários:

mad max disse...

Mediocridade da parte desse cidadão dar uma declaração como essa, mas é isso mesmo Altino NÓS ACREANOS SOMOS UM BANDO DE COVARDES.

Gabi Ramos disse...

Risos, e olha que ele acredita que é assim mesmo. Nesses últimos 12 anos de gestão do PT pode se existir qualquer coisa, menos DEMOCRACIA. Isso seria "cômico, se não fosse trágico"...
Gabi Ramos

Julio Cesar disse...

Toda vez vejo ou leio uma entrevista desse Rolando Lero do Acre me dá nojo. Vou ficar de olho em todas nomeaçoes do Tião Viana e ver se a Marina ta certa, vamos denunciar as nomeações da parentada ou jogar a constituição Federal no lixo. Acorda Ministério Público, vamos sair um pouco das colunas sociais e fiscalizar.

Cidadão disse...

GOSTARIA QUE ALGUM AMIGO DESSE FUTURO SENADOR (INFELIZMENTE) PEÇA A ELE QUE LEIA OS COMENTÁRIOS DO POVO DESSA TERRA QUE ELES (VIANAS)COMANDAM E DIGA SE ISSO É DEMOCRACIA. O POVO NÃO QUER A FREMTE POPULAR NOCOMANDO. VCS GANHARAM PORQUE O POVO É CARENTE E VCS COMPRARAM OS VOTOS DELES.

Julio Cesar disse...

Democracia sem alternancia de poder? Só poderia vim da boca desse filhote da ARENA que está acabando com o PT. Enquanto ele usa o Chico Mendes nas suas embromações, leio no Blog do Calixto a relação das empresas e pessoas fisicas que "doaram" dinheiro para as campanhas do Jorgito e do Tiao e não fiquei supreso ao ver os fazendeiros e inimigos do Chico Mendes;
Adalho Cordeiro, Petisco, Broca, familia do Rico dono da Uninorte,como grandes doadores para a causa defendida pelo Chico, só faltou o Darli.

Luciano Carioca disse...

(Julio Cesar), é de fundamental importancia divulgar isso, não por divulgar... e sim conscientizando a sociedade!!! Ah!!! mas peraê... De certa forma os maiorais estão lucrando, e todos se enriquecem com a máquina pública.

E isso falo com precisão, diga um dos que passaram, e dos que estão mamando na teta... q não querem perder a bumfunfa... risos...

Luciano Carioca disse...

Nas próximas eleições nem distribuindo casa, dinheiro, aumentando salário... vcs ganharão novamente!!!

Quando o povo quer mudança, não tem preço que os compre!!!

Não se compra a moral, dignidade de alguém.

Acreucho disse...

Este jornalista, Leandro Prazeres foi incisivo nas perguntas à Jorge Viana. No Acre, nenhum jornalista teria coragem de fazer este tipo de pergunta, se fizesse, ficaria sem resposta e sem emprego, mas, como o rapaz não conhece aqui, não sabe como é, Jorge respondeu com evasivas e desconversas, as mesmas que são apresentadas nos programas do nosso Acre Virtual.

Joema disse...

Altino,

Tinha um governante da Alemanha que pensava a mesma coisa. Qual o nome dele mesmo? Ah, Hitler!

Que maravilha, heim, povo acreano?

Cordialmente,

Joema.

Andarilho disse...

Democracia sem alternancia de poder? Hummm...Deixe-me pensar. Só mais um minuto. Calma, o sistema estar processando. hummm!!
Bem, então, podemo imaginar, que a política praticada no Acre, seria, o que não deveria ser, passado de irmão pra irmão, de amigo para amigo e por aí vai. Sempre seguindo a regra do mesmo partido?
É assim que seria, atualmente, essa alternancia de poder, no Acre, ou não deveria ser?
Ou seria uma consolidação de democracia?
Uma mistura de tudo isso é o que podemos chamar de democracia, na visão do ilustre intrevistado?

Ativistadacre disse...

Altino,Aquí No Acre,Jorge Viana está
Corretíssimo em 'Sua Afirmação' !!!
Ele Próprio Instituiu a Nova Fórmula
de " Alternância : A DE OBEDECER!!! "
E,Quem Resmunga ao Contrário...
É Meramente,R E S M U N G O ...
Obviedades Óbvias...
A Minha Parte SemPre Tenho Feito !!!
Eu Sou,Joana D'Arc Valente Santana