quinta-feira, 11 de novembro de 2010

ACREDITE SE QUISER

Totais de despesas pessoais de campanhas que foram declarados à Justiça Eleitoral do Acre por dois deputados reeleitos, um senador eleito e um governador eleito:

Perpétua Almeida (PCdoB): R$ 400 mil.

Gladson Cameli (PP): R$ 2,3 milhões.

Jorge Viana (PT): R$ 54 mil.

Tião Viana (PT): R$ 71,5 mil.

Todos os candidatos têm duas contas: uma do Comitê Financeiro e a conta pessoal.

Alguns, como Perpétua Almeida e Gladson Cameli, optam por declarar tudo na conta pessoal.

A receita/despesa declarada, por exemplo, pelo Comitê Financeiro de Tião Viana foi de R$ 4,2 milhões.

A receita/despesa declarada pelo Comitê Financeiro de Jorge Viana foi de R$ 932,2 mil.

Não existe sobra de campanha? Eu quero.

4 comentários:

Altemar disse...

Incrível, fantástico, sobrenatural!

GERA disse...

Acredito que quando um candidato registra a sua candidatura no TRE ele declara um valor máximo que não pode passar do valor declarado. E também tem de declarar tudo que entra na sua conta corrente como candidatos com o CNPJ da candidatura.

Eu queria saber dos outros candidatos de todos os partidos para que possamos confrontar os seus gastos.

Acreucho disse...

Essas declarações de gastos com campanha são no mínimo ridículas, bem como quem as fez. Se o TRE/AC aceitar... Imagine, 54 mil deve custar um jantar, quando se reunem pra discutir os planos. O menos ridículo e mais perto da verdade é Gladson Cameli, os outros sinceramente...

Luciano Carioca disse...

Quê isso pow é dinheiro pessoal e não público, porque se fosse pago pelo povo um jantar, haa... seria digamos assim, caro e sem desconto... kkkkkkkkkkkkkkkkk

Tô acessando pela primeira vez teu Blog e tô amanduuuuu demais!!!