quinta-feira, 28 de maio de 2009

CASSOL RECORRE EM SILÊNCIO


O governador de Rondônia Ivo Cassol (sem partido) decidiu silenciar a respeito da decisão do juiz substituto Flávio da Silva Andrade, da 2ª Vara Federal de Rondônia, que determinou nesta quarta-feira o afastamento cautelar dele do cargo, por 90 dias.

Segundo a assessoria do governador, Cassol pretende se pronunciar após o resultado de um recurso que será impetrado em Brasília contra a decisão da Justiça Federal em Rondônia. A defesa está ingressando nesta quinta-feira com Agravo de Instrumento, enquanto Cassol despacha na residência oficial.

O governador é alvo de uma ação civil na qual é acusado de crime de improbidade administrativa pelo Ministério Público Federal. A ação decorre da compra de votos apurada nas eleições gerais de 2006, que teria beneficiado, entre outros, o governador reeleito e o senador Expedito Júnior (PR-RO).

Leia mais no Blog da Amazônia.

Um comentário:

Bia disse...

Não sei não! Mas parece que a rota de “turbulência” de nuvens negras que esse cidadão se enfiou ta complicado! Nem despacho com “galinha preta”, candomblé, “pajés”, os AXÉS lá da Bahia vão dar jeito. Também quem manda ter o nome parecido com “Cassou”.