quinta-feira, 16 de outubro de 2008

AOS CONGRESSISTAS DO ACRE

Referendo, já!

Nada como o tempo e os fatos para reforçarem o alerta feito por várias pessoas esclarecidas do Acre: a lei que mudou o fuso horário do Estado (reduziu a diferença em relação ao horário de Brasília de duas para uma hora) e tantos transtornos causa à população, foi uma iniciativa para ajudar as emissoras de TV a anularem a classificação indicativa do Ministério da Justiça.




Os congressistas acreanos, especialmente o senador Tião Viana (PT) e o deputado Flaviano Melo (PMDB), têm o dever moral de cumprirem a promessa que fizeram de viabilizar um decreto legislativo para que o Congresso Nacional aprove a realização de um referendo por meio do qual a população poderá decidir sobre a mudança do fuso horário.

Por que mudaram o nosso fuso horário? Está evidente que o casuísmo foi apenas para driblar a classificação indicativa, pois alguns milhões de reais estão em jogo.

Veja o que escreveu Daniel Castro, da Folha de S. Paulo, sob o título "TVs tentam neutralizar horário de verão", na coluna Outro Canal:

"Globo, Record e SBT articularam um forte movimento para tentar, nesta semana, anular os efeitos do horário de verão na classificação indicativa.


O próximo horário de verão, que começa sábado, será o primeiro sob a vigência de portaria do Ministério da Justiça que obriga as redes a cumprirem a classificação indicativa nos Estados com fusos diferentes do de Brasília. O Nordeste ficará uma hora defasado em relação ao Sudeste. Estados como Amazonas e o Mato Grosso ficarão duas horas defasados.

Na semana passada, as emissoras fizeram consultas aos ministérios das Minas e Energia e da Justiça questionando se horário de verão é diferente de fuso horário. Se a resposta for sim, elas ficarão desobrigadas de cumprir a classificação indicativa integralmente.

Segundo a Abert, entidade que congrega Globo, SBT e Record, amanhã as redes apresentarão estudos sobre os impactos que o horário de verão terá em suas programações.

A Globo e a Record terão sérios problemas. Classificada como imprópria para menores de 12 anos, inadequada antes das 20h, "Os Mutantes" (Record) passará a entrar em parte do Norte às 19h. A Globo já tem uma grade especial para os Estados com fuso de -1h (que passarão a -2h), então não enfrentará novas dificuldades agora. Mas terá quando estrear "Big Brother Brasil", impróprio para menores de 16 anos (22h)."

E o assunto prossegue bem abordado na Folha Online:

"O procurador-chefe da República no Acre, Marcus Vinícius Aguiar Macedo, afirmou que o Estado não deve ter um tratamento legal diferenciado de outras unidades federais. Para ele, um possível relaxamento na aplicação de fato da portaria da classificação indicativa prejudica os direitos das crianças nos locais em que programas considerados impróprios para o horário seriam transmitidos.

"Não podemos ter um tratamento legal no Acre, Rondônia, que seja diferente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Estamos todos dentro do mesmo país, da mesma nação", afirmou Macedo".

Leia mais, na Folha Online, "Para procurador, ação do Ministério da Justiça prejudica crianças" e "Emissoras tentam neutralizar horário de verão, informa Outro Canal".

18 comentários:

walmir.AC.lopes disse...

AS CUIAS DO PAJÉ

Relí esta semana algumas matérias e comentários sobre a prospecção de petróleo, mudança de fuso horário e o reconhecimento da ayauasca como patrimônio imaterial do Brasil. Recolhi-me pra dormir pensando no assunto e procurando avaliar, obviamente de forma leiga, os prós e os contras dessas iniciativas. Como num passe de mágica, fui transportado instantaneamente, creio que já em pleno sono, a um tapiri na mata, possivelmente no Vale do Juruá, embora fisicamente nunca tenha andado por lá. No tapiri e acocorado, um velho pajé, que de tão velho parecia mumificado, rabiscava no chão com um graveto quando, sem sequer levantar a cabeça, grunhiu numa linguagem que eu desconhecia mas estranhamente entendi:
- Não me perguntes nada. Eu te trouxe aqui apenas pra te contar algo que pode esclarecer tuas dúvidas. Sei que desconhecias, mas tu és um de nós. E continuou:
-A muitas e muitas luas no passado, quando sequer existiam cidades, as florestas eram uma espécie de limbo, onde não havia sofrimento nem felicidade, pois os homens portavam em si doses equilibradas do bem e do mal, mas as possibilidades de evolução e progresso eram nulas, pois ignorando a própria origem espiritual e alheios ao apelo de conexão com o sobrenatural, seus habitantes faziam ouvidos moucos ao chamamento dos pajés, cansados de ensaiar sozinhos infrutíferas pajelanças na busca de orientação e sabedoria para si e sua gente. E essa condição travava o desenvolvimento moral e intelectual desses homens.
Tocados pelos esforços dos xamãs, os espíritos guardiões da mata, reunidos em divina assembléia, decidiram pelo fim daquela situação. Escolheram dentre todos os pajés de todas as aldeias, o mais puro e nobre, entregando-lhe duas cuias consagradas. A primeira, vazia. A segunda, contendo um estranho e divino chá. Em seguida, a seguinte determinação:
“- Vai, nobre pajé, em visita a todas as aldeias, dando de beber a cada habitante o chá do conhecimento contido nesta cuia, sendo tu o primeiro. Ele será o elo entre tua humanidade e nossa divindade e através dele exerceremos nosso poder sobre o mal da ignorância que aflige tua gente e os faremos vir a nós e terão entendimento. Os que dele tomarem, expelirão de si todo mal de que forem portadores, condensado em miasma negro e viscoso, que diligentemente colherás na outra cuia, até que o último homem esteja purificado. Ao fim, lançaremos o produto de tua coleta nos intestinos abissais da terra, onde deverá permanecer até o fim dos tempos, esquecido e intocado.
Uma única recomendação, porém, te fazemos. Cuida com zelo para que jamais, no futuro, algum de teu povo retire ou ajude a retirar essa energia maligna do subsolo sob qualquer pretexto, pois ela lhes corromperá definitivamente, não mais apenas o espírito, mas sua própria floresta, o ar que respiram, o alimento que comem e a água que bebem, e anteciparão seu próprio fim.”
E levantando pela primeira vez o olhar cadavérico em minha direção, finalizou:
-Aquele pajé sou eu. Mas estou cansado e com medo. Muito medo.
Em seguida, desapareceu em meio a um clarão e um grito tenebroso. Abri os olhos assustado e com o coração batendo a mil. Era o João Guilherme, meu filho de seis anos, que acendendo a luz do quarto, me acordara com o dia ainda escuro: - “Paíííínho, tá na hora de me “levá” prá escola!!!”.

Anônimo disse...

É hora de Tião e Flaviano demonstrarem se ainda lhes resta um mínimo de dignidade e palavra, cumprindo o que prometeram. O triste é notar que quando foi para instituir esse horário esdrúxulo no Acre, para atender a vontade de uns poucos, a coisa andou tão depressa que não deu nem tempo de se esboçar uma resistência organizada. Mas quando é para rever a "cagada", atendendo ao clamor da esmagadora maioria, vai surgindo todo um conjunto de procedimentos burocráticos, convenientemente evocados, para dar morosidade à revisão e apostar no esquecimento de todos. Vamos esquecer não!!!!!! Mesmo que nem o Altino paute mais o assunto aqui, traremos o assunto de volta, fazendo comentários que não terão nada a ver com o post, mas traremos. E se o Altino não os aceitar, criaremos outros espaços e utilizaremos a "velha" arma da rede de e-mails, que já fez até a poderosa globo ter de dar explicações sobre as doações feitas ao Criança Esperança. Sem falar nas ações organizadas por nós professores, que estamos trabalhando em sala de aula, na forma de conteúdos escolares de geografia, português, redação, história e artes, com alunos e pais, um assunto que eles mesmos estão trazendo para nossa apreciação. Acho que um assunto escolar nunca fez tanto sentido para a vida desses sujeitos como está fazendo agora, pois o sentido violento e arbitrário dessa mudança está sendo trabalhado com base nos sacrifícios que eles estão vivenciando. Por tudo isso, é bom lembrar que logo logo as eleições estaduais e federais estarão aí e esteja certo de que até lá não nos esqueceremos do favor que nos fizestes, oh nobre senador, pois o estamos padecendo dia a dia.

Mambira xixica disse...

PIADA DA MAMBIRA:

Diretor do Detran Cesário
compra bafômetros e distribui para a Ciatran e Polícia Rodoviária Ferderal. A ação do diretor Cesário visa coibir os motoristas que dirigem alcoolizados, fazendo confusões e causando acidentes. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkk

Lindomar disse...

Caro Altino,

Ainda na semana passada eu comentei por aqui que com o horário de verão voltaríamos a ter problemas. Neste ponto devo salientar que desde o início o professor Evandro (Ambiente Acreano) vem alertando para isso. Quando, próximo às eleições, eu comentei com um amigo sobre a minha inconformação com a mudança do horário, ele disse que eu estava era utilizando disso para atingir e discordar justamente por causa das eleições. Devo lembrar que quem fez a besteira foi o senador não os acreanos. Ele que trate de resolver a questão. E mem precisa fazer festa como fez de forma ridícula por ocasião da mudança. Digo isso porque vivo aqui e dependo de horário para trabalhar e para acompanhar o desenvolvimento de meus filhos na escola. Não falo ou critico por questões eleitoreiras.

Bom trabalho.

Lindomar Padilha

Anônimo disse...

Não se deve negar que um dos motivos que fez o Acre mudar seu fuso horário foi a programaçao da TV que passava em horário inadequado. Mas esse com certeza não foi o principal motivo da mudança. A programação da TV seguirá passando 1 hora mais cedo onde não tem horário de verão. Isso já foi até avisado. Quanto ao novo fuso no Acre, a aceitação popular é tão grande, que hoje o que mais se escuta é pessoas elogiando o mesmo, nem mesmo lembrando como era antigamente. Vcs não achavam absurdo apenas o Acre ficar 3 horas atrasado com relação a Brasília, durante o horário de verão? Aquilo era ridículo. Num país com 26 Estado, o Acre ser o único com -3 horas. Aos que criticam incessantemente o novo fuso. Acordem as 6 da manhã nesse sábado, e vejam se as galinhas ainda estão dormindo! hahaha! Vão ver que o dia já estará bem claro com sol e tudo.

Anônimo disse...

Ô anonimo das 5:12. Quem dorme e acorda com galinha é frango. A mudança foi direcionada pra gente, não pra galinha.

Anônimo disse...

Caso permaneça o fuso do Tião só nos resta nas proximas eleições dar o troco nas urnas, afinal já estamos de saco cheio de políticos arrogantes que não representam e não respeitam a vontade popular. Somente os fundamentalistas do PT é quem defedem essa barbarie.

Evandro Ferreira disse...

O anônimo das 5:21 escreve no mesmo estilo do Jordan Valle, que em julho comentou no artigo 'A hora certa da consulta popular' aqui no Blog do Altino o seguinte:

"...Em setembro...Às 6 da manha no Acre, teremos pleno sol..."

E completou com a seguinte afirmação:

"...Imaginem esses acreanos por lá.. iam se sentir uns estrangeiros.. índios... peruanos ou sei lá oq........ hahuahuahu! Seria cômico se não fosse trágico."

Então. Chegou outubro e o sol não brilha às 6 da manhã. Os índios e seringueiros do Acre, que não ligam para o fuso horário do Tião, continuam a acordar como sempre fizeram.

Então esse anônimo acha absurdo o Acre ficar 3 horas a menos que o resto do país? Dá a pinta de que não entende nada de geografia. Um alienado que deveria fazer campanha pelo fuso horário único no pais...assim fica melhor para as emissoras de TV...

Tem cada um desorientado nesse Acre...

Evandro

Anônimo disse...

Vai te catar, ô piolho do poder (anônimo das 5:21 PM). Só porque você é um desses assessores pindurados numa boa assessoria parlamentar ou desses muitos gabinetes que tem por aí, não deveria desdenhar de quem trabalha duro e faz um esforço danado pra cumprir as obrigações em condições normais de vida. Não tínhamos a menor necessidade de virem piorar as coisas com uma mudança fora de propósito (para nós) que só trouxe desconforto. Nós acranos temos que assumir as nossas diferenças e não procurar escondê-las artificialmente com medidas estranhas às nossas vidas. Se tivermos que ter 3 horas de diferença em relação a brasília, que tenhamos, como vínhasmos tendo, o Acre é longe mesmo, e daí!!! Se queres viver no tempo e no horário do sudeste, muda-te pra lá!!!!

Anônimo disse...

Pq o Tião Viana tem medo do referendo???? Deixa o povo fazer sua escolha !!!!!

Anônimo disse...

Está aí sua oportunidade, Senador Sebatião Viana, de mostrar que é democrático como se diz: criando as condições para que o próprio povo escolha o horário que quer adotar para nossas vidas. Por falar nesse assunto, dá nojo, de tão cínico que está, ler o texto daquela rapouza do Luiz Carlos Moreira Jorge (no AC 24 horas). O cara coloca a vontade do senador (somente pelo poder que tem) acima de tudo nessa questão de não querer que o referendo seja feito. Tenta criar desconforto político entre Tião e os deputados Fernando Melo e Flaviano por terem assinado o requerimento do referendo. É intrigante ver um homem tão temido entre seus pares ter medo da vontade do povo.

Jordan disse...

Evandro, sou Jordan Valle. O seu inimigo do fuso horário. Voce acabou de falar mais um aburdo aqui. Eu havia mandado acordar as 6 da manhã desse último sábado para ver se ainda estaria escuro. E vc seguiu teimando que estava escuro sim, quando na verdade atualmente o dia já começa a amanhecer por volta das 05:45 da manhã. Olha, se vcs querem o tal do referendo, muito bem, agora eu também quero porque sei muito bem que a populaçao em sua grande maioria aprovou o novo fuso horário, e vc com seus argumentos de defesa do antigo horário e da "grande massa da populaçao" que só existe na sua imaginaçao, irão cair por terra. Vai ser muito bom, porque depois da aprovaçao do referendo vai ser tu que vai ter q aceitar caladinho o novo fuso ou então terás que se mandar do Acre lá pro Peru, país que adota o mesmo horário antigo do Acre. Foi mencionado que eu era acessor de algum político do Estado. Minha nossa que abusrdo é isso. Vc não tem a capacidade de falar nada consistente. Tenta explicar geograficamente sobre fusos horários sem embasamento científico. Meses atrás eu até fiz uma proposta de uma conversa amigável sobre a questão do fuso horário pra ti, mas vc se fingiu de desentendido, acho que com medo de ouvir algumas verdades. A questão do fuso horário está muito resolvida para os acreanos. Aliás, vc é acreano? Pelo visto acho que não ein.... Vai procurar outra coisa para fazer colega, vai estudar geografia. Acho que vc tá precisando. Vai estudar sobre fusos horários mais um pouco... Chega a ser ridículo ver as "provas" que colocas aqui contra o horário atual. Vai ser muito mas muito bom ver o povo aprovando em forma de referendo o atual horário. Eu não tenho nenhuma dúvida de que a aprovaçao será massiva.

Evandro Ferreira disse...

Jordan, seus argumentos não são geográficos!

Dizer que "era ridículo o Acre ficar 3 horas a menos que Brasília" é argumento geográfico?

Quanto a estudar geografia, já estudei e está nos livros e no mapa de meridianos que o fuso horário do Acre mais adequado era o anterior e não o atual. Eu não tenho que comprovar nada, você é que tem que mostrar um mapa de meridianos que justifique o Acre ficar no mesmo fuso horário do Amazonas e Rondônia. Não esqueça: o Acre não é apenas aquela região onde fica localizada a capital, Rio Branco (ca. 20% do território), inclui todo o resto, a parte oeste do Estado. Vale do Juruá incluído.

Quanto a conversar com você para você me explicar geografia...obrigado. Não quero nem preciso ter conversa com você sobre isso. É perda de tempo. Você é um caso perdido. Não tenho nada a aprender com você pois, ao contrário de você eu não achava ridículo o Acre ficar 3 horas a menos do que o resto do país durante o horário de verão. Achava natural porque não tem como transportar o Acre para leste só para adiantar seu fuso horário.

Agora, se você apoia 100% a ação de um político que, por livre e espontânea pressão das empresas de comunicação, muda o nosso fuso horário...o problema é seu.

Não foi a toa que vc. foi acusado de 'puxa saco' do político que patrocinou a mudança, por um leitor do blog do Altino. Lembra o que ele disse?

- 'Deus tenha dó do saco do senador'

Jordan disse...

Evandro, tenta me explicar então porque Recife, Natal, João Pessoa estão com 1 hora a menos do que aparece no teu mapinha de meridianos. Não é só essas cidades não. No Brasil temos também Foz do Iguaçu, Uruguaiana entre outras, e no exterior temos países como Argentina, Chile, entre outros, que fugiram dos limites teóricos dos fusos horários. Existem os teóricos e os práticos. Não te esqueça que meridianos são linhas imaginárias, então entre o Acre e Rondônia não existe nenhuma linha dizendo que tem que se adiantar ou atrasar o relógio só porque atravessou a fronteira. Na prática, a conveniência é quem dita em que hora determinada localidade deve ficar. Foi por isso que na Argentina hoje, tem cidades que estão até 2 horas adiantadas do horário que na teoria do mapa deveria estar. No Acre fizemos apenas um pequeno ajuste que é totalmente viável, tanto que estamos convivendo com o novo horário praticamente sem perceber durante o dia, visto que as diferenças são muito pequenas, perceptíveis apenas na hora que o sol nasce e se põe.Eu sinceramente gostaria de conversar amigavelmente sobre esse assunto, mas infelizmente é tão difícil dialogar quando as pessoas misturam geografia com política. É muito triste.

Anônimo disse...

Alowww..
Tem gente que é tapada msm né...
Estamos para entrar no verão no hemisfério sul, criaturas ignorantes!
E pra quem não estudou geografia, eu dou uma ajudinha: "No solstício do inverno, os dias são mais curtos, e as noites mais longas. No solstício do verão, os dias são mais longos, e as noites mais curtas!
Lógicooo que agora tem amanhecido mais cedo, é a lei da natureza. Quem conhece as estações do ano sabe. Veremos então se a partir de março 6 da manhã será dia...
O nosso fuso horário sempre foi correto, coadunando com a nossa realidade natural e geográfica, assim como com a nossa rotina habitual.
Não vejo mal algum vivermos em fuso diferenciado, pois vivíamos em concordância com o horário da nossa natureza, e respondendo corretamente aos estímulos de claro e escuro. Quem trabalha com escola sabe o tormento que tem sido, o iminente descontentamento dos pais, e baixo rendimento das crianças.
E pior ainda é o egoísmo dessas pessoas, que não pensam nos trabalhadores da zona rural, que coitados, estão sofrendo aos montes.
Pior do que ser um "estado afastado e isolado" é fugirmos de nossa condição natural, e perdermos qualidade de vida, apenas para nos "igualarmos" ao resto do país.
O interesse de alguns poucos tem prejudicados a todos, principalmente aos menos favorecidos, que são os que mais batalham e dão duro pelo Estado.
Aos caros amigos bobocas defensores do novo fuso e do "progresso" trazido por ele, vai a dica: Se ter diversos fusos horários fosse sinônimo de atraso, os Estados Unidos não teriam 4, e a Califórnia não seria o Estado mais rico do país, mesmo estando a várias horas de diferença do maior centro comercial do mundo, Nova York.
Somo um país grande e cheio de diferenças, o melhor seria aceitarmos todas elas, e deixarmos esse complexo de inferioridade ridículo de lado.

Parabéns Altino. Dá gosto ler seu blog todas as manhãs.

Evandro Ferreira disse...

Jordan,

Um conselho. Poucas pessoas lêem os comentários dos blogs. Se você acha que está tão certo de tuas idéias, com os argumentos que está a usar não parece que convence muita gente não, especialmente entre as pessoas que postam comentários no Blog do Altino.

Dessa forma, sugiro que você tente expandir o número de pessoas que poderiam ter acesso à tua opinião escrevendo um artigo. Pode mandar para o Blog do Altino ou o meu Blog se preferir. Ambos têm um número razoável de leitores. Terei o prazer em publicar. E o Altino também. Os jornais locais também estão abertos. E se a opinião for favorável ao novo fuso, com certeza A Tribuna, A Gazeta publicarão sem maiores delongas.

Só assim as pessoas poderão julgar se a tua opinião a respeito do assunto tem argumentos suficientes para convencê-las. Elas poderão debater sobre a tua opinião. Tenho certeza que você não prefere que as coisas sejam feitas na base do Decreto de cima para baixo, como foi o caso da mudança do nosso fuso.

Não perca seu tempo 'se achando' professor disso ou daquilo, chamando os outros de analfabetos geográficos, especialmente em comentários de blogs. Poucas pessoas sabem quem você é e se você tem realmente credibilidade. Por enquanto você é um 'quase anônimo'.

E no seu caso específico, só vejo duas formas para você sair do anonimato e mostrar que tem credibilidade nas idéias que defende, ou seja, as pessoas passarem a dar crédito à sua opinião:

1. Divulga-la publicamente para que as pessoas te julguem.

- Solução: publicar artigos nos jornais e nos blogs locais. Tenho certeza que os espaços estão abertos.

2. Se aperfeiçoar intelectualmente no assunto de teu interesse.

- Solução: fazer pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado).

De outra forma, você vai continuar a ser apenas mais um 'quase anônimo' comentarista de artigos de blogs cuja opinião é conhecida por alguns leitores e meia dúzia de amigos teus.

Evandro

OBS: antes que você subestime os blogs. Foi graças ao Blog do Altino, ao meu blog e o do Antonio Alves que houve debate sobre a questão do fuso horário. De outra forma, tudo seria sacramentado em absoluto silêncio ou com pinceladas de aprovação tendenciosa por parte de setores da imprensa local.

Jordan disse...

Aqui no próprio blog vejo muitas pessoas se colocando a favor do atual horário. Tenho plena convicção de que não estou sozinho. Vcs querem é passar a impressão de que a populaçao inteira está revoltada. Pode deixar, que continuo estudando para me aperfeiçoar ainda mais na minha área. Aliás, me diz novamente em que área tu és especialista mesmo? Se for preciso, prepararo alguma matéria explicando as vantagens do atual horário e a sua viabilidade, embora os acreanos atualmente já estejam vivenciando-as, para vc colocar no seu blog.

Edson disse...

Fale quem quizer e o que quizer, sou a favor do horário como está. Mudar novamente é retrocesso. Fiz dia desses um comentário que é o seguinte: "fui pescar e o gado só desceu para o açude às 13:00 horas o novo horário não influenciou em nada". Embora acima alguém tenha falado que o horário não é para as galinhas, mas em meu entender é para todos os animais, racionais ou não, a diferença é que estes tem seu relógio biológico longe da interferência direta do ser humano. Antigamente, antes de 1964, não tínhamos energia elétrica a noite toda, então galo só cantava ao romper da alva, com a energia a noite toda, especialmente os galos ficaram iguais ao do deputado, a qualquer hora cantam, isso mudou algo neles. Se eu estiver errado me corrija.