sexta-feira, 25 de julho de 2008

ACESSO FACILITADO

Conversei com o jornalista Aníbal Diniz, assessor do governador Binho Marques, destacado para atuar na crise quase institucional decorrente do funcionamento da boate Diesel Pub no posto de gasolina Auto Parque.

A boate fecha ou não fecha?
O caso está sendo sendo analisado, buscando-se um caminho para que o estacionamento da boate tenha acesso pelo Parque da Maternidade.

Sendo assim, terão que abrir o parque para outros empreendimentos?
É. Tem que ter uma regulamentação completa do parque, porque existem várias situações pendentes que precisam de uma regra única, sem privilégios e sem discriminação.

Uma boate num posto de gasolina não é uma ameaça à segurança?
Os proprietários estão se ajustanto com o Corpo de Bombeiros e o Ministério Público. Parece que vai haver um isolamento da entrada do posto para o estacionamento da boate. Por isso a importância de um acesso ao estacionamento.

Tudo na terra de Galvez acaba em pizza. Como fica o caso da cabeleireira Diva, que fez um empréstimo no banco, construiu um salão de beleza no bairro Conquista, na periferia da cidade, e foi obrigada a derrubá-lo para recuo porque as autoridades alegaram que o estabelecimento não se adequava ao Plano Diretor de Rio Branco?

Sem amigos influentes no poder público, Diva chorou bastante, passou meses sem clientes e agora tenta vender a casa dela para quitar a dívida junto ao banco.

Recentemente, a prefeitura trocou a calçada em frente à casa do procurador geral de Justiça pela calçada padrão da cidade. A mudança não agradou ao procurador, que obrigou a prefeitura a refazer o calçamento de marmorito. Nós pagamos a conta.

8 comentários:

Anônimo disse...

Terra de Galvez, mas o horário é de Placido.

Cruzeirense disse...

Isso me dá enjôo.

Esse sENHOR, Aníbal Diniz (assim mesmo, com "s" minúsculo) tem sido uma espécie de José Dirceu do Paraguai. Digo do paraguai porque desde pequeno ouvia dizer que quando algo era falso, não prestava, não servia, se dizia ser do Paraguai.

Eu sei que se fosse outro governo, outro partido, seria o mesmo. Mas o que me dói no coração é ser traido por defender uma ideologia que tinha a casca de ovo.

Para esse governo atual já não briguei, não pedi votos nem nada, porque sabia que ia ser uma bosta. Eu sou do tipo que não voto em gente que não é daqui. Mas uma coisa decidi, não voto nem brigo mais pelo PT de hoje.

Aqui na nossa Cruzeiro do Sul, é a mesma bosta. Elegemos (sem meu voto) a Zila Bezerra. Uma pessoa altamente incapaz. Um desastre. Aqui passamos o mesmo Altino, quem está do lado sujo dela, pode até ser dono de todos os quiosques da praça como o vereador Marito e o vereador bandido Estevão Silva.

Mas tudo vai se resolver. Por aqui temos nomes para prefeito como :

Zinho, que não administrou nem o proprio negocio quando o pai lhe entregou. Faliu.

Zila Bezerra, para uma reeleição. Não duvide do nosso povo safado que pode reeleger ela.

Iderlei Cordeiro, eleito por uma maioria idiota. Um rapaz que até pouco antes de ser eleito, era conhecido por suas brigas de rua junto com sua familia de tradição no bairro da Varzea.

Gladson Cameli, como pessoa 100%. Como politico, herda o sobrenome sinonimo de falcatruas.

E por ai vai...

Como você diz... daqui uns anos aqui vai ser o paraiso na terra.



Dá vontade de ir

Sócia da Lei disse...

“(...)porque existem várias situações pendentes que precisam de uma regra única, sem privilégios e sem discriminação”.

Aprenderam direitinho a lição. Num mesmo texto sendo usado REGRA ÚNICA, SEM PRIVILÉGIOS E DISCRIMINAÇÃO, o texto ficou impactante e ao mesmo tempo contraditório. Que tal usarmos da REGRA ÚNICA, SEM PRIVILÉGIOS E DISCRIMAÇÃO, para se fazer cumprir a legislação vigente? Porque as várias situações pendentes estão pendentes até agora? O que a boate Diesel Pub tem de exceção? Ah, já sei. O empreendimento vai entrar na história e os proprietários serão os desbravadores ao implantar uma boate num posto de combustível.

A cada declaração dada para se tenta resolver a situação, acalmar os ânimos e calar a boca dos que questionam mais contraditório e obscuro isso fica. O interessante é a mobilização em prol do assunto. Agora lhes pergunto: Será que na escala prioritária do governo, não existe nenhum assunto que deva ser analisado com tamanho empenho e em primeiro lugar?

A conseqüência disso tudo será uma verdadeira instigação a irregularidade, a desobediência as Leis e ao desrespeito a qualquer tipo de imposição que porventura o governo ou a prefeitura venham, de forma cínica, tentar estabelecer.

LEMBREM-SE: EXEMPLOS SÃO PARA SEREM SEGUIDOS.

Sócia da Lei disse...

Obrigada pela inútil tentativa de informar a população. Mas, infelizmente, a novela Boate Diesel não se resolverá apenas com o acesso isolado. Não tente miminizar uma situação de extremo risco à segurança social.

Thiago disse...

Sócia da Lei, parece-me que o acesso isolado resolve a questão do descumprimento da lei. Não acho que seja preciso fechar o estabelecimento. Se fosse assim, seria o caso de se retirar todas as casas e estabelecimentos ao redor do posto - deste e de todos os outros -, diante do risco da explosão. Ou não faz diferença quando há um número menor de pessoas numa casa ou em outro estabelecimento? O que está sendo feito é a tentativa de minimizar os riscos e cumprir o que determina a lei, mas o risco existe em todos os lugares próximos à postos de gasolina. Há de se citar também os inúmeros postos localizados em praias de grandes cidades, lugares que costumam receber um grande número de pessoas também (até mais do que numa boate). Se o risco é tão grande, que fechem-se todos e coloquem os postos de gasolina em áreas isoladas.

Sócia da Lei disse...

Prezado Thiago, ainda bem que vc se expressou bem qd disse parecer que o acesso isolado resolve a questão...Eu lhe digo, não resolve não. O acesso é apenas um dos vários "x" da questão. Quanto ao questionamento da localidade do posto, vc pensou corretamente. Mas sabe o que aconteceu?? O proprietário, pelos mesmos meios alternativos que se vale hoje, conseguiu com que fosse alterada uma Lei que proibia a instalação do Posto naquele local. Analise pela cidade que todos os outros postos têm características semelhantes, execeto o Auto Parque.
Ah, só pra destacar, o que está sendo feito é uma verdadeira "maracutaia" em prol do empreendimento, tendo em vista que a Lei já fora burlada há mt tempo. A regularização e solicitação, deveria ter sido feita antes da construção e funcionamento da Boate. Não existe abertura na Lei para esse tipo de minimização. Imagine se todos resolvessem construir o que quisessem e onde quisessem?? A cidade viraria um verdadeiro caos.Vc não imagina a burocracia para se instalar, por meios legais, uma boate. Agora, imagine uma boate num posto de combustivel, atividade legalmente destacada como de Risco. Agora me responda, pq o Iesacre nunca conseguiu acesso pelo Parque?? E olha que estamos falando de Faculdade...Vc acha certo que todos se unam para tentar resolver um problema que só existe pq, na medida que se achavam superiores a td e a todos, fizeram como bem entenderam e levaram a categoria de meros enfeites o CBMAC, a SEDOP e o IMAC. Pq os memso dirigentes não se unem para tentar minimizar a situações de váriasssssss pessoas que tentam construir um barraco que seja e que são impedidas pelo Poder Público, justamente por não possuírem "costas largas" e governo a seu favor?
Te aconselho que vc dê uma lida nas leis estaduais e no Plano Diretor de Rio Branco.

Mambira xixica disse...

Frase curta e simples para expressar o estilo PT de governar:
"Para os amigos , tudo! Para os inimigos, o rigor da lei! "

acreucho disse...

Altino, esta da calçada em frente a casa do Procurador é uma pegadinha, não é?
Calçada padrão é padrão e pronto, nem procurador poderia mudar... só no Acre...