segunda-feira, 22 de maio de 2006

UM PEDAÇO DA MATA

Olá Altino!

Como vão as coisas? Espero que esteja tudo bem. Já estou com saudades do tacacá da Base e mesmo daqueles que se encontravam em barraquinhas mais simples por toda Rio Branco, que diversas vezes me alimentaram. Como vai o blog? Faz tempo que eu não vejo, pois o pique por aqui já vai acelerado. Estou escrevendo para lhe informar que o trabalho de sua coleção foi selecionado a participar da exposição de Hélio Melo na 27ª Bienal Internacional de São Paulo! Espero que você e a Kátia se alegrem com a notícia. Eu fiquei contente quando vi a seleção.

Como há uma série de procedimentos a serem tomados (relacionados ao transporte, seguro etc), a parte de documentação será organizada com o apoio da Fundação Elias Mansour, que possui a relação completa das obras em Rio Branco que estão sendo convidadas a participar da mostra de Hélio Melo.

A curadoria da Bienal gostaria de montar todos os trabalhos em moldura nova, com material antimofo e antiácido, para melhor acabamento e segurança dos mesmos. Este trabalho, naturalmente, será executado por mão-de-obra especializada.

Você autoriza tal operação? Neste momento, para que possamos fazer o “Compromisso de Empréstimo”, é imprescindível que tenhamos estas informações o quanto antes, para que isso não comprometa os arranjos e a exposição ocorra da melhor forma possível.

Bem, é isso aí: tome um tacacá por mim, ok?!.

Abraço,

Bartolomeo Gelpi

O Bartolomeo Gelpi é produtor cultural da Fundação Bienal de São Paulo, onde o Acre será destaque na próxima edição, de 7 de outubro a 17 de dezembro. O tema da próxima Bienal é "Como Viver Junto". A abordagem sobre o Acre se dará com uma exposição do pintor Hélio Melo e dos trabalhos de três artistas estrangeiros que já cumprem um período de residência no Acre. Gelpi já recebeu a nossa autorização para os procedimentos necessários. A friagem deixou o dia propício para um saboroso tacacá. É o que farei para matar a saudade da gula de meu amigo paulistano. A história do trabalho selecionado está em Viva Hélio Melo!. "Para Kátia, um pedaço da mata", escreveu no quadro o saudoso seringueiro. Não tem preço.

2 comentários:

Saramar disse...

Altino, a tela é belíssim. Os tons são de sonho. Que privilegiado é a sua esposa por ter esse maravilhoso presente e ainda com essa dedicatória tão delicada e poética!
Parabéns a ambos e, confesso, com uma inveja!!!!!! Mas, é boa, certo?
Vocês irão, é claro visitar a mostra.
Os seus leitores, cada vez mais exigentes, querem daber de tuuuuuudo.
Obrigada.

Beijos

Saramar disse...

Voltei, ai minha cabeça anda a mil.
Por favor, que tal nos mostrar esse tacacá que é bom com o frio? Uma receita básica para os daqui, que nada sabem.
Obrigada.
Beijos