quinta-feira, 29 de setembro de 2005

TRENZINHO DO FOGO

Do botânico e pesquisador do Inpa e da Universidade Federal do Acre, Evandro Ferreira, no blog Ambiente Acreano:

"Agora que a parte pior do desastre passou e os movimentos pró-compensação começam a se revelar (aproveitando o momento de comoção social, o interesse da mídia e do público...), gostaria de reiterar que continuo firme em minha posição: me recuso a colaborar com essa "ajuda" aos que direta e indiretamente colaboraram para o fogo que tomou conta do interior do nosso Estado.

Sugiro que o Governo Federal, Estadual, Basa e Banco do Brasil (os alvos prediletos do movimento) se adiantem e mandem a conta para os destruidores e incendiários contumazes que existem no Acre, incluindo o vice-prefeito de Xapuri, preso tocando fogo em sua colônia. O IBAMA e IMAC possuem um cadastro recheado com nomes e endereços daqueles que foram multados por derrubadas e queimadas ilegais. Vai ser fácil mandar as cobranças!"

3 comentários:

Fênix disse...

Sugiro que o JV ...***^^,,,.!!!;. Com uma mão ele apaga o fogo, com outra ele acende. Numa mesma viajem ele sobrevoa a Reserva extrativista avaliando os estragos(serão base pra negociar novos recursos) e inaugura em Cruzeiro do Sul a I Expo Juruá que levará progresso e desenvolvimento (Monocultura e desmatamento) para aquela região.Depois de tudo vem chorar lágrimas de crocodilo na mídia, lamentando a tragédia. É um...

Fênix disse...

O JV recebe correspondências na Casa Rosada...rs rs rs

Mário disse...

O pior é que até o custo financeiro da fumaça é socializado (ou seja, é distribuído entre os membros da sociedade): O Banco do Brasil e o BASA financiam, a juros subsidiados, as atividades empresariais.