quarta-feira, 16 de março de 2005

NUNCA É TARDE

No domingo, li no Globo o artigo “É jornalista quem quer ser jornalista”, de autoria de Jacob Weisberg, editor da revista online Slate, uma das mais antigas da internet, vendida pela Microsoft ao Washington Post no final do ano passado.

Como o artigo é excelente, mas longo para transcrevê-lo aqui, encontrei um jeitinho de compartilhá-lo com os leitores desse blog.

Clique em “É jornalista quem quer ser jornalista” para leitura no site do Ministério das Relações Exteriores.

2 comentários:

Plínia disse...

Ontem eu recebi em casa um livro do presidente do sindicato dos jornalistas de mg, meu irmao mandou, eu li duas páginas e achei ruim. Eu desisto tão fácil das coisas! O fato é que meu ócio criativo anda arranhado, há algo estranho aqui, alguma coisa me puxando pra baixo além da gravidade. beijo.

Nadja disse...

Oi Altino! O título deste arquivo me trouxe a lembrança de um fato que me deixou "injuriada"!! Uma pessoa que eu conheço (de vista) daí do Acre foi a um famoso programa que COMEÇAVA às 23:30, foi apresentado como jornalista e, pasme, na hora de mostrar a que veio, no caso, a que foi, fez caras e bocas, piadas de segunda (tentando se mostrar humorista), fez papel cômico (sendo delicada) e fechou com chave de ouro, dizendo que quando viaja "entra no tubo de alumínio" (hãm????????), que é como TODOS os acreanas chamam avião!!!!!!!!!!!!!!...Morei 23 anos em RBCO, retorno 1 vez ao ano (já por 10 anos) e NUNCA ouvi, falei ou lí tamanha besteira!! O propósito deste comentário é: onde foi que ELE viu isso? Não vou citar nomes, quem viu, viu...quem não gostou que se manifeste contra, quem já ouviu, se manifeste tb, talvez eu esteja defasada, mas que foi um papelão, ah, isso foi!!.