quinta-feira, 9 de dezembro de 2004

IMPRENSA "SIPÓ"

O sujeito que se declara jornalista e escreve “sipó” em vez de cipó merece a pena de morte. É o caso de quem redigiu a seguinte manchete no site do semanário O Estado: “Apreendido grande carregamento de sipó de Daime pela Polícia Rodoviária”.

Mais adiante, em curtíssimo editorial, o site presta um desserviço ao afirmar que a imprensa do Acre não sabia da visita do presidente Lula a Rio Branco.

“O primeiro canal de notícia do Acre a dar conhecimento da visita inesperada do presidente Lula ao Acre nesta manhã foi este jornal. Nenhum jornal diário da capital sabia da visita do presidente, que chegou de Cuzco, Peru, hoje de manhã, e, em companhia do governador Jorge Viana, visitou as obras da terceira ponte, sobre o Rio Acre”, destaca.

Não é verdade. A coluna Plenário, da Gazeta, e Bom Dia, da Tribuna, anunciaram a visita em suas edições on-line ainda na noite de ontem. Até esse blogueiro sabia e registrou a visita em nota publicada mais abaixo, antes dos dois jornais.

O único jornal que não noticiou a visita de Lula foi o Página 20. “Escrevi uma nota, mas fui censurado porque o jornal recebeu ordem superior para não mencionar nada a respeito da visita presidencial”, afirmou o jornalista Leo Rosas, da coluna Poronga.

Fica provado que a equipe do Estado comeu mosca porque foi a única a não saber que o presidente Lula faria mais uma visita ao Acre para dar carona ao amigo Jorge Viana.

Desse jeito, o diretor do site, João Roberto Braña, atrapalha o sonho de se tornar assessor de comunicação do prefeito eleito Raimundo Angelim com as bênçãos do PC do B.

A "imprensa 'sipó'" precisa tomar a vacina do sapo.

P.S.: Estado corrigiu o "sipó" às 16h13

Um comentário:

Jose Murilo disse...

Alô Altino,
A imprensa sipó também não acredita em blogs, e tem a si mesma como a "dona da voz". Muito legal que você esteja furando o cerco com suas blogadas, exercitando o poder das vozes autônomas. O mundo mudou, a blogosfera já faz alguma diferença (e fará cada vez mais), e quem está neste trilho ainda vai ter muito o que rir das trapalhadas da imprensa sipó. O calor do sapo até que podia fazer bem a esta turma.
Parabéns, e um abraço.
José Murilo