segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

PF continua alvo de represália política

O ano termina sem que o governo do Acre e a prefeitura de Rio Branco tenham asfaltado os 130 metros da Rua Tribunal de Justiça, na Via Verde, onde funciona há pouco mais de um mês o novo prédio da Superintendência da Polícia Federal. Apesar de três apelos formais da PF, prevaleceu a represália do governo e da prefeitura por conta da Operação G-7. Arrastado pelas chuvas, o barro da rua aos poucos vai aterrando a galeria abaixo do prédio do Tribunal de Justiça do Acre. Quando começar a inundar e os desembargadores reagirem, o asfaltamento será inevitável. No Acre, o poder costuma ser cretino, medíocre e narcisista.

Um comentário:

Carlos Floresta disse...

“Os governos passam, as sociedades morrem, a polícia é eterna.” Honoré de Balzac