segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Assim não dá, professores

Em campanha por salas de aula climatizadas nas escolas da rede pública, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre tropeçou na língua portuguesa. Usou “dar”, que é verbo no infinitivo, sendo correto “dá”, na terceira pessoa do singular do presente do indicativo. Uma pequena prova da qualidade que temos na educação. É o calor da política eleitoral. Foto: Lindomar Padilha.

6 comentários:

Albuquerque disse...

O SINTEAC é incompetente até no uso da língua portuguesa.

Carlos Floresta disse...

"Ensinar e aprender no calor não 'dar' MESMO!!!"

Antropofágico disse...

Tem-se uma percepção que o Sinteac não entende é do presente do indicativo. Principalmente o presente que indica as novas demandas e os novos comportamentos. Nada de errado. Nada mais correto que o erro. O local é o representante fiel do discurso: AMADOR, ANACRÔNICO, ARCAICO e ESSENCIALMENTE POLÍTICO PARTIDÁRIO.
Professor Fagner M. Bezerra. Membro do ACORDA EDUCAÇÃO

Antropofágico disse...

Tem-se uma percepção que o Sinteac não entende é do presente do indicativo. Principalmente o presente que indica as novas demandas e os novos comportamentos. Nada de errado. Nada mais correto que o erro. O local é o representante fiel do discurso: AMADOR, ANACRÔNICO, ARCAICO e ESSENCIALMENTE POLÍTICO PARTIDÁRIO.
Professor Fagner M. Bezerra. Membro do ACORDA EDUCAÇÃO

Lindomar Padilha disse...

Quando vi, não resisti, Altino.

Bom trabalho

Lindomar Padilha

Márcia Camarão disse...

Não aliviando o SINTEAC que foi quem contratou a empresa, mas já vi vários outdoors com erros crassos de português, vai ver essas empresas precisam contratar revisores em boa língua portuguesa.