segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Vamos aguardar esclarecimento

Todos sabemos que muita gente no governo do Acre mantém bico e lucra com o fato de estar no governo.

Uma servidora pública, ocupante de cargo comissionado, com salário de R$ 5 mil, que trabalha na Casa Civil, usa uma empresa para celebrar contratos com o governo e com a prefeitura de Rio Branco.

O contrato mais recente, de R$ 208 mil, com a prefeitura, mereceu vários aditivos.

Na tentativa de driblar qualquer suspeita, a servidora, que foi promovida em maio por ser ocupante do cargo de Gestor de Políticas Públicas, usa o nome de solteira.

O blog, o gabinete do governador e a Casa Civil receberam a denúncia.

A Secretaria de Comunicação informou que o governo deu prazo de 24 horas para que a servidora se explique e anunciou que a Casa Civil vai se manifestar sobre o caso.

Repassei a denúncia também para a Assessoria de Comunicação da prefeitura de Rio Branco.

Aguardemos.

2 comentários:

jose roberto disse...

Caso confirmado a veracidade na denuncia, se definirá falsidade ideológica pelo fato de uma vez alterado o nome não poder usar os 2(antigo e novo)nomes para identificação.

Maíra Silva disse...

E por qual cargas d'água que não se deu o nome aos bois, Altino?!
Ganhar dinheiro assim é fácil, né? Melhor que TelexFree.