terça-feira, 25 de junho de 2013

Tião Viana ouve em alto e bom som


O que o governador Tião Viana, por falta de humildade ou coragem, não é capaz de dizer no Acre, mas teve que ouvir da presidente Dilma Rousseff em Brasília:

- O povo está agora nas ruas, dizendo que deseja que as mudanças continuem, que elas se ampliem, que elas ocorram ainda mais rápido. Ele está nos dizendo que quer mais cidadania, quer uma cidadania plena. As ruas estão nos dizendo que o país quer serviços públicos de qualidade, quer mecanismos mais eficientes de combate à corrupção que assegurem o bom uso do dinheiro público, quer uma representação política permeável à sociedade onde, como já disse antes, o cidadão e não o poder econômico esteja em primeiro lugar. É muito bom que o povo esteja dizendo tudo isso em alto e bom som.

7 comentários:

Julio Cesar disse...

Analisando a imagem percebe-se que ele não é tão poderoso, a imagem diz tudo, até na foto a presidente Dilma quer distancia dele.

Mari@d@acre disse...

Típico da prepotência vianista, o TJ acreano não tem competência, a PF sediada no acre não tem competência, o jornalismo acreano não tem competência, etc....mas o contonete Roussef faz ouvir a força, o clamor das ruas acreanas. Afinal, ela sabe que plebiscito no acre não funciona.

Juarez Nogueira disse...

Nossa! E cercada de gente alugada, digo, ilibada, hein!?
Abraço, Altino

Juarez Nogueira disse...

Pô, e cercada de gente alugada - digo, ilibada, hein!?
Abraço, Altino.

Carlos Floresta disse...

O Acre é mesmo longe de Brasília.

joaomaci disse...

E você saber que pra garantir esses ternos alinhados e impecáveis há uma série de relações obscuras, mais sujas do que pau-de-galinheiro?!?!!

Carlos Floresta disse...

A fotografia é prova inconteste de quão distante o Acre está de Brasília...