quarta-feira, 12 de junho de 2013

Operação G-7: "Solte o Salomão", pedem trabalhadores da construção civil


Mobilizados pelo Sindicado da Construção Civil, trabalhadores pedem, no centro de Rio Branco, liberdade para o empresário Francisco Salomão, vice-presidente da Federação das Indústrias do Acre. Salomão é um dos 15 presos pela Polícia Federal durante por crimes de formação de cartel, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, fraude à licitação e desvio de verbas públicas.

7 comentários:

elmo persch disse...

Soltem Barrabás !!! esse nosso povo rs

joaomaci disse...

Constantemente ouvimos falar em "massa de manobra", mas isto é o cúmulo...
Esta manifestação dos trabalhadores da construção era previsível, assim como foi com os trabalhadores da indústria florestal ano passado, quando uma série de denúncias e críticas feitas pela academia e por outros setores da sociedade desvendou a falácia e a injustiça social gerada pelo propalado, alimentado e nutrido a isenção fiscal que é o tal "manejo florestal".
Os trabalhadores do Acre e desta região onde prevalece a pecuária subvencionada pelo Estado hoje, são pessoas duplamente expropriadas. A primeira vez quando suas terras devem dar lugar as pastagens, e a segunda quando trabalham por míseros salários nas obras de construção civil que os acolhe na cidade. Não são burros, inocentes ou sem vergonhas, simplesmente estão defendendo o seu ganha pão.

Carlos Floresta disse...

Essa é a cara do "Povo do Acre":
Com baixo nível de escolaridade e sem perspectivas de empregos na prometida "industrialização do Acre", para dar sustento à suas famílias, resta-lhes pedir a liberdade para seus(nossos) algozes...
Nesses momentos percebemos a eficiência desse arremedo de democracia e de política praticado no Brasil e em especial no Acre. As ovelhas pedem (embora não queiram) liberdade para os lobos!

Andarilho disse...

Alguém perguntou para eles, quantas diárias perderiam, caso não comparecessem a esse circo?

Andarilho disse...

A maior sangria, é sobre o erário.

Jackson Sabin disse...

Ao analisar, diariamente, percebo a inobservação de grande parte da população, a fingir que não estar envolvida diretamente e não sabe quais são as Reais consequências, dos fatos relatados pela PF, se forem verdadeiros, para a população Acreiana.

Um das consequências é:

- Para o governo pagar empréstimos feitos terá que aumentar os Impostos de produtos e serviços, tais como - gasolina, cesta básica, transportes público, material de escolas, luz, IPVA, e outros.

- Para refazer as ruas malfeitas, o Governo, terá que fazer novos empréstimos.

Acho que deveríamos ter mais consciência e pensarmos, mais, que legado estamos aceitando pro nossos filhos.

MARIOIVON KAMELO disse...

QUANTO MAIS SE APREGOA VERDADES POR PARTE DAS ELITES POLITICAS ACRIANAS MAIS A JUSTIÇA DIZ NÃO.HUM É A JUSTIÇA QUE ESTA ERRADA?