sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

"PEÇO PERDÃO AOS DOIS"


Carlos Augusto Coelho de Farias, o homem sorridente que exibe os dois abacaxis na foto, era do PMN e foi eleito segundo suplente na chapa vencedora para o Senado Federal pelo Acre em 2006.

Em 2011, deu entrada no Supremo Tribunal Federal (veja) com um mandado de segurança em que pedia para ocupar cadeira quando Tião Viana deixou o Senado para governar o Acre.

Alegava que o primeiro suplente, Aníbal Diniz, não poderia ficar com o mandato, pois, à época da eleição, teria se valido de uma fraude para demonstrar desincompatibilização do cargo de secretário de Comunicação do governo do Acre.

Nesta sexta-feira (8), agora como filiado ao Partido Ecológico Nacional e aliado do governo estadual, durante reunião aberta do PT, no plenário da Assembléia, Coelho pediu a palavra e implorou perdão várias vezes pelo que fez.

- Quero pedir perdão aos senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz pelo que fiz. Peço perdão aos dois. Naquele momento, meu partido e eu não fomos capazes de enxergar o bem que ambos faziam, fazem e ainda vão fazer pelo Acre. Estou aqui para pedir o perdão de vocês. Me perdoem mesmo.


Como diz o samba de Ataulfo Alves, "perdão foi feito pra gente pedir". O blog não conseguiu apurar até o momento se Carlos Coelho obteve o perdão dos senadores.

Durante a reunião, realizada para comemorar a passagem da vice-presidência do Senado, de Anibal Diniz para Jorge Viana, o ex-governador citou o blogueiro.

Para ressaltar o que considera "desapego" pelo poder, Viana mencionou nota deste blog, de novembro de 2006.

Num lapso de memória, durante discurso de 43 minutos, atribuiu ao blogueiro (veja) o que na verdade foi dito por Antonio Alves, que era secretário estadual.

4 comentários:

. disse...

Estou em duvida entre babao e babaca :)

João Francisco disse...

O garotão foi sucesso total na eleição de prefeito na cobalida Tarauacá, inflacionou o mercado, um amigo meu disse que estão fazendo um abaixo assinado ao governador para que o Coelho comedor de cenoura passe uma longa temporada por lá.

Lazaro Barbosa disse...

Um dia também me pediram para pedir perdão ao então Secretário de Comunicação e hoje Senador Anibal Diniz. Motivo: eu nunca escondi que sempre fui contra a maneira como ele(s) do PT trata(m), ou tratava(m) os jornalistas. Digo isso pois já não faço mais parte dessa categoria! Como muito esforço hoje sou advogado. Sofri consequências por não pedir perdão, quem não lembra da minha tentativa frustrada de lançar uma chapa alternativa à Presidencia do SINJAC? Eu venci Coelho!

Julio Cesar disse...

"Coelhinho, coelhão

és tão brincalhão

que corres comigo

para fora do teu colchão.

Coelhinho, coelhão

és tão comilão

que até comes os meus ovos

sem autorização.


Coelhinho, coelhão

agora digo-te adeus..."