terça-feira, 15 de janeiro de 2013

GOVERNO CONTESTA "GAROTA DELIVERY"

Por causa da entrevista da "Garota Delivery", o governo do Acre emitiu uma "nota de repúdio" nesta terça-feira (15) sobre a Operação Delivery. Veja:

"A chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, em nome de toda a equipe de governo, vem a público repudiar a maneira irresponsável com que algumas pessoas tentam atrelar integrantes do Governo do Estado do Acre à Operação Delivery, deflagrada e orientada pelo Ministério Público Estadual, instituição competente para proceder em casos como esse.

É inadmissível que a honra, a integridade e a dignidade de toda uma equipe sejam atacadas por acusações levianas dirigidas a uma pessoa não identificada, com o propósito de atingir todos os membros da equipe, que nos orgulham pela dedicação e compromisso com o governo e a causa pública.

É comum surgirem boatos a todo momento, atrelando pessoas respeitáveis da sociedade como membros do Judiciário, das polícias, jornalistas e empresários, entre outros, a envolvimentos em situações de agiotagem, pedofilia, sempre de maneira generalizada.

É natural que investigações policiais do porte da Operação Delivery ganhem grande repercussão na sociedade, mas é preciso que a busca pela verdade e pela punição dos envolvidos não seja forjada e estabelecida com base em atitudes que maculam a honra e a integridade de homens e instituições que não fazem parte do processo.

Ao utilizar de forma leviana uma denúncia grave, ficam patentes a irresponsabilidade e a fragilidade de quem a faz. Esses procedimentos refletem a absoluta ausência de ética para manter-se em evidência, sempre à custa da integridade de quem realmente a tem. Se existem provas de fatos dessa natureza e a intenção de contribuir realmente com a verdade, que se busquem as instituições competentes. É dessa forma que procedem as pessoas que almejam uma sociedade mais justa, tolerante e moral.

Márcia Regina Pereira
Chefe da Casa Civil do Governo do Estado do Acre"

7 comentários:

Gustavo Cardial disse...

que piti desnecessário. lamentável.

Isaac Melo disse...

A Casa Civil, não serviu!!!

eliomar m. disse...

Olhe senhora Márcia Regina, chefe da casa civil do governo do Estado do Acre. Ao invés de à senhora desqualificar o que disse esse garota de programa em sua entrevista seria melhor que a senhora procurasse ler o que que diz o processo, e não colocar suas mãos no fogo. E mais em relação as putarias que existe nesse mundo é normal gente grande se envolver nisso. Mais minha senhora não meta mais suas mãos no fogo: pois à senhora não dorme e não fica vigiando e muito menos sabe o que fazem os membros do governo, nas suas horas de folga.

Gleiciane disse...

Se tivessem ignorado o que disse a garota, ficaria mais bonito.

Fernando Melo disse...

Esse processo não deveria mais seguir em segredo de justiça e tudo estaria resolvido .

ELSOUZA disse...

Esse eliomar m. é DO CACETE! Vixe.

NN disse...

Estaa chefe de gabinete quis ser mais realista que o rei... péssima figura, podia ter ficado calada. E se aparece um nome ligado ao governo, o que vai dizer? Parabéns pela reportagem, Altino. Você é mesmo um ótimo reporter. NN