domingo, 6 de janeiro de 2013

15 ANOS EM COMA - AMOR E DOR SEM CONSOLO

POR ODELE SOUZA

Olá Altino,

Antes de tudo quero desejar a você e às pessoas que você ama, um excelente 2013.

Altino, tenho recebido através de seu blog, verdadeiros presentes representados por pessoas bonitas, inteligentes e sensíveis. A jornalista Eliane Brum é uma dessas pessoas que me conheceu por seu intermédio e em 2009 escreveu na revista Época, a matéria mais bonita que até hoje já se escreveu sobre a historia de Flavia -  Saudades de sua voz. Através da matéria da Época escrita por Eliane,  milhares de pessoas tomaram conhecimento da história de Flavia e do perigo existente na sucção dos ralos de piscinas. E já saber do perigo é uma forma de prevenção. Eu  e Eliane que moramos em São Paulo e relativamente perto uma da outra,  nos tornamos amigas. E esta amizade com Eliane Brum, eu devo a você.

Hoje, recebi e-mail que já respondi e tomo a liberdade de dividir com você, de Jaira, uma conterrânea sua e uma menina que tem quase a idade de Flavia e que chegou a nós através de seu blog, Altino. O e-mail de Jaira me comoveu, porque sempre me comove a sensibilidade com que as pessoas, tenham a idade que tiverem,  tratam o seu próximo e o sofrimento alheio. Sem palavras que denotem qualquer piedade ou comiseração (que muito me incomodam) Jaira me passou uma mensagem linda. De amor, respeito, carinho e muita sensibilidade.

Muito obrigada a você Altino por estar sendo a “ponte”para que pessoas como a jornalista Eliane Brum e a jovem Jaira Cristina Barros se aproximem de mim e Flavia. Muito obrigada.

Um forte e carinhoso abraço pra você. Feliz 2013!"

Mensagem de Jaira Cristina Barros:

"Bom dia dona Odele, me chamo Jaira Cristina, não tenho nada muito interessante e novo para falar a senhora, só queria dizer que tenho um respeito enorme pela senhora, que a admiro muito. Estava em minha casa em uma tarde quente de ócio, foi em meados de julho de 2012 e resolvi acessar o blog do meu conterrâneo Altino Machado e vi ao lado do blog dele os blogs que ele segue, foi ai então que vi o seu blog e o nome dele me chamou a atenção, acessei e em apenas três dias li todos os seus posters, acompanhei cada linha ferrenhamente, me surpreendia a cada historia linda! Sabe a senhora tem uma linda filha, ela tem a minha idade é só um més mais nova que eu, as vezes acordo durante a noite e me pego pensando em vocês duas, pensando na Flávia, rezo por vocês e nem sou de rezar, sou estudante de Biologia e já cursei Técnicas em Enfermagem, e essas profissões me tornaram uma pessoa fria e muito cientifica. Porém a historia da Flavia me emociona profundamente, desejo muito que um dia a senhora ainda ouça a voz de Flavia, li algumas postagens onde a senhora fala do silencio dela, me coloquei em seu lugar e cheguei a conclusão de que a senhora é mais que mãe a senhora é a outra metade da Flavia. Vou lhe agradecer em nome de Flavia, obrigada por cuidar tão bem dela e de nunca ter desistido da Flavia, nem da lei para a seguranças nas piscinas. A senhora e o seu filho são dois guerreiros, sei que não deve ter sido fácil para o Fernando, que na época era só um adolescente, foi muito duro esse golpe do destino, por isso, mais uma vez obrigada dona Odele, obrigada pois a Flavia pode não falar mais estar muito viva! Segue uma musica para a Flavia, ela é uma delicia e tem a nossa cara, jovens como ela e eu gostamos de musicas assim dona Odele, saúde para vocês, sabedoria, beijos e abraços.

Resposta de Odele Souza:

"Boa tarde Jaira,

Você chegou ao blog de Flavia através do blog de Altino Machado? Que bom que você lê o blog dele. É um dos melhores.

Jaira, quero lhe agradecer por este seu bonito e comovente e-mail. Fico contente por ver que você, uma pessoa tão jovem, demonstra ter tanta sensibilidade. Receber seu e-mail hoje foi muito importante porque trouxe carinho para mim e Flavia. Exatamente hoje faz 15 anos que Flavia sofreu o acidente que se não tivesse ocorrido, ela seria uma jovem saudável, igual a você. Se você não leu, escrevi sobre esta data no post de hoje (6) Flavia, 15 anos em coma. Um ador sem consolo.


Já coloquei a música que você nos enviou para Flavia ouvir. E ela já ouviu  “sua música” algumas vezes hoje. Vou colocá-la junto às outras músicas no Ipod de Flavia. Como ela tem a audição preservada, sempre coloco músicas para ela ouvir e esta musica que você enviou vai estar entre aquelas músicas especiais que Flavia ouve.

E fico comovida quando você me agradece por cuidar bem de Flavia. Eu é que agradeço a você por ter feito este contato tão especial, tão carinhoso conosco. Muito obrigada Jaira.  Obrigada por ler os posts que tenho escrito no blog de Flavia, obrigada por pensar em nós de vez em quando, por nos escrever,  obrigada por sua sensibilidade. Se Flavia estivesse bem, eu ficaria muito contente de ter você frequentando nossa casa como uma das amigas de Flavia.. Uma amiga assim, tão delicada e sensível feito você, é algo precioso. E ah! também gosto muito de seu nome. Tão  bonito e diferente.

Escreva-nos sempre que quiser. Terei prazer em responder aos seus e-mails.

Um bom 2013 pra você e seus entes queridos. Um forte e carinhoso abraço."

2 comentários:

Gleiciane disse...

Também já tive a honra de ler o blog da senhora Odele. É inacreditável a força dessa mulher, que se desdobra em cuidados e carinhos com a filha há tanto tempo em coma. Muito lindo o e-mail da Cristina, aliás, foi ela quem me apresentou o blog da Flávia. Por isso o meu muito obrigada por compartilhar comigo,além da vida linda que temos, o post da dona Odele e sua filha, não menos linda.

André Lima Gonzaga disse...

Mãe é, realmente, a pessoa mais preciosa de nossas vidas. Fiquei extremamente comovido com a história de dona Odele e Flávia. Não teria muito o que dizer para cessar essa dor, por isso queria abraçá-la e, assim como a Jaira, agradecer por todo esse amor, cuidado e dedicação. Na verdade não é nem só amor, cuidado e dedicação, tudo isso que ela faz é tão grande que nem consigo achar uma denominação. Que Deus conforte as duas e fico na torcida para que o milagre chegue correndo, porque é só isso que as duas merecem, voltar do ponto de onde pararam, com muita saúde. A partir de hoje a voz de Flávia é a que mais quero ouvir. Obrigado, dona Odele, a senhora é um anjo! Parabéns por compartilhar essa história, Altino. Abraços!