sexta-feira, 23 de novembro de 2012

POBRES E RICOS DA OPERAÇÃO DELIVERY

Nota da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça do Acre sobre o grupo pobre envolvido na Operação Delivery. Os membros do grupo rico estão soltos:
"A desembargadora Denise Bonfim analisou dois Habeas Corpus na manhã desta sexta-feira (23) e negou a liminar pleiteada.

Eles foram impetrados em favor de Franciney de Oliveira Contreira e Greice Maria Vasconcelos de Almeida, presos desde 17 de outrubro deste ano, acusados de integrarem rede de exploração sexual que aliciava menores em Rio Branco.

Em sua decisão, Denise Bonfim afirma que a priori não verifica motivos para a concessão da liberdade aos acusados.

- Ante a complexidade da investigação que redundou na expedição dos mandados de prisão em desfavor dos investigados, (...) faz-se necessária a análise mais detalhada dos fatos, o que enseja o aguardo de mais informações - declara a magistrada na decisão.

Assim, Denise Bonfim negou os HC's e requisitou mais informações sobre o caso ao Juízo da 2ª Vara da Infância e da Juventude de Rio Branco, unidade na qual tramita o processo.

A partir de agora, serão aguardadas as informações do juiz e depois o processo seguirá para vista do Ministério Público Estadual. Após o cumprimento do prazo legal, o mérito dos HC's será julgado."

Um comentário:

utilar wer disse...

por que o Tiago Reges tá solto??(por causa do papai que é DELEGADO? )...o cara é um dos EXPERTS pilantras que existe nessa área de prostituição ...e a justiça deixou ele de fora pq ???