quarta-feira, 19 de setembro de 2012

IMAGEM REALMENTE TRISTE

Uma opinião no jornal A Gazeta, de agosto de 1996, antes do bem bom da conversão à família Viana e governos do PT



(...)


"Quando Jorge Viana aparece na televisão com Marcos Afonso, fica claro um fato: o atual prefeito contava que a legislação fosse alterada, que passaria a emenda constitucional estabelecendo a reeleição no país para que ele pudesse ficar mais quatro anos na Prefeitura Municipal. Como a lei não passou e como também não foi possível candidatar um de seus irmãos, ele foi buscar no empresário Fernando Lage o parente que precisava para manter-se na estrutura do poder e em Marcos o fantoche, a marionete que pudesse manobrar quando seu mandato acabar.

Neste caso Marcos Afonso é mais vítima do que propriamente um candidato a prefeito. E tudo isso só revela quem de fato é Jorge Viana, o mais maquiavélico, em causa própria, de todos os políticos que já surgiram na história recente deste estado. Logo ele, tão moço, tão jovem, que se dizia tão puro politicamente.


Quem não conhece Jorge Viana, acompanhando seu pai, pedindo votos para Paulo Maluf no Colégio Eleitoral, em 85. Conheço Jorge Viana da administração do PMDB, que via em Flaviano Melo, então governador, o seu ídolo e o símbolo a ser seguido. Conheço o prefeito também da companhia de Chico Mendes, quando o sindicalista passou a representar alguma alternativa de poder.


Isso mostra que Jorge Viana não é diferente dos demais políticos. É sobretudo um cidadão que não sabe viver fora do poder. Tem uma verdadeira compulsão por cargos. Como agora é concreta a ameaça de pelo menos desta vez ele e sua família ficarem de fora do poder, querem nos empurrar goela abaixo um candidato que, sinceramente, nunca administrou um carinho de pipoca.


E aí está a chave do segredo. Se Marcos Afonso ganha a eleição, como nunca administrou absolutamente nada, o prefeito continua sendo ele, Jorge Viana. Um esperto, muito esperto, esse Jorge Viana."


Clique aqui para ler o artigo na íntegra 

7 comentários:

João Francisco disse...

Altino,

Particulamente não gosto deste cidadão, bate em mulher, vive bebado agrindo as pessoas, mas no que se refere ao Jorge Viana concordo plenamente com ele, sua analise estava correta quando afirma que o Jorge Viana usaria o Marcos Afonso com marionete na prefeitura. " palavras ditas o vento leva, as escritas não."

Francisco Nazaré disse...

Aual, só trocou o sobrenome do Marcos, do marionete! A ambição é a mesma!!!

SIMEI disse...

Gostaria de saber de que lado o dono do artigo esta agora.....Sei não, tudo muda como de fato muitos mudaram!!!

simplesmensagens disse...

As questões se adequam aos interesses do momento, né?

Ser ou Não Ser... disse...

Foram cooptados!

Albuquerque disse...

Pensem num jornalista sem moral e ética, pensem nesse cara.

ALICE no país da impunidade disse...

Pessoal, o que está sendo discutido aqui não é quem escreveu mas sim o que está escrito. E o que é triste, é que passado vários anos, só mudaram os nomes e as pessoas, mas a história é a mesma se repete. Independente de lado partidários, personalidades de quem escreve, basta observamos a realidade. Acredito que qualquer semelhança com os dias atuais não é mera coincidência. É realmente muito triste ter que observar os mesmos erros acontecendo e continuarmos persistindo neles e sabe quem é o mais prejudicado nisso? A população, principalmente, a que mais necessita.