quarta-feira, 4 de julho de 2012

DILEMA POLÍTICO

"Caro Altino,

você sabe que sou apenas um técnico no governo estadual, mas como é ano eleitoral a pouca vergonha já retornou.

Recebi telefonema de alguma secretaria do governo do Acre aproveitando-se da minha situação de terceirizado, convocando-me, assim como aos meus colegas, para participar de eventos relacionados à política em apoio ao candidato do PT à prefeitura de Rio Branco.

Minha revolta é saber que o PT está atropelando tudo e todos e isso sempre me incomoda. Não sei se devo pedir opinião, mas é complicado demais. O pessoal que trabalha comigo é tranquilo, porém recebe ordens.

Gostaria que você me desse algum palpite. Tenho 30 anos, mulher e dois filhos. Considero-me novo diante da experiência que você tem. Não que você seja velhão, mas tem muita sabedoria, ainda mais por acompanhar de perto os fatos no Acre.

Queria que você desse uma canalizada na minha mente. No fundo preciso de uma boa ajuda. Já andei vendo alguns concursos, vou entrar de cabeça, mas até lá a guerra continua."

Meu comentário

Em terra de sapos, de cócoras com eles. Esse é um dito popular que não consigo assimilar, mas como você é pai de família e necessita mantê-la, talvez seja prudente participar das convocações que estão sendo feitas pelo PT. O que ninguém poderá controlar é o seu voto, de acordo com a sua consciência, no dia da eleição.

Enviei a mensagem para um destacado membro do PT de Rio Branco, que respondeu o seguinte:

- Com relação aos tercerizados, acho exagero convocá-los. Na realidade é só um convite, mas sei que as pessoas sentem-se acuadas. Quanto aos cargos comissionados, os ocupantes têm obrigação de participar das atividades políticas do partido. Quem tem uma função política participa da direção do projeto político e quer ficar de pernas cruzadas? Negativo. Às vezes acho que o pessoal pega é leve porque eu, no lugar de qualquer secretário estadual do governo, demitiria na hora.

9 comentários:

Beneditino disse...

Terceirizado anônimo: vá aos eventos para os quais foi "convidado", bata palmas, dê até gritinhos. Quanto à eleição, peça voto de sua esposa, familiares e amigos íntimos para a oposição, seja ela qual for.

Acreucho disse...

Nem sei quem é o "destacado membro do PT" aludido, mas, em primeira instância deve ser alguém sem nenhuma consciência sobre Cidadania e Democracia, um pulha do Partido dos Trabalhadores que explora a sociedade em proveito próprio, como tantos outros que conhecemos por aqui e por este Brasil à fora. Quer dizer então que as pessoas são contratadas para desempenhar cargos no governo petista do Acre "por que fazem parte do projeto político" e não pela sua competência profissional? Isso é uma vergonha! Um descalabro! Uma declaração de que o PT espolia o erário, apaniguando os que o ajudam. Você deveria revelar o nome do mentecapto que fez tão vil declaração, para que fosse execrado em praça pública. Essas são as pessoas "que amam o Acre"? Fico imaginando se não amassem!

Horcades Júnior disse...

Isso é uma vergonha.
Convite, tudo bem.
Mas COMO ASSIM os COMISSIONADOS têm OBRIGAÇÃO de participar de atividades políticas??

Vergonhoso.

As pessoas confundem o público com o privado.
Comissionado não é empregado de partido político.
Mas é isso aí, o Acre vive a Era do Medo, até os terceirizados se sentem constrangidos.
Todos balançando bandeirinha, e pior, na hora de serviço.

Concurso? A maior parte dos servidores é comissionado, assim dá para reprimir a galera com mais eficácia.


Triste é saber que a imprensa compactua com isso, parece aceitar com naturalidade. E a oposição nem se fala... tá só esperando a oportunidade para fazer o mesmo.

Albuquerque disse...

Isso chama-se cooptação de servidores públicos, assédio, uso da máquina pública, aparelhamento estatal e etc, etc, tudo vale para se manterem no poder. A manutenção do poder a qualquer custo, Maquiavel...

Paulo Wadt disse...

Há quem diga que seria exagero a comparação que irei citar, mas quem estudar um pouco de história perceberá muitas semelhanças com as práticas adotadas pelos nazis na Alemanha pré segunda guerra mundial.
Nossa sorte, é que o Acre é um estado economicamente frágil e estes caras não estão com moral nem com a presidenta Dilma, que é do mesmo partido deles.
E o povo acreano será mais inteligente e vai mostrar nas urnas quem ganha, porque, há menos que haja algo realmente novo na prática política, vai dar oposição este ano. E se você estiver na dúvida, é porque ainda falta seu voto.
Se minhas projeções estão corretas e a frente popular não passar dos 30% dos votos (http://paulowadt.blogspot.com.br/2012/05/estatisticas-apontam-para-derrota-da.html) pode ser que a eleição seja definida até mesmo em primeiro turno.

Beneditino disse...

Paulo Wadt, parabéns pelo comentário e pelo artigo. Entrei em seu Blog e analisei as regressões. Percebe-se, com facilidade, que você trabalhou com os dados em percentagem. Esses dados, por serrem provenientes de contagem, deveriam ter sido transformados (arco seno da raiz quadrada da percentagem, por exemplo). As regressões devem mudar substancialmente e você poderá fazer a previsão com mais segurança. Como você forneceu os dados primários, eu poderia ter feito isto, mas aqui sou um mero comentarista. Abraços,

eliomar m. disse...

Mais esse é o partido dos trabalhadores que governa o Acre, e o Brasil. Esse seria o partido que deveria zelar pelos bons costumes dos trabalhadores e o bem estar deles, mais não é. Esse é o partido que está partido ao meio com os trabalhadores e principalmente com o eleitor e o povo, esse é o partido que está de mãos dadas com os corruptos deste pais como o senhor Paulo Salim Maluf. Esse é o partido que está de mãos dadas com os maiores políticos canalhas deste ESTADO. Esse é o partido dos empresários, esse é o partido da corrupção, em fim esse é o EX- PARTIDO DOS TRABALHADORES.

Paulo Wadt disse...

Beneditino, fiz a transformação que você sugeriu e reapresentei os gráficos. Apenas não fiz a análise estatistica do erro associado as projeções porque a tendência foi semelhante. Provavelmente porque meus dados originais estavam em porcentagem (proporção) e não em contagem (número de votos).

Edson Amorim disse...

Indelicado, infeliz, intempestivo, irracional, e recheado de puxa-saquismo e aversão a CF, aos princípios e ética, Altino lembre a este seu amigo do PT que esta obrigação da forma que fora pregada tem tom de “DEVER”, no entanto estamos na República Federativa do Brasil, onde a democracia ainda que corrompida por IMORAIS prevaleça. Tais atos como o telefonema ao qual o rapaz que solicitou apoio a ti, recebeu, seria normal se estivesse em Cuba, no Paquistão ou na China, mas fazer o que mesmo? O caso é complicado, e este cidadão deve estar recebendo ordens do Palácio Rosado, com certeza ele mesmo deve estar preservando assim seu próprio cargo comissionado.