segunda-feira, 28 de maio de 2012

UMA VÍRGULA DE LASCAR

Dezenas de outdoors exibem, em Rio Branco, a frase "Escrever, (sic) é distribuir abraços", da colunista social de A Gazeta. Vírgula não pode separar sujeito de predicado, madame


Comentário do professor Beneilton Damasceno:

- Grande Altino. Isso se chama falta de humildade. Se eu não sei trocar pneu de carro, terceirizo o serviço, ora! E se a roda cair? Bom, a culpa é do borracheiro. No caso da vírgula que "se meteu-se" sem ser chamada, é muito rigor da sua parte exigir algo tão profundo de colunistas sociais, uma categoria que merece ser perdoada por tudo, até por distribuir abraços. Eu ainda acho que vai sobrar para o rapaz que pintou a obra-prima!

14 comentários:

Cleib disse...

Alem de escrita errada a frase é sem sentido!!!

Janu Schwab disse...

A culpa é sempre do revisor. Ou, em se tratando do mercado publicitário local, da falta dele. O professor Bene Damasceno, ouro das Letras acreanas, deveria ser presença obrigatória nas agências. Clientes, exijam (e paguem por) isso.

Altemar disse...

Quando o Paulo Coelho foi para a ABL montado em truísmos todo mundo aplaudiu. Um tal de Merval foi agora, parece que é do mesmo naipe, então dizer o que? (gostaram das vírgulas?)
E se tiver faltado espaço no outdoor?, será que não era: "Minha seara não é escrever, é distribuir abraços que me apraz"
acertei?

Gustavo Cardial disse...

triste.

Beneditino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beneditino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juannus disse...

Má rapaizzz!! Essa deucomforça!!!

ELSOUZA disse...

Com todo o respeito, conheço a colunista, a qual é possuidora de notório saber jornalístico e, pela excelência da sua escriba, somente podemos acreditar que a equivocada vírgula foi proposital e para chamar a atenção sobre sua singela mensagem. Ressalto que não conheço nada sobre vírgulas e às utilizo a critério meu.

Luis Eduardo disse...

A língua portuguesa é de fuder com qualquer um.
E Janu, pagar por este serviço, infelizmente ta longe da realidade ou da vontade ou da disposição dos empresários acrianos.

Unknown disse...

Onde tá o sujeito nesta frase?

jeova disse...

Indefinido do caso reto!
Acertei?

jeova disse...

Sujeito indefinido do ou caso reto!

lucreci disse...

Juro que estou com medo de ESCREVER qualquer comentário(por causa das vírgulas, novas regras....e o Altino).Entrei neste ou nesse(sempre confundo)blog pela primeira vez. Não sou da região norte, mas já estava me sentindo ABRAÇADA com que lia apenas por ser cidadã brasileira, até chegar a e esse ou este(juro que pesquisar)texto e perceber que não preciso segui-lo, para tal finalidade acho que vou optar por ficar com o CORRETOR GRAMATICAL DO GOOGLE.
LUCIENE

lucreci disse...

Juro que estou com medo de ESCREVER qualquer comentário(por causa das vírgulas, novas regras....e o Altino).Entrei neste ou nesse(sempre confundo)blog pela primeira vez. Não sou da região norte, mas já estava me sentindo ABRAÇADA com que lia apenas por ser cidadã brasileira, até chegar a e esse ou este(juro que pesquisar)texto e perceber que não preciso segui-lo, para tal finalidade acho que vou optar por ficar com o CORRETOR GRAMATICAL DO GOOGLE.