quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

PLANALTO RECUA EM RELAÇÃO AO VETO

Dilma quer mudança no horário do Acre e Sul do Amazonas

O Palácio do Planalto decidiu recuar em relação ao veto integral da mudança do fuso horário do Acre e partes do Amazonas e Pará. A presidente Dilma Rousseff vai enviar ao Congresso nesta quinta-feira (22) um Projeto de Lei com urgência para que a hora antiga do Acre e do Amazonas seja restabelecida de acordo com o fuso horário Greenwich “menos cinco”, ou seja, menos duas horas em relação ao horário de Brasília.

- Beto Vasconcelos, assessor da presidente Dilma na Casa Civil, já comunicou a decisão ao meu líder no PMDB, o deputado Henrique Alves, e ao vice-presidente Michel Temer. O Projeto de Lei não vai incluir mudança no Pará - disse ao Blog da Amazônia o deputado Flaviano Melo (PMDB-AC).

Segundo o parlamentar, o governador do Amazonas, Omar Aziz (PSD), foi consultado pela presidente Dilma e concordou com o envio do Projeto de Lei alterando o horário no Sul do Estado.

Nesta quarta-feira (21), o Diário Oficial da União (DOU) trouxe a mensagem de veto integral “por contrariedade ao interesse público”, do Projeto de Lei no 1.669, que pretendia alterar o art. 2o do Decreto no 2.784, de 18 de junho de 1913, para restabelecer os fusos horários do do Acre e partes do Pará e Amazonas do fuso Greenwich “menos quatro” para o fuso “menos cinco”, como era até 2008.

Atualmente, por causa do horário de verão, a diferença é de duas horas, decorrente de alteração realizada em 2008, sem consulta popular, a partir de uma lei de autoria do então senador Tião Viana (PT), atual governador do Acre, sancionada por Lula, presidente na época. A lei de Viana foi repudiada nas urnas pela maioria da população acreana.

O deputado Flaviano Melo, autor do projeto que resultou na realização de um referendo no Acre para que a população decidisse no ano passado sobre a mudança do fuso horário, esteve reunido com o vice-presidente Michel Temer.

- Quem assinou o veto foi a presidente Dilma. O Temer me disse assim: “Só se eu fosse imbecil ao quadrado para vetar um projeto democrático que eu ajudei a aprovar” - relatou Melo após reunião no Palácio do Jaburu.

O DOU não revelou se foi Dilma Rousseff ou Michel Temer quem assinou a mensagem de veto enviada ao Congresso, mas uma fonte do Palácio do Planalto consultada pela reportagem afirmou que foi o vice-presidente.

17 comentários:

Beneditino disse...

Os news-coronéis-seringalistas foram rápidos em avisar à corte que a coisa na colônia estava ficando feia. Viram que não adiantava fazer a vontade dos "plin-plin" indo contra o povo. Optaram pelo "vão-se os anéis, ficam os dedos". Só que eles não sabem é que no ano que vem, eles começam a perder as tetas.

Julio Cesar disse...

DILMA EU TE AMO. VALEU PETECAO, ALTINO, FLAVIANO, GLADSON CAMELI, TOINHO E TODOS OS SEGUIDORES DO ALTINO MACHADO. DEUS É JUSTO. TÔ CHORANDO DE ALEGRIA, MESMO CONTRA A VONTADE DOS ARENISTAS A DEMOCRACIA VENCEU. ALTINO PRA SENADOR JÁ.

abraxas disse...

o julio cesar tá precisando aprender o significado de DEMOCRACIA.

quando a vontade da minoria prevalece, isso com certeza não é democracia

Edmilson Alves disse...

Parabéns ao bravo povo acriano pela honrosa resistência!

Parabéns Altino.

Roberto Feres disse...

Flaviano que me perdoe, mas faz tempo que o Temer superou a imbecilidade quadrática... o negócio dele é com expoentes mais elevados..

Renaldo disse...

Só acredito vendo, esse lenga-lenga já dura um ano e nada. Na de gritar VENCEMOS, eles tentaram puxar o tapete mais uma vez, estou esperando...

RodB disse...

Só é chato porque esse lenga-lenga vai permitir que a oposição, pelo milionésima vez, faça propagandas eleitorais sem propostas, apenas atacando o governo. Já dizia a Regina Casé, tenho medo.

Francisco Nazaré disse...

RodB, a melhor proposta da oposição é tirar o governo que aí está! precisamos de renovação, o PT já deu o que tinha que dá. A reubalheira tá muito grande e tem muito neguinho acomodado em altos cargos. O projeto inicial do PT foi corrompido pela reoubalheira e maracutaias. O desenvolvimento sustentável é balela, nossas florestas estão sendo privatizadas e só quem está lucrando com isso são os grandes. A produção em nosso Estado não existe, a indústria muito menos, veja o exemplo da álcool verde, desde o primeiro governo do JV que eles injetam dinheiro e o negócio não vai pra frente, e aínda acham de isentar em duzentos e cinquente milhões em impostos, que se realmente existissem, alavancariam a econômia do nosso estado e principalmente de Capixaba. O engraçado é que se pede oitocentos milhões em empréstimos e isentam uma indústraia, que em qualquer outro estado é responsável por grande parte da arrecadação, em duzentos e cinquenta milhões em impostos. É minha humilde opinião, podemos ter visões diferentes da situação.

abraxas disse...

pelo amor de deus, tirem os microfones da frente do senhor leonildo rosas:

http://agazeta.net/index.php?option=com_content&view=article&id=7439:democracia-do-acre-nao-pode-se-sobrepor-a-do-para-e-amazonas-diz-rosas&catid=182:politica&Itemid=589

nunca vi alguém defecar tanto pela boca. tiraram a Mariama pra colocar "isso" na SECOM?

ele agora vem quererer que o Acre nã pode se impôr aos outros estados? mas ns não que outreos ess mudem horário, pra gente tanto faz, só queremos que mude o nosso.

e mais, quando mudaram a primeira vez, ninguém pensou que estavam se sobrepondo à vontade do Acre. não, apenas nos enfiaram isso goela abaixo e nós tivemos que aceitar. quando fomos consultados sobre o que queríamos, temos que respeitar os outros, mesmo que nós não sejamos respeitados.

cuidado Governador, puxadas de saco do Leonildo Rosas podem lhe causar uma lesão nos paises

Risoleta Miranda disse...

Agora sim! Obrigada meu Deus! Bom senso no Planalto! Vou pegar minha Constituição que eu já tinha preparado pra queimar, junto com o título kkkkk

LUÍZIO VIDEOREPÓRTER disse...

Meu caros, democracia só é boa com pouca gente...

LUÍZIO VIDEOREPÓRTER disse...

Meu caros, democracia só é boa com pouca gente...

alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ALTINO MACHADO disse...

Comentário enviado por Marcel Neme:

"Ninguém percebeu que a "Presidenta" só quer ganhar tempo, para sair a decisao da Adin das teles a respeito da inconstitucionalidade da portaria do Ministério da Justiça da classificação indicativa? Se fosse verdade que não queriam alterar SOMENTE o horário do Pará bastava o veto as alíneas b e c do projeto de lei vetado INTEGRALMENTE:

b) o segundo fuso, caracterizado pela hora de Greenwich „menos três horas‟, compreende todos os Estados do litoral do Brasil, o Distrito Federal e os Estados de Minas Gerais, de Tocantins e de Goiás, bem como a parte do Estado do Pará que fica a leste de uma linha que, partindo do monte Grevaux, na fronteira com a Guiana Francesa, segue pelo álveo do rio Pecuary até o Javari, pelo álveo deste até o Amazonas e ao sul pelo leito do Xingu até entrar no Estado de Mato Grosso;

c) o terceiro fuso, caracterizado pela hora de Greenwich „menos quatro horas‟, compreende a parte do Estado do Pará a oeste da linha fixada na alínea „b‟, os Estados de Mato Grosso, de Mato Grosso do Sul, de Rondônia, de Roraima, bem como parte do Estado do Amazonas que fica a leste de uma linha que, partindo do Município de Tabatinga – AM,
segue até Porto Acre – AC;

Apenas a alínea e da tratava do horário do Acre e oeste do Amazonas. Por que enviar novo projeto de lei ao Congresso? Aliás, por quantos anos irá esse projeto ficar tramitando entre as diversas comissões, plenários do nosso respeitável Congresso Nacional? A vontade popular manifestada DIRETAMENTE ficará CONDICIONADA à análise dos "representantes" do povo INDEFINIDAMENTE, sem prazo para a definição.

Confira a alínea e do projeto vetado:

e) o quarto fuso, caracterizado pela hora de Greenwich „menos cinco
horas‟, compreende o Estado do Acre, assim como a parte do Estado do
Amazonas que fica a oeste da linha fixada na alínea „c‟ deste
artigo.”

Qual a diferença com o projeto enviado HOJE pela digníssima PRESIDENTA?"

alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato Brito disse...

Viva a hora mais certa e abaixo a censura nos blogs!