sábado, 12 de novembro de 2011

"DITADURA DA FELICIDADE"

"Meu sonho é do Acre ser um cantinho do mundo aonde a gente viva a ditadura da felicidade."


Pérola do senador Jorge Viana (PT-AC), em maio, durante entrevista ao jornal Opinião. [Leia]

14 comentários:

Joema disse...

Eis um comentario triste. Eu nao sinto raiva. Eu sinto pena dele. Pena dos acreanos. Pena de um tanto de gente que foi embora do Acre por nao aguentar a tal da "ditadura". Eu talvez nao devesse sentir pena dele. Nao deve pensar no mal que faz ao transformar o Acre no lugar "mais triste, opressivo e cheio de puxa-sacos" pra se viver. Nem deve imaginar quantos morrer, quantos nunca tiveram acesso a boa educacao, quantos sem cidadania padecem a mingua por conta dos desmandos, da ambicao desmedida. Tudo tao humano. Tudo tao triste. E, acho que devo deixar de ter pena dele. Existe o livre-arbitrio.

Saudacoes,

Joema.

Joema disse...

Correcao:

"Nem deve imaginar quantos morrem..." Eu na pressa deixo esse erros passarem.

Perdao.

JFL

MatheusS disse...

Essa frase é a base de todos os problemas da atual gestão petista no Acre, eles não querem saber o que o povo pensa, precisa ou quer, eles só querem saber se fazem do jeito deles, em nome de uma felicidade que, até agora, ninguém viu.

Onde já se viu ditadura e felicidade de mãos dadas? os Viana perderam a cabeça... foi assim com o horário, o Tião entendeu que seria bom e conseguiu a mudança sem consulta popular, ainda bem que a população reagiu. O desrespeito me indignou mais do que a mudança do horário em si.

Ruim é ter que decidir o seu voto candidato menos ruim, já que o governo não é lá essas coisas e a opisição é ainda pior.

Enfim, prefiro viver infeliz na democracia do que "feliz" na ditadura dos Viana.

Francisco Nazaré disse...

Esse homem chegou ao poder humilde e se transformou no mais ambicioso e ditador que o Acre já viu. Agora junto com seu irmão, acham que o Acre é propriedade deles e que se não rezer na cartilha deles, não presta. Vive desmerecendo a oposição e colocando nos jornais de seus dominios que ela trabalha contra o nosso Estado. Porque ele não olha para o lado e vê quem está hoje ao seu lado. Quem está nas licitações do governo ou na folha de pagamento. Ele deveria olhar pro exemplo de seu pai, que sempre foi politico, tanto no legislativo quanto o executivo e nunca se envolveu ou foi citado em escândalos de corrupção apesar de ter sido um dos pilares da ditadura.

Wallace Rocha disse...

Tenho que concordar com vc, Altino. Uma pérola como essa não se vê todos os dias. "Meu sonho é do Acre ser um cantinho do mundo aonde a gente viva a ditadura da felicidade."
Além da pérola "ditadura da felicidade", o nobre senador também deslizou duas vezes na língua: "do Acre ser"? Distração dele, talvez, é um homem muito ocupado. Melhor seria se tivesse escrito "de o Acre ser", pois assim aconselha a boa gramática. Do mesmo modo: "aonde a gente viva"? Outra distração do nobre senador, homem muito ocupado! Confundiu "aonde" por "onde". Mas enfim... o certo é que um senador da república não pode dar-se o luxo de errar três vezes em duas linhas de texto. Isso já é demais! RS!

Enzo Mercurio disse...

Um exemplo de homem da cidade letrado sabido , ele quer comprar um cavalo.
Na feira tem um amarelo vendendo um alazão.
como será que acaba essa historia ?

Gabi Ramos disse...

Humilde ele nunca foi. É só olhar pra ele e concordar com o Petecão: "Esse homem tem ódio no coração". E vejo isso também. Nao tenho raiva dele, de forma alguma, pois nunca me fez nenhum mal, nunca votei nele, mas o acho um empreendedor, um administrador que iria longe, se não fosse essa ambição descabida pela vaidade, por querer ser o único e o melhor. Sinceramente, eu olho pra ele e vejo o Diabo em pessoa. Mesmo. Ele tem cara de gente ruim.

Pietra Dolamita disse...

...Lembro do passado be mdistante, de quando através da AAPA, da qual faço parte desde a sua criação, que este senhor Senador, simplesmente cancelou a que seria a minha primeira vernissagem no Acre, para usar o espaço, denominado na época "salão de Garibaldi Brasil", para colocar as cadeiras e bancadas de atendimentos para o IPTU...Isso nunca esqueci. Isto foi na época que era ainda prefeito...
Depois disto, por motivos pessoais entendi que eras diferente, uma pessoa que não tem realmente compromisso com as lutas de classes. Quantos já morreram, para que a oposição chegasse ao poder e fizesse diferente.E quando chegou, nasceu os Imperadores, que mandam e desmandam na politica acriana.
Tens razão Joelma para se conquistar algo com competência é preciso sair do Acre.
Sim, Senador, o senhor vive em uma Ditadura da Felicidades.
Ditadura por vocês que são muito FELIZES em está no poder, e usufruir sem medo de todo o poder, e seu bem estar com o egoísmo necessário.
É uma pena que seja assim, porque tínhamos tanta esperança em vocês...
O JEITO É ESQUECER VCS, EM HOMENAGEM Ao slogan "O jeito é 13".

alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ze Buchada disse...

ai ai, tenho muita saudade do tempo em que a oposição governava esse Estado, tempo em que eu recebia da SEE/AC e nem aparecia lá. Vivia comendo camarão e tomando cerveja na praia do futuro, esse sim era o melhor governo

Não defendo o governo, mas tenho prudência na minha fala, pois queiram ou não o Acre melhorou, não é mais aquela tribo de antigamente que muitos da oposição gostavam de comandar. As coisas mudam e pra melhor, graças a Deus.

joao disse...

Zé Buchada, agora são outros que estão comendo camarão da beira das praias ou no planalto central do Brasil. Eles estão rindo de nós agora, nós que permanecemos no melhor lugar do mundo (ou da Amazônia) para se viver. Melhor ri do que chorar, concorda?

alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alisson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.