sexta-feira, 16 de setembro de 2011

ALTER DO CHÃO

A 22 quilômetros de Santarém(PA), onde estou desde a quarta-feira (14). Foi escolhida pelo jornal inglês The Guardian, em 2009, como a melhor praia brasileira, sendo descrita como uma "resposta da selva ao Caribe".



7 comentários:

Janu Schwab disse...

Rapaz, tô há uns três anos dizendo "vou conhecer Alter do Chão". Nunca me levei a sério. Preciso.

Pietra Dolamita disse...

Esse jornalista é um aventureiro das floresta e lugares lindos!

Frank disse...

Altino,

já fui duas vezes. É muito legal. Vale o passeio a Ponta de Pedras, tanto pelo rio quanto por terra. Tem uma estradinha que leva para lá. Vale a pena.

Não esqueça de tomar umas cervas por lá e tirar o gosto com "charutinhos". :^)

Muito legal. O Tapajós parece um mar sem sal. Estou tentado ir novamente este ano.

Altemar disse...

No carnaval de 2001 tive o primeiro contato. Na época foi montado o primeiro pentaciclo com propulsão manual e, sobre ele um pequeno gerador, um toca fitas, várias fitas dos velhos carnavais, uma caixa de som e, ornando a frente, uma réplica de um Jacú, os baluartes eram o Cesar (in memorian) da pousada Tupaiulândia, o Fuk e o Xabregas, nascia o primeiro bloco de carnaval de Alter, o vitorioso Há Jacú no Pau, depois veio o "Que merda é essa" e depois o "Eu não dou meu Quati" e encheu, aliás o eu nao dou meu Quati até hoje alimenta uma piada que fazem com o Arthur Virgílio do Amazonas, procure saber, é engraçado.
E o Çairé!? Ah seu Altino, o sr mexeu na ferida, eu torço pelo Tucuxi. Aproveite a vista, a cidade, as pessoas, os passeios de lancha, se bem me lembro residem uns 2 acrianos e família por ai.
Felizmente deu mais saudades que inveja.

Aureni Ribeiro disse...

Querido Altino voltei a Alter do Chão por meio de suas fotos. Realmente é um lugar de beleza paradisíaca. Que mereçe ser conhecido e preservado. Alter do Chão já recebeu mesmo o titulo de "caribe da Amazônia". Quero voltar em breve. Aproveite bastante sua estadia neste lindo lugar. Abraços!

Kátia Oliveira - Jornalista disse...

Agora você mexeu com minha saudade. Estive em Santarém em Agosto, infelizmente apenas de passagem. Mas em 2005 fiquei 18 dias curtindo as praias do Tapajós, inclusive Alter o Chão e o Sairé. Realmente é um lugar para esquecer os problemas e admirar a obra de Deus.

Mari@d@acre disse...

aproveite e visite mosqueiro, e a ilha cotijuba!!!