domingo, 28 de agosto de 2011

ACIDENTE NA BR-364

Dono da Boate Talismã 21, de Porto Velho (RO), perde BMW na divisa com o Acre


O empresário Gilberto Nunes de Sousa, conhecido como “Pequeno”, dono da Boate Talismã 21, em Porto Velho, envolveu-se em um acidente de trânsito, por volta das 13 horas deste domingo (28), nas proximidades da divisa de Rondônia com o Acre, na BR-364.

“Pequeno” dirigia um BMW X6, de placas ABR-288, possivelmente do Peru, quando perdeu o controle do carro, atravessou a pista e caiu em uma ribanceira.

O impacto foi tão forte que em seguida o veículo foi parar na pastagem de uma fazenda, sem atingir a cerca da propriedade rural.



Há suspeitas de aquaplanagem, pois chovia no momento do acidente, entre as vilas Extrema e Califórnia. O empresário estava acompanhado de um amigo.

Ambos foram socorridos por passageiros de um ônibus e levados na carroceria de um Strada e depois em um Astra, com destino a Rio Branco.

“Pequeno” é um dos homens mais ricos de Porto Velho. Neste ano, anunciou ter investido R$ 8 milhões na Talismã 21.

O empresário não se feriu, mas o empregado que o acompanhava sentia fortes dores no abdome.

7 comentários:

Roberto Feres disse...

existe um problema de aerodinâmica nos X6 que a BMW ainda não conseguiu resolver adequadamente: quando o veículo passa dos 200km/h nas estradas brasileiras, ele tende a perder a dirigibilidade e a alçar vôos de galinha...

Janu Schwab disse...

Com aquaplanagem então... Ao menos os alemães se garantem em itens de segurança.

Jairton e Paty disse...

Já que queria voar, podia ter ido de avião neh!!!

Estou Sabendo disse...

Ficaram os anéis e os dedos e também os cordões de ouro!!!

José Coutinho disse...

Graças à Deus não perderam a vida ou algo tão ruim mas fiquei com uma duvida que não tem relação com o acidente ocorrido em nossa magnifica rodovia: - Ele é do PT?

Enzo Mercurio disse...

O mais incrível é que não tem um posto de atendimento ; o cara depois de acidentado tem que se submeter a ir na caçamba de uma STRADA .
Estrutura zero em relação a atendimento de acidentados.
Fora isso acho que já que o cara tem dinheiro vai de Avião e não se sujeita a viajar nessas estradas Brasileiras.

Eu disse...

So me faco uma pergunta:
Como um dono de boate tem um carro tao caro como este??? De onde tira tanto dinheiro? Cada coisa estranha!